Sobre o Kobo: Nossas impressões [Devaneios]

Produto: Kobo Glo e Kobo Touch (Leitores de ebook)
Fabricante: Rakuten/Kobo Inc.
Distribuidor: Livraria Cultura
Preços: Glo: R$399,00; Touch R$299,00


E cá estamos nós, em uma tentativa inédita de escrever um post a dois no blog O Que Tem na Nossa Estante! Eu, (Alexandre), e nossa amiga Pandora (Jaci) recentemente optamos por entrar no mundo dos livros digitais e decidimos escrever  nossas impressões sobre os nossos queridos aparelhinhos, que adquirimos, da marca canadense/japonesa Kobo.

Claro que essa nossa experiencia não podia ficar sem um post, assim optamos então por escrever por aqui o nosso curioso dialogo sobre o novo brinquedo, abaixo em vermelho, Pandora; em azul, Alexandre:

Aparência sóbria dos Kobos. O branco é o Glo, o preto, o Touch.

Pandora:
O Alexandre me perguntou como se começa um post em dupla... Bem, eu não sei... Suponho que começando néh?!? Enfim, o fato é que ele me convenceu a, por métodos ilícitos e tortuosos a vender meu rim para comprar um Kobo e cá estamos nós escrevendo juntos sobre a curiosa experiência de ler livros não impressos em papel.
Alexandre Melo:
Diferente do que a malvada da Jaci diz, o rim dela não valeria tanto quanto o Kobo. kkkkk O aparelho não estava tão caro. Mas, ainda assim, penei para fazer essa menina comprar o aparelho! Só depois de 3 longos meses consegui convencer ela a vender o seu rim para algum califa árabe e adquirir o aparelho.
Pandora:
Sou obrigada a admitir o quanto eu apresentei resistência e tive preconceito com esse aparelhinho. Angustiou a minha alma pensar na hipótese de trocar o papel pelo não-papel #SouDramatica. No processo cheguei a me solidarizar com todos os monges feudais do mundo e sentir com eles a angústia de ver seus livros tão laboriosamente escritos a mão serem trocados pelas "porcarias" publicadas através da má, cruel e sanguinolenta imprensa de Gutemberg. Mas, para minha alegria e pena sou obrigada a concordar com cada linha dita pelo famigerado Alexandre.]
Alexandre Melo:
Ok, sem todo o drama mexicano da Pandora, posso dizer que minha experiência com o Kobo, após 4 meses de uso é das mais satisfatórias. Tenho gostado muito de ler com ele. Sua praticidade aliada a seu tamanho e peso facilitam a leitura. Não podemos negar que o aparelho sai bem na foto! Já li alguns livros com o e-reader e posso dizer que comi minha língua, principalmente pela resistência que tinha de entrar no mundo dos livros digitais. Não abria mão de cheirar os livros, e enfileirar eles na estante. Mas é o que sempre digo, néh Dona Pandora, cada suporte a leitura tem sua função, um não veio para substituir o outro, mas para somar.

Tela inicial do aparelho conta com a capa dos livros, e uma pequena estatística de leitura. Fácil de criar uma biblioteca e organizar seus livros.

