O Hobbit [Resenha do Filme]

Aviso: nesta postagem falarei dos dois filmes da série e farei uma pequena comparação com Senhor dos Anéis. Nada muito cult, apenas "aleskeiro"


"A Desolação de Smaug" é o segundo filme da trilogia O Hobbit. Se você viu o Legolas nos posteres, sim você está certo: tem a ver com O Senhor dos Anéis . Não é uma continuação, na verdade é uma aventura que aconteceu antes que Frodo tivesse seu primeiro encontro com o anel "precioso". Na minha opinião, teria sido melhor que o Hobbit tivesse saído primeiro, pois muita coisa ficaria mais clara e fácil de entender na saga do anel, mas talvez não tivesse tido tanto apelo como tem agora.

Quando o Senhor dos anéis saiu em cartaz eu não gostei. Acho que até hoje não gosto muito, só gostava das partes que a Liv Tyler aparecia, porque achava super fofo o romance dela com o Aragorn imagina como não fiquei decepcionada em saber que no livro, o casal não tinha tanto destaque ou quando o Legolas e o Anão brigavam disputando quem matava mais inimigos. Porém, quando o Hobbit saiu, um amigo me falava tão bem da série que resolvi ver, e para minha surpresa acabei gostando bem mais do Hobbit que da aventura que a precede.


Acredito que agora, muitos fãs da aventura de Frodo estejam me xingando. Esperem! Deixem ao menos eu me explicar.  Para que eu goste de uma história,  preciso ter empatia (ou uma pequena simpatia) com o personagem principal, e a única participação do Frodo era carregar um anel e sofrer o peso da responsabilidade. Eu como sagitariana, sempre me identifico com os personagens que estão dentro da aventura, quer dizer que possuem um papel mais ativo, como o Aragorn e o Legolas, por exemplo, ou com aqueles que dizem coisas engraçadas, como é o caso do Bilbo. Aliais, fico pasma como ele sabe enrolar o inimigo. Parece até aquela propaganda do casal que enrola as pessoas com perguntas idiotas para acessar a wi-fi do lugar.

É claro que também percebo alguns pontos negativos na segunda série. O Hobbit também sofre do mesmo problema que a saga do Anel: finais abruptos. Não sei se é porque o filme é tão bom que a gente queria ver mais ou se os roteiristas se divertem frustrando o público, mas os filmes sempre acabam no que deveria ser o clímax. No entanto, apesar disso,  penso que a série diverte mais . É claro que tem alguns conflitos clichês como a necessidade de Bilbo mostrar que é fiel aos anões, o conflito do rei anão entre dever e amizade etc, mas talvez haja mais química entre os personagens já que eles não se separaram até agora (a não ser o Gandalf, mas este personagem sempre tem algo mais interessante para fazer até o momento crítico reivindicar sua presença né verdade?).

Bom, parando a análise achismo seria mais correto,  vamos resumir a ideia dessa série: Gandalf, em um certo dia, resolve que é chegada a hora dos anões reconquistarem Érebor, sua cidade natal que fora ocupada pelo dragão Smaug. Só que na cabeça do mago, eles precisavam de um hobbit (acho que era porque hobbits tinham os pés peludos e por isso seriam mais silenciosos). E é aí que eles praticamente obrigam Bilbo a virar o ladrão deles. Pois, como o antepassado de le tinha demonstrado  coragem, atributo bastante incomum para um hobbit, criatura que ama a vida e as comodidades. Mas seguindo com o bonde, o grupo foge de Orcs, elfos sábios que não achavam prudente acordar Smaug (e elfos pouco sábios que queriam uma pedra amaldiçoada) e muitas criaturas das trevas como o Smeagle, as aranhas gigantes (elas pareciam muito com aragogue*, será que eram parentes?), um troca peles e um necromante.
Space Ghost Zombie.

O tempo todo você fica numa expectativa angustiante para saber o que vai acontecer.  Quando Bilbo acordou o dragão, eu tive tanta pena dele que quase chamei a Daenerys Targeryan para amansar a fera. Ainda bem que o dragão gostava de ser bajulado e deixou Bilbo acessar a Wi-fi por alguns minutos, enquanto os anões se decidiam a tomar providências.
Depois desse resuminho mega rápido, vou fechando a resenha antes que eu diga mais alguma besteira e mais fãs queiram me estrangular a pesar de eu ter gostado bastante da série. Só espero que o próximo filme saia logo para eu não cair na tentação de ler o livro, porque lá viria mais uma resenha comparando filme com livro(sabe comé né? Essas coisas de nerd bocó).




Obrigada pela atenção!
Alê Lemos.




Nota: 



Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

9 comentários:

  1. Oii, tudo bom?
    Eu nunca li nada do Tolkien, mas assisti aos três filmes de Senhor dos Anéis e ao primeiro filme do Hobbit. Para ser bem sincera, ao contrário de você, acabei gostando bem mais de Senhor dos Anéis. Talvez isso tenha acontecido porque assisti O Hobbit no cinema, meio que obrigada sem saber nada da história e nem sobre O Senhor dos Anéis (ainda não tinha assistido a trilogia!), então acabei não gostando, por isso não tenho muita vontade de ver o segundo.
    Vou ver se assisto novamente ao primeiro e quem sabe assim me animo para ver o segundo =)

    Beijoss
    Thaís - Instinto de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkk. Bom, A Desolação de Smaug é melhor (o Legolas reaparece kkkk), Eu diferentemente de vc rss vou rever o senhor dos aneis agora depois de ver o hobbit. aliais vou ler o livro do senhor dos aneis tb. vamos ver o q acho depois. bjins

      Excluir
  2. não li em detalhes pq ainda não fui ver. o primeiro está passando na tv a cabo. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adorei a sua resenha :)
    Confesso que não tenho interesse nenhum tanto nos livros quanto nos filmes.. Mas enfim.
    Não consegui assistir O Senhor dos Anéis ainda ):
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi flor,
    Gostei da sua resenha.
    Sempre gostei de Senhor dos Anéis, mas quando assisti ao primeiro filme de Hobit gostei mais heheh, já nos livros foi o contrário vai entende, sou um pouco indecisa mesmo.
    Ainda não assisti ao 2º filme de Hobbit, mas desse ano não passa.
    O que eu também não gostei em ambos foi esses finais abruptos como você comentou aqui na sua resenha.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  5. Tbm amei o hobbit, tanto o livro, quanto os filmes, ainda não vi Senhor dos aneis, mas parece ótim!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Alê!
    Todo mundo fala tão bem desses livros/filmes e eu fico me perguntando se sou alguma ET que não curte muito. Já assisti os filmes de O Senhor dos Anéis, mas faz tanto tempo que não me recordo de muita coisa. Acabo que não tenho quase nenhuma curiosidade em ver O Hobbit...

    Mas penso em ler o livro.
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Eu olho para esse Hobbit e só posso lembrar do Watson em Sherlock kkkkk

    Dany é RAINHA u.u
    Quero muito ver o filme, mas no primeiro fiquei com o bumbum, então vou esperar sair em DVD kkkkk

    Beijos
    http://literaturaummundoparapoucos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir