A Sensitiva [Resenha Literária]



Livro: A sensitiva
Autor: Hannah Howell
Editora: Lua de Papel

Penélope Wherlocke é a herdeira de uma grande fortuna. Seus irmãos postiços, Charles e Clarissa Hutton - Moore, entretanto, a tratam como uma hóspede indesejada,apesar dela ser a verdadeira dona da casa. Eles a privaram de tudo, até de poder sair de casa.

A heroína, porém, conhece as passagens secretas da mansão e todos os dias foge do sótão para a "Toca Wherlocke", onde vivem seus irmãos  e primos bastardos. Por ter sido esquecida, seus "irmãos" não notam suas saídas furtivas, e ela pode cuidar das crianças que todos os seus parentes enviam.

O problema acontece, quando alguém a sequestra e a vende para um bordel. Lá a Sra Crachit lhe droga e amarra numa cama, para que lorde Ashton Radmoor, noivo de Clarissa, a deflore. A pobre moça estava dividida entre ceder à sua paixão platônica pelo noivo de sua "irmã", e sair do bordel pura, mas acaba contando a verdade, e Ashton descobre que quase deflorou a filha de um marquês.

Penélope acaba fugindo com a ajuda de seus queridos "bastardos" e de Ashton, mas sua vida ainda corre sérios perigos, além é claro de perder de vez o próprio coração.
                                           
*********************

Agora batam palamas para mim, pois consegui fazer uma típica sinopse de harlequins XD.

Bom, deixando o papo "sério" para lá, Penélope tem um relacionamento tórrido com Ashton, mesmo sabendo que ele precisa casar com Clarissa para pagar as dívidas que o pai dele lhe deixou de herança, e para ajudar suas irmãs a casarem com nobres da alta sociedade. Enquanto isso, Pen vê o espírito de Faith uma jovem que também foi vendida para o bordel Crachit, e bola um plano junto com seu amor e outros 4 amigos dele. Tem cenas muito fortes sobre o dom de Pen de ver e falar com os mortos, mas o livro é um amorzinho, principalmente por causa de personagens fofos como Paulinho, um garotinho de 5 anos que tem o dom da premonição, e uma língua afiada que faz muito adulto ficar de cabelo em pé.

A história em si foi muito bem inspirada, há personagens fofos, sobrenatural e uma trama mediana que prende a nossa atenção até o fim. A única coisa que não desce pela minha garganta, é a tosquice da autora nas cenas mais "quentes" e a falta de consistência da personalidade dos homens. Eles simplesmente são lindos, sensíveis e fazem tudo pela amizade. Sinceramente? Nessa parte pareceu um filme da Walt Disney. Eu até gosto de muitos filmes da empresa, mas cansei do tema da amizade eterna.  Dou nota 7.



Aleska Lemos
Nota:




Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

6 comentários:

  1. ALESKA!! Amei a resenha do livre, super interessada em ler!!! Tem continuação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem continuação sim Mi. Acho que são 4 livros. A vidente, A Sensitiva, A Intuitiva e um ultimo que não sóbre as mulheres da familia, mas de um dos caras.

      Excluir
  2. O melhor da resenha foi a galhofa kkkkkkkkk Mas assim como a Michele fiquei afim de ler, porque o livro te deixou cheia de bom humor e isso só pode ser bom sinal!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rss eu não sei não. acho que qdo fico contrariada é que faço mais "galhofas".

      Excluir
  3. Aleska, eu já li muitas resenhas desse livro, mas nunca ele me chama a atenção o suficiente pra me fazer comprar. Não sei, não estou em um momento que eu queira algo que tenha espíritos.
    Obs.: adorei sua sinopse Harlequin, rs

    Beijo
    Fernanda - Leitora Incomum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkk não lhe culpo. Não tenho nada contra espíritos, mas eu não releria porque estou um pouco cansada de romances.

      Excluir