Chatice de fã #RickRiordan parte 2 : As Crônicas dos Kane e Percy Jackson

Olá, Olá!

Aqui é a Alê falando de novo. Vocês devem estar estranhando eu vir falar tantas vezes esse mês, afinal normalmente só tenho 3 post mensais, mas resolvi tentar pegar a dianteira da prefeita Michele, que é a que mais trabalha por aqui (falando no número de resenhas). Na verdade estou de palhaçada, vim mesmo para quebrar um galho (Severinaaaaaa!)*  enquanto meus talentosos colegas resenhistas capricham nas suas obras primas.

Então, indo para o X da questão, vim falar das minhas chatices literárias. A primeira delas é o que chamo de "preconceito literário". Sabe, quando saíram "As Cronicas dos Kane" eu disse para mim mesma: "ai que saco, o titio Ricky não podia agilizar lá a série do olimpo? Ele tinha mesmo que fugir pro lado dos faraós?" Só de birra eu resolvi não ler "Não, não e não! Vai ser um saco!", e até que eu resisti por muito tempo. Só resolvi vencer meu lado teimoso quando a Mi resolveu ler (e porque algum site desses me mandou um email de promoção com a"Pirâmide Vermelha" a 15 reais) e agora só vejo que fui uma bocó por não ter lido antes.



Bom, agora que estou nas páginas finais do primeiro livro de Carter e Sadie Kane minha chatice de fã número 2 ficou martelando na minha cabeça: "Caraca! As histórias tem uma estrutura muito parecida!". Pois é, comecei a estabelecer semelhanças nas histórias e bateu aquela vontadezinha de fazer um post. É claro que é esperado que o estilo narrativo seja o mesmo, afinal, o autor de ambos é o Riordan, mas há detalhes, aliás, fatos que se repetem, tipo: Percy no "Ladrão de raios"  precisa ir ao mundo dos mortos para completar sua missão, e os Kane também (só que ao invés de Cérbero, Sadie e Carter encontram Anúbis), ambos tem mascotes mitológicos (Bastet para Sadie e um cão infernal para Percy) e nos dois universos o sonho tem grande importância nas decisões dos personagens.  A única diferença é que no sonho egípcio o espírito chama-se "ba" e a pessoa fica com corpo de galinha/peru (Carter e Sadie os chamam assim) e viaja pelo "Duat" (que não entendi bem o que é, mas é uma zona onde o tempo é diferente), mas de qualquer forma, é sempre nos sonhos onde as grandes revelações são