Pandora:
Olhando o Alexandre falar em "um não veio para substituir o outro" me pergunto se alguém não disse o mesmo aos monges feudais quando as primeiras bíblias impressas foram vendidas kkkkk... Eu sei que "Somente a fênix ascende e não desce. E tudo muda E nada se perde realmente.". Mas o papel me introduziu no mundo da leitura aceitar outra forma de ler foi difícil.
Cases originais, compradas na Livraria Cultura, com preço um pouco salgado, mas muito bonitas e estilosas.
Alexandre Melo:
Sim... Sim... Dona Pandora, mas vamos a descrição dos aparelhos. O meu, por exemplo, é um Kobo Glo, que adquiri na promoção de inicio de ano da Livraria Cultura,que revende o aparelho oficialmente no país, por R$ 250,00 (atualmente está mais caro)  Comprei o modelo branco com traseira cinza, pois achei mais elegante que o preto ou vermelho. O aparelho conta com iluminação chamada ComfortLight. Tecnologia que, diferente de ler em tablet ou computador, este não cansa a vista. eu duvidava, mas realmente não cansa mesmo! A tela é de e-ink, uma tecnologia que usa tinta em vez de pixels para formar as palavra e imagens na tela do aparelho, aproximado a experiência com a leitura em papel. Ambos modelos contam com tela de 6'' e capacidade para armazenamento de 2 giga, que dá aproximadamente para  1000 livros em sua memória interna, que pode ser expandida com um memory card. Segundo o site do vendedor, a resolução da tela, é de 1024X758, em preto e branco, apesenta 16 níveis de cinza. mas nunca apresentará em sua tela 50 tons de cinza!
Pandora:
O meu aparelho é o Kobo Touch, mas eu o chamo intimamente de "cubo" mesmo... E posso dizer que é um fofo, negro como a noite ou como ébano da janela da mãe da Branca de Neve. Não tem luzes para ler no escuro, mas é muito confortável, leve, cabe na minha menor bolsa, com a capa. Tem WiFi, e tela sensível ao toque. Nas duas ultimas semanas passei 88 das minhas horas ao lado dele, ou seja, tanto quanto o livro físico o Kobo facilmente se torna um companheiro de caminhada nesse vale de lágrimas chamado de vida. 
Alexandre Melo:
Jaci empacou tanto na época, que perdeu a promoção do Glo, e quando realmente decidiu comprar, teve que pegar um modelo inferior, poiso Glo havia esgotado. Mas legal ver que depois de todo o mimimi e dramalhão mexicano, a Pandora leu mais em um mês que eu em três! Concordo ela, realmente é muito bom levar o aparelho para onde você quer. Outra coisa boa dele é que ele lê arquivos epub, que são os mais comuns formatos de livros digitais. Diferente do  seu concorrente direto, o Kindle, da Amazon, que lê apenas o seu formato proprietário (mobi).
Pandora: 
Mas tenho que dizer, para mim, o melhor coisa do Kobo não é seus super-poderes e sim, parafraseando uma fala que a esposa do Alexandre me disse certa vez: 'eu não preciso saber nada técnico sobre ele, basta deixar nas mãos do Alexandre que ele resolve' kkkk...
O aparelho Touch possui um botão físico na frente, e não conta com a Confortlight, mesmo assim, é um ótimo dispositivo.

Pandora:
Brincadeiras e dramas a parte, admito não ter muitas criticas ao Kobo. Cada centavo que dei nele foi um investimento e não um gasto. Indico sinceramente a qualquer amante da leitura que deixe o preconceito de lado e experimentar a brincadeira. Acho que a única critica possível de ser fazer ao Kobo é o fato da bateria dele acabar, mas isso resolvo continuando a levar um livro físico na bolsa, afinal velhos hábitos não devem ser substituídos facilmente .
Alexandre Melo:
O legal é ver como a Pandora, apesar de jurar amor eterno ao Kobo, esculhamba com o seu aparelho. O meu tem 4 meses e está novinho, o dela está todo sujo e empoeirado. Aconselho a quem quiser comprar um e-reader a adquirir também uma flanela para a limpeza do dito cujo (viu Pandora?!) e favor: Não leia comendo!
Pandora:
Aviso aos navegantes: Alexandre é virginiano... Afff... Que povo perfeccionista, higienista... tudo ista...

Alexandre Melo:
¬ ¬  Melhor encerrarmos por aqui e irmos finalmente ao veredicto:
Ignorem a minha horrível mochila ao fundo da fotografia....


O VEREDICTO:


Prós:

Tamanho e peso
Possibilidade de levar muitos livros na bolsa ou mochila
Preço dos ebooks relativamente mais em conta relativamente mesmoooo
Facilidade de leitura (ajuste de tamanho de letras, formato, etc)
Aparelho elegante muito fofo
Duração da bateria (um mês para leitores comuns) uma semana, no máximo oito dias
Aparelho discreto, não chama ladrão chama siim...
Levíssimo
Facilita muito para quem ler enquanto come Nunca leia comendo

Contras:

Aparelhos lento lento, mas gera paciência
Travamento
ebook não tem cheiro (óbvio) rsrs
Preto e branco
Acessórios muito caros e difíceis de encontrar "alternas"
A bateria só resolve acabar quando você está no clímax da história.

Finalizamos dizendo em uníssono:
Vale a pena adquirir um aparelho e-reader!
Vida longa aos ebooks

NOTA


Alexandre Melo
Jaci Pandora
Compartilhe no Google Plus

Sobre Alexandre Melo

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

29 comentários:

  1. Hahaha adorei o post duplando falando do kobo...
    Eu leio ebooks e gosto bastante de ler aquees q n tenho certeza se vou gostar entao leio em ebook...
    So q eu so tenho o ipad mas gosto mt! Um dia quem sabe eu tenha um e-reader mesmo,,

    Forever a Bookaholic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Ler no ipad deve ser maravilhoso. Já vi o ibooks e achei muito bom a experiência. Contudo, o diferencial do e-reader é exatamente o conforto e a falta de outros recursos que "tiram" o foco da leitura. (como por exemplo, redes sociais e jogos) Volte sempre!

      Excluir
  2. Eu devo ter um ereader a uns 3 anos, mas o meu primeiro foi o kobo mini e não usei tanto assim. A edição digital costuma ser mais barato, mas muitas vezes tinha uma edição no sebo mais barato! No caso usava mais para ler livros em domínio público.
    Este ano ganhei um kobo aura hd e ele tem a função do pocket que é muito bom! Ele serve para salvar os sites para ler depois e baixa automaticamente no kobo, então posso ler os longos textos de sites confortavelmente no kobo! (assim que eu leio o texto de vocês inclusive).
    Acho que único problema que eu teho com o kobo é que eles vendem livros diferentes para cada região por problemas de licença. No caso eu fiz com que minha conta fosse no Japão para economizar no frete, mas não posso comprar livro nacional! Neste caso acabo comprando digitalmente no saraiva, mas não vem com a graça de alguns detalhes do reading life.
    Também uso o kobo no celular para quando não quero carregar uma bolsa para o (gigante) aura hd!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eiti. Obg pela visita! Meu Glo também tem esta função pocket (ainda não explorei ela) mas com certeza é um recurso muito legal. Em relação ao vínculo de seu aparelho com a loja japonesa, creio que existe uma forma fácil de alterar O firmware para vincular ele à loja da Cultura. Procura na internet que existem tutoriais para te ajudar. Volte sempre! :)

      Excluir
  3. A coisa que mais amo no meu Tablet e poder ler livros digitais! Eu uso o Saraiva Reader ou leio em pdf sem programa mesmo, ao contrário de alguns não tenho problema nengum com o programa da Saraiva, funciona perfeitamente no meu tablet! XD

    Beijocas e adorei o post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Mi! Quem sabe um dia você não compra um ereader?
      Bj!

      Excluir
  4. Vi em algumas comparações que o Kindle tem melhor capacidade de processamento e, portanto ele não trava e vira mais rápido as páginas. Eu tenho o Kindle há um ano e meio e ele nunca travou. Nenhuma vez precisei reiniciar o dispositivo.

    Eu sempre recomendo que as pessoas tenham um dispositivo, seja Kobo, seja Kindle, só para leitura, pois o tablet tem a questão da iluminação da tela, que pode incomodar a visão de algumas pessoas. Uma amiga minha tem tablet e quando viu a comodidade e a leveza do Kindle, quanto comparado ao tablet dela, ela decidiu comprar um para leitura, pois o peso incomodava e a bateria caía rápido demais.

    Abraço!

    momentumsaga.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente o Kindle é mais estável pelo que os navegantes dizem. Optei pelo Kobo primeiro pelo preço, que à época estava muito mais em conta que o Kindle, segundo pela maior variedades de livrarias que vendem os livros no formato específico (epub), e pela oportunidade de ir à loja física e comprar o aparelho no ato, manuseando e conhecendo. Não curtiria ficar convertendo todos os livros que compro. Mas de toda forma, se fosse pra trocar co Kobo pelo Kindle, só o faria se fosse pelo Kindle Papper White.
      Abraços!

      Excluir
  5. Cara achei ótimo esse novo jeito de blogar. ri muito das diferenças de opinião e jeito de vcs dois. Mas devo apoiar a pandora numa coisa o Alê é muuuuuuuuuuuito virginiano! kkkkkkk e a Pandora é muito geminiana, pq é mestra em concordar discordando. Pandinha, pra tu eu só digo: "pau que nascer torto nunca se endireita"
    To considerando ter um e reader, eu vivo brigando com a minha estante pra arrumar espaço pra mais um livro nela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Aleskita, só você mesmo!!! Sabia que você ia concordar comigo em relação a virgianicidade do Alexandre. Nunca vi mais organizado!!! Aleskita, você ia adorar um e-reader ele representa a possibilidade de ter todos aqueles livros fúteis ao alcance da mão sem que a gente precise deixar que eles se acumulem na nossa estante.

      Excluir
    2. Vocês falam tanto que sou organizado, pq não viram ainda minha estante de livros, minha mesa de computador e a área de trabalho do meu PC. Quando tiverem chance disso, vão desistir de acreditar em signos! kkkk Abraços!

      Excluir
  6. Olá!!

    Sou das antigas e adoro ler livros físicos, mas confesso ter curiosidade sobre ler e-books. Tenho dois salvos aqui no pc que infelizmente já devem estar todo empoeirado porque não gosto de ler no pc, cansa a vista.

    Fiquei em dúvida sobre qual é melhor e qual comprar (como se eu tivesse dinheiro).

    Gostei desse post duplo. ^^

    Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Natália eu também amo a materialidade do livro físico. Sempre achei que o papel seria o suporte definitivo a leitura, mas assim como a madeira cedeu espaço ao papel talvez o papel tenha que ceder espaço ao aparelhinhos... e talvez, isso não seja de todo ruim... Um e-reader não é um livro físico, mas também tem seu valor.

      Excluir
  7. Oi Alexandre!
    Gostei de saber mais sobre o Kobo! Eu tenho um Kindle, e acho que a bateria dura bastante, dá pra ler dois livros inteiros sem carregar a bateria, se você deixar no modo avião.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu Kobo também dura bastante Sora. Ele dura tranquilamente 50 horas de leitura, quase uma semana.

      Excluir
    2. Pois é, as baterias de ereaders são uma maravilha, se comparadas a dos tablets. Obrigado por nos visitar, Sora! Venha mais vezes! :)

      Excluir
  8. Eu tenho um kobo glo e acho ele excelente, me fez economizar mt dinheiro, eu n me incomodo com a forma do livro e sim com o conteudo, então certamente foi uma compra que valeu a pena.
    Adorei o post!

    http://www.whoisllara.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lara eu digo o mesmo!!! Ele me ajuda a economizar horrores, inclusive com frete que as vezes sai mais caro que o livro.

      Excluir
  9. Adorei a postagem. Ficou muito divertida alem de passar a informação para os leitores. Tenho um Kindle e relutei muito em comprar. Mas depois que meu sobrinho comprou e começou a ler muito mais livros que eu nele, eu decide testar. Algumas das desvantagens que vocês citaram eu não senti no kindle como o travamento e ser lento. Nem a bateria me deixou na mão, pelo menos por enquanto.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sil!!! Que bom que você se divertiu com a gente, nosso objetivo é justamente esse comunicar de forma divertida. Eu também tive preconceitos com o bichinho, mas fui vencida. Agora com vocês falando da bateria do kindle começo a pensar que o kobo, apesar de travar, tem uma bateria que dura muitoooo... Recarrego o meu em média de 50 em 50 horas.

      Excluir
  10. OI Pandora Oi Aexandre

    Que bom ler esse post em dupla falando sobre o KOBO. Eu sou usuária já tem um ano e para mim tem sido muito bom. É meu companheiro e já tem lugar cativo em minha bolsa. rs
    Concordo com o Alexandre que é bom ter uma flanelinha pra manter sua tela limpa.
    Gostei de saber que o meu é igualzinho ao da minha doce Pandora.
    Uma coisa que não fiz questão de usar foi a capa. Prefiro usar em uma bolsinha que ocupa menos espaço ainda em minha bolsa.
    Cada um com suas manias.rs

    Um beijos a todos e uma ótima semana


    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obg Irene! é sempre bom conservar bem nossos suados investimentos! kkk Abraços!

      Excluir
  11. Adorei o post!!! Não conhecia o blog, agora já está em meus favoritos.
    Ficou muito divertido de ler, além das dicas e posição de cada um.
    Recomendo outros, uma ótima dupla.

    Bjkas, Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Kaka! Seja bem vinda! Espero que continues nos visitando. Ah, e eu e a Jaci adoramos ir um contra o outro! kkk Abraços!

      Excluir
  12. Adorei o post!!! Não conhecia o blog, agora já está em meus favoritos.
    Ficou muito divertido de ler, além das dicas e posição de cada um.
    Recomendo outros, uma ótima dupla.

    Bjkas, Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  13. Gostei de encontrar este blogue. Escolhi esta postagem agora para comentar porque estou começando a ter contato com e-reader há pouco tempo. Claro, prefiro o livro físico. Mas por que não, às vezes, dar uma chance, não é? Tenho um Kobo glo que ganhei de minha namorada. Geralmente, ela me dá livros "de verdade", mas achou bom inovar. Acho até legal para ler uns contos, no máximo. Um dia, ainda lerei algo extenso nele, penso.
    Grande abraço a quem faz este espaço e grato pela passagem por meu blogue.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por nos visitar, Kleiton! Tenho certeza que você vai adorar cada dia mais ler no ereader!
      Abraço!

      Excluir
  14. Oi Pandora (e Alexandre).
    Desta vez foi facílimo encontrar sua postagem aqui. Por incrível que pareça, acertei logo de primeira. E não foi porque tinha visto algo lá no seu "Uma Pandora e sua caixa". Fui direto na postagem do Kobo. Já estou te conhecendo um pouquinho.
    Bem, deixe-me discordar de vocês (mas sem desejar criar polêmicas). Tenho um Kindle e estou satisfeitíssimo com ele. Não quero promover um debate sobre o assunto pois tenho minha opinião formada e sei que vocês têm a de vocês. Mas com exceção do cheiro e do preto e branco, o Kindle não tem essas desvantagens. Nunca fiquei na mão por causa da bateria que dura uns 3 a 4 meses, e nesses 8 meses que tenho o meu, ele nunca travou. E o uso muito. Leio nele constantemente, sempre tenho uma das minhas leituras simultâneas pelo menos, no Kindle, e tenho mais de cem livros nele. E outra coisa: não é verdade que o Kindle não lê epub. Li nele recentemente, o livro de uma parceira que ela disponibilizou em epub pra mim - Vingança mortal. Então, informaram coisas falsas a vocês.
    Abraços.

    Sou Alberto Valença do blog Verdades de um Ser e colaborador do blog Meu pequeno vício.
    http://verdadesdeumser.com.br
    http://meupequenovicioo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alberto, obg pela visita. Tenho ouvido já faz tempo que o Kindle não trava, e não engasga, tenho certeza que é verdade. A questão da bateria nunca foi problema para mim, na realidade ela nunca me deixou na mão, só no Kobo da Jaci que acontece isso, e acredito que é devido a ela ler muuuuuuuuuuito mais que eu durante o dia, além de o Kobo dela ser o modelo touch, de entrada, logo a bateria dela acaba mais rápido; no mais a do meu Kobo tem o desempenho muito bom. Em relação ao Kindle ler ePub eu desconheço até o momento... a não ser que tenha saído alguma atualização no firmware, que possibilitou isso, ou que foi usado o serviço Send to Kindle, que converte automaticamente o arquivo... mas que bom, se for o caso! :) Falamos isso baseados em mais de um site e blog, que informaram essa questão, e inclusive o próprio site da Amazon, que fabrica o produto.
      Abraço!

      Excluir