Como eu era antes de você [Resenha Literária]


Eu li um livro!

Você deve estar pensando: grande coisa! Ela leu um livro, ela sempre está lendo um livro! Pessoas leem livros! Isso não é um grande feito, ela não merece medalha!

E não mereço mesmo! Mas este livro, assim como outros, não todos, só alguns, de um modo incomum, mexeu comigo, e muito. Foi como se meu coração estivesse sendo apertado pelas mãos de alguém, com força. Os personagens ficaram tão próximos de mim que eu senti tudo que eles sentiram. 

Toda vez que eu leio um livro que eu gosto ou que me marca de alguma forma, depois que já o fechei e suspirei, sempre volto pra ler as últimas palavras ou algum trecho que gostei mais, que achei mais importante, palavras que quero tentar guardar pra sempre. Neste livro eu não tive coragem de fazer isso. Eu o fechei e mesmo tentada a ler novamente aquelas palavras eu não o fiz, eu encerrei aquela história tão linda e que me ensinou tanto. Deixei a saudade entrar. Saudades de alguém que eu não conheci, só li. Compreensão de uma alma que não existe, ou existe dentro da autora.

O livro quando mexe comigo entra no meio da bagunça da minha vida, se mistura a tudo que estou sentindo, é como se ele estivesse vivo dentro de mim e de repente neste livro me surpreendi quando entendi de quem o título estava falando, porque primeiro eu achei que era de um, mas era de outro, talvez tenha sido dos dois.



Como eu era antes de você me fez pensar muito, esperar muito, acreditar muito, julgar muito. Por um segundo apenas eu queria poder estar perto, bem perto daquele personagem e dizer pra ele assim: 

“Olha, eu não queria, eu não sei se acho certo, mas eu entendi, eu entendi mesmo, às vezes a gente quer de um jeito e a vida escolhe outro, mas tudo bem, eu compreendo o que você fez. É isso ai! Eu entendi!”

Foi assim que eu me senti quando li a história de Lou e Will, uma garçonete que tem um namorado que não parece ser o dela, poucas ambições, uma família que precisa dela e de sua ajuda financeira.

Quando perde o emprego, mesmo sem qualificações, Lou vai ser cuidadora de um tetraplégico muito rico e muito mal humorado. A convivência dos dois é uma verdadeira troca, eles aprendem juntos, superam juntos, trocam suas dores, se completam. O livro é uma lição e este post é muito mais uma opinião do que uma resenha, já que alguns livros fazem isso com a gente e Como eu era antes de você fez comigo.

Dados do livro
Livro: Como Eu Era Antes de Você 
Autora: Jojo Moyes
Editora Intrínseca

Nota:



Marise 

Leia também

Depois de você

Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

11 comentários:

  1. Eu entendo perfeitamente como você se sentiu ao terminar esse livro, ele realmente mexe com a gente, eu não sabia se chorava ou se sorria, mas sei que ficou uma coisinha apertada no peito quando terminei de ler, eu recomendo pra todo mundo. Ainda não tive oportunidade de ler mais livros da autora, mas quero muito fazer isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriana, eu não tive coragem de ler outros livros da mesma autora, sinceramente eu fiquei com medo daquele aperto no peito, da mistura de sentimentos, rsrsrs. Sou covarde, né? Obrigada por comentar.

      Excluir
  2. Fui na turne intrinseca hoje e vi várias pessoas comentando que esse livro era maravilhoso e agora leio essa resenha, realmente, parece que o destino está mandando eu ler ele, hahaha


    te espero no http://www.whoisllara.com/

    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lara, obedeça o destino, rsrsrs. Obrigada por comentar.

      Excluir
  3. Eu simplesmente me encantei com a sua resenha. Deu para sentir tudo o que você passou com ele. Adoro quando os livros nos envolvem de tal forma e são poucos que conseguem tal feito.
    Estou realmente curiosa para saber como esse livro vai me afetar. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luara, muito obrigada! Fiquei encantada com suas palavras. Que bom que consegui passar meus sentimentos sobre o livro e agora também estou curiosa em saber como este livro vai te afetar, depois me conta. bjs

      Excluir
  4. Olá!!

    Tenho como desejado outro livro dessa autora. E que resenha foi essa que você fez.

    Sei como que são esses livros que mexem conosco. Contudo, você soube expressar isso tão bem que eu fiquei arrepiada, para não dizer outra coisa. Quem sabe não leio ele também daqui à algum tempo?

    Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Natália, muito obrigada por suas palavras, é muito prazeroso saber que te fiz arrepiar e espero que você leia e volte para me contar o que achou, se também sentiu o mesmo ou algo parecido que eu senti. bjs

      Excluir
  5. Muita gente fala que esse livro é tão tocante e intenso, e eu não consigo ficar menos que ansiosa para leitura com isso. Aliás, a autora está bombando e pelo visto é a mais nova queridinha do drama. A capa é linda, pode não ter muita importância, mas eu me encantei por ela.
    Sua resenha me deixou encantada e eu fiquei realmente convencida a ler. Vejo que é uma daquelas leituras que simplesmente precisam ser aproveitadas.
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Marise. Quando li este título eu disse: esse livro eu queria ler! Não o li ainda mas vou fazê-lo, principalmente agora, depois que li seu desabafo ou, usando as suas palavras, "é mais uma opinião do que uma resenha". Realmente, tem livros que fazem isso mesmo com a gente. Filmes também.
    E queria deixar uma sugestão pra vocês. Como são muitos participantes, seria desejável que houvesse no índice uma identificação de quem escreveu o que. Fica como dica. Abraços.
    Sou Alberto Valença do blog Verdades de um Ser e colaborador de Meu pequeno vício.

    http://verdadesdeumser.com.br
    http://meupequenovicioo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    Por essa e outras boas opiniões sobre esse livro, ele está na minha lista de desejos.
    Acredito que vou gostar muito de lê-lo.
    É muito bom quando lemos um livro e achamos tão bom como você descreveu. É um sentimento tão gratificante e agita nosso sentimento.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir