Orgulho e Preconceito [Resenha Literária]


Existe uma lenda urbana segundo a qual os leitores de Jane Austen formam uma seita, são os auterianos, caracterizados por um amor ferrenho a autora, ao passado, a ironia e capazes das maiores insanidades pelo querido e amado Darcy. Para mim, essa lenda é muito verdadeira =)

Eu sou absolutamente apaixonada por essa inglesa e coleciono com muito orgulho coisas sobre sua obra, tais como:

Filmes feitos a partir de sua obra e marcadores:


E os dvds das séries produzidas pela BBC:


Nessa  minha paixão por Jane Austen, "Orgulho e Preconceito" ocupa um lugar especial, ele representa meu primeiro encontro com ela. Lembro como se fosse ontem o momento no qual eu peguei o livro em em uma biblioteca publica. Eu estava fuçando na estante de literatura inglesa, o livro estava bem ao lado do "O morro dos ventos uivantes" e eu olhei para um, olhei por outro, decidi abrir o de Austen e o primeiro paragrafo já me arrancou um sorriso:

"É uma verdade universalmente conhecida que um homem solteiro na posse de uma bela fortuna dever estar necessitando de uma esposa.
Por muito pouco que sejam conhecidos os sentimentos ou o modo de pensar de tal homem ao entrar pela primeira vez em uma localidade, essa verdade encontra-se de tal modo enraizada ao espírito das famílias vizinhas que ele é considerado como propriedade legítima de uma de suas filhas." (Jane Austen, Orgulho e Preconceito, p. 101 )

Eu sempre tive um certo apego ao bom e velho sarcasmo, então me acabei na leitura desse livro, quando vi Darcy pela primeira vez pensei, esse cara vai pegar em bomba com Lizze. #DitoeFeito

A forma como Jane narra a história de amor entre o rico proprietário de terras, orgulhoso de suas origens, mas nobre de coração pela moça inteligente, mas pobre e ainda cheia de irmãs menores um tanto quanto mal educadas, não se tornou celebre nos  últimos 200 anos a toa.

Trata-se de uma narrativa muito franca e bem humorada, os personagens são postos inteiros aos nossos olhos, nós os observamos e caminhamos com eles... Vemos os seus caminhos, nos revoltamos, nos apaixonamos... Lembro da primeira vez que me identifiquei com Elizabeth Bennet e me apaixonei por  Mr. Darcy! Foi um bom tempo, tempos de sol, de leituras livres, de adolescência...

As vezes penso que quando Austen escreveu esse livro ela queria construir exatamente isso, um tempo e um lugar onde sempre houvesse sol, luz, irmãs barulhentas, mães destemperadas, dramas solucionáveis... uma menina insolente se transformando em uma dama, um sapo orgulhoso se transformando em príncipe e todos vivendo juntos um longo e maravilhoso...

... Felizes para Sempre...

E a Jane merece mil Harrys, mas eu vou me contentar em dar 5


Pandora (Jaci)
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

23 comentários:

  1. Oie!
    'Orgulho e Preconceito' foi o único livro que li da Jane, mas ela já ganhou meu coração ♥ Sou louca para mergulhar em outras obras, a escrita dela é fantástica! Adorei o post ♥♥ (mil corações!)

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mil corações para você também Cássia!!! A Jane é tudo néh?!?! Quando você mergulhar na obra dela periga entrar na seita e virar auteriana também kkk

      Excluir
  2. Quando vejo o nome de Jane Auten, lembro automaticamente de Jaci Pandora rsrsrsrs. Pense numa menina que gosta dessa autora. Boa resenha carregada de sentimentos. #Like.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huhu Que honra Alexandre, ser associada a nossa escritora-musa kkk :) Minhas resenhas são sempre assim homem, pecam pelo excesso de sentimentos... #Caos

      Excluir
  3. Eu nunca li nada da Jane, mas quero começar com Orgulho e Preconceito com certeza.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iasmin você corre o risco de se apaixonar \o/

      Excluir
  4. Orgulho e Preconceito foi o único livro da autora que li, e gostei bastante, apesar de achar a narrativa travada ás vezes - e ficar de queixo caído com as convenções sociais da época (eu bem que queria que meus vizinhos avisassem com antecedência quando fossem me encher) - é inegável sarcasmo da autora em diversas situações, e o livro ainda trás uma reviravolta excepcional! Quero ler mais dela em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah Luciano eu ia ficar tão feliz se você lesse mais da Jane <3 Ela é a literatura russa da minha vida!!!

