Percy Jackson e os Olimpianos [Resenha Literária]



Livro: Saga de Percy Jackson e os Olimpianos
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrísica

Com as novas sagas de Rick Riordan fazendo sucesso, resolvi reciclar a minha antiga resenha do blog Notas de Rodapé e falar um pouquinho da “Saga de Percy Jackson e os Olimpianos”.

Sempre gostei muito de literatura infantojuvenil (tudo junto agora de acordo com a nova regra) e por isso não é a toa que Peter Pan e Harry Potter são os meus favoritos do gênero. Dessa forma, dificilmente me recuso a ler qualquer livro de ação, aventura e fantasia, pois sempre acabo lendo! 

Para quem não conhece, o livro traz a história de Percy Jackson, um garoto de 12 anos que descobre que é meio humano e meio deus, pois é filho de um dos deuses do Olimpo. Acredito que a série deve fazer com que os historiadores morram de ódio, pois o escritor Rick Riordan às vezes extrapola ao trazer a Grécia antiga para a modernidade. Monstros mitológicos se misturam com a sociedade ocidental moderna de uma forma que chega a ser bem engraçada. Difícil imaginar Dionísio bebendo Diet Coke ou ainda a Medusa como um vendedora de uma lojinha de conveniência. Bom, se o livro por vezes exagera, nem quero comentar o filme!

Eu diria que toda a Saga, O Mar de Monstros e A maldição do Titã são os mais divertidos, pois misturam ação, drama e romance de uma forma bem mais lúdica que os demais. Aliás, o que me deixava mais ansiosa nos livros do Harry Potter era a demora do desenrolar dos romances e nesse caso Percy Jackson foi um pouquinho mais direto.

Em se tratando em literatura infantojuvenil, é impossível não comparar Percy Jackson com Harry Potter e sem sombras de dúvidas as semelhanças são muitas! Vejamos: existem 3 personagens principais, uma delas é uma garota super inteligente, existe um vilão sem corpo que quer voltar, há uma profecia na história e um professor super bonzinho e muito sábio, um dos colegas está sempre incomodando o protagonista, há disputa de casas (no caso de Percy Jackson as casas são representadas pelos filhos dos deuses), entre outras coisas.

Apesar das coincidências, particularmente não considero plágio e nem falta de criatividade do escritor, ele apenas está seguindo uma receita que deu muito certo. No entanto, é importante ressaltar que também existem muitas diferenças nos dois livros, Percy não é órfão e ainda por cima tem um meio irmão. Também não é tão ingênuo como Harry era com seus 12 anos. Além disso, a forma como os livros são narrados são bem diferentes.

Os adolescentes podem até terem uma visão um pouco distorcida dos mitos ao lerem Percy Jackson, mas provavelmente se interessarão mais em história antiga depois de conhecerem os livros. A série de fato não é super complexa e nem mostra um mundo completamente diferente do nosso, cheio de detalhes, mas também não acredito que fosse essa a intenção do autor. Enfim, para quem gosta do gênero vai gostar de ficar sem fôlego com as aventuras desse semideus.

Nota:



Michele Lima

Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

11 comentários:

  1. Não li nem vi o filme... e a mesma coisa com Harry Potter. Mas já coloquei os livros do Harry como uma certa prioridade, pois ouço falar imensamente bem deles.
    Pela resenha, parece ser uma boa leitura, um bom passatempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda! É uma boa leitura sim, principalmente se vc gosta de aventuras!

      Excluir
  2. Só tenho uma crítica: nem todo historiador odeia percy jackson! kkk eu e pandinha amamos. Não tinha pensando muito sobre as semelhanças com HP, a não ser no fato de que tanto em um qto outro existem crianças especiais que vão prum lugar especifico para desenvolver seus talentos (tanto a escola quanto o acampamento tem essa função). Mas acho que o Riordan não usou a receita do harry, a jk e o rick usaram uma receita mt antiga nessa tradição de livros de aventura. bom, mas a resenha está muito boa mesmo. beijos!
    PS: Por mais que Riordan invente em cima dos mitos, não acho pecado algum da parte dele. Há um estudioso da mitologia que diz q cada vez que o mito é recontado ele é modificado para se adaptar a sociedade daquele tempo, e acho q é isso que o autor faz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é diferente do que hollyood fez com o mito de perseu no furia de titãs, apesar de que essa percepção foi mega escrota rsss.

      Excluir
    2. Aleskita! É verdade! Vc e a Pandinha gostam do Rick! rsrsrsrsrs e Tb não vejo o menor problema com as invenções do autor! Aliás, deixam os mitos mais divertidos! rsrsrsrs

      Excluir
  3. Já li o 1 e o 2 dessa série e amei
    O autor é incrível
    Estou louca pela continuação e os demais livros do autor

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Já li todos os Olimpianos, os Kanes e agora acabei Casa de Hades, todos maravilhosos, "recomendo" heheheheh
    bjks.

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha super legal! Confesso que comecei a ler o primeiro livro fui mais ou menos até a metade, e por alguma força divina parei e nunca mais recomecei a leitura. Isso já faz uns 2 anos ou mais. Um dia eu volto pois todo mundo fala bem!

    Beijos
    http://www.partesdeumdiario.com/

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nada do autor e nenhum livro dessa série, acredita? Mas quero muitoooooooooooo...é super falada por ai e realmente já vi outros blogs fazendo comparação com Harry Potter (outra série que ainda não li nada).
    Quero ler e logo...
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir