Questão de Desejo - Livro 02 As Irmãs Shelley [Resenha Literária]


Livro: Questão de Desejo
Autora: Louise Allen
Editora Harlequin

"Questão de desejo" é o segundo romance de época da trilogia sobre as irmãs Shelly, mas você não precisa ler os livros em ordem de lançamento, já que as histórias são independentes umas das outras. Anabella é a filha do meio de um pai pastor de uma cidade do interior de Londres. As outras irmãs acabaram fugindo de casa porque não aguentaram a opressão do pai, que odeia todas as mulheres da terra, além de abusar da boa vontade das meninas, fazendo-as de escrava! 

Anabella é a filha que permanece em casa para cuidar do pai e inclusive já havia aceitado esse destino, até eu aparece Rafe, um duque charmoso que em pouco tempo seduz a jovem ingênua. Rafe consegue o quer, abandona Bella da pior maneira possível e meses depois ela descobre estar grávida. Bella, então foge de casa em busca de Rafe, mas quando chega em sua mansão descobre que o cafajeste está morto, mas encontra amparo com seu irmão Elliot. 

Pra falar bem a verdade não é nada plausível os motivos que levam Eliot a assumir a criança do irmão e se casar com Bella, mas vamos fingir que a gente acredita nos argumentos e seguimos com a história, mesmo porque, embora clichê, o enredo apresenta algumas questões interessantes. Anabella sofre um trauma muito grande na sua primeira vez e acredita que é uma mulher frígida, já que só sente dor no sexo, tanto que trava completamente na sua noite de núpcias, o que é um assunto bastante interessante em romance, que geralmente fantasiam a primeira vez da mulher, como se fosse tudo uma maravilha, o que geralmente não é!

Elliot é um homem paciente, aceita Anabella como ela é, não a pressiona e ajuda em tudo que precisa, mas possui seus defeitos. Elliot não consegue aceitar bem o fato de ter que criar o filho do irmão, embora tenha sido esse mesmo o motivo do casamento. Elliot se apaixona por Bella e por conta disso começa a ter muito ciúmes do bebê, antes mesmo dele nascer! Já Bella também se apaixona por Elliot, mas sua insegurança é uma questão a ser vencida.

Obviamente que todos os aspectos do século 19 (corretos ou não) estão presentes na história e “Questão de desejo” não foge disso, mas achei que pela estrutura dos personagens acabou sendo um romance de banca até que bem desenvolvido! Tanto que quero saber mais sobre o destino da última irmã Shelly!

Nota:


Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

1 comentários:

  1. Comecei pelo segundo também e gostei tanto que li o primeiro (muito melhor) e estou partindo para o terceiro. Nem parece leitura de banca de tão bem estruturado.

    ResponderExcluir