      Excluir
  5. Minha primeira leitura da Jane Austen foi "Orgulho e Preconceito" e gostei bastante! Fiquei bem chateada que quando os protagonistas estavam se entendendo, o livro acabou :/
    Gostei da resenha!

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sofia, eu também sofri disso, por isso tenho os filmes e as séries da BBC e reli várias vezes os livros... kkkk.... Não consigo viver sem uma dose de Austen vez ou outra.

      Excluir
  6. Assisti o filme e amei
    Agora estou com muita vontade de ler

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia Angela, vale a pena... O filme é lindo, mas o livro tem a língua ferina da Jane e isso faz toda diferença!

      Excluir
  7. olha só, orgulho e preconceito tb foi o meu primeiro encontro com essa autora. não só gosto do livro como amo as adaptações para o cinema. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas Pedrita!!! Somos duas!!! :) Beijos para você também <3

      Excluir
  8. Oiee Pandora! Sou louca para ler algo da Jane Austen e fico louquinha toda vez que lendo uma nova resenha de um dos livros dela. Só pelo o que os outros falam da escrita de Jane, já fico me imaginando fã. Ansiosa para ler algo dela, tenho esse livro, mas o tempo para ler não surge.
    Te desejo um ótimo Natal e Ano Novo
    Beijos
    Paloma Viricio- Monólogo de Julieta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Paloma!!! Foi muito bom te conhecer nos descaminhos da blogosfera literária. Feliz Natal para você também. E sim, Jane é viciante!!!

      Excluir
  9. Pandora, eu me apaixonei, de verdade, por Mr. Darcy quando vi o filme.
    Vc mora no Recife?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Paula, eu sou de Recife! E o Darcy também é uma paixão da minha vida!!!!

      Excluir
  10. Eu estou louca para ler Orgulho e Preconceito, desde que vi o filme, me encantei tanto que não paro de pensar em como deve ser ter os livros em mãos e finalmente poder entrar no mundo da Jane. Espero mesmo virar fã dela, já que eu tenho grande admiração pela história dela como escritora, e isso é uma inspiração :D
    P.S: Obrigada por ter ido comentar lá no meu blog, o seu comentário trouxe esperanças para mim, que talvez o que eu faço seja mesmo a coisa certa...
    http://sonhos--literarios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda, de nada, foi um prazer encontrar seu blog!!! Espero que quando você venha a ler "Orgulho e Preconceito" se encante também!!!

      Cheros mil...

      Excluir
  11. Menina, eu amo, amo, amo esse livro!! É um dos queridinhos da minha estante. Tenho uma versão bilíngue dele, é o máximo.
    É praticamente impossível não se apaixonar pelo Mr. Darcy... ainda mais depois de assistir ao filme onde ele é interpretado por Matthew Macfadyen.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah o Matthew é um Darcy tão, tão, tão fofo que até ofuscou a Keira Knightley. E que luxo uma edição bilíngue, morro de vontade de comprar uma assim.

      Cheros Fernanda, sempre um prazer te ver por aqui! =)

      Excluir
  12. Esse Livro é Lindooo! Eu amo o meu Livro, é aquela edição Bilíngue e de capa Dura, um verdadeiro Luxo haha
    Orgulho e Preconceito foi o único (ainda) Livro que li da Jane Austen, mas quero muito ler outros,,
    Beijos, Seguindo
    http://aculpaedosleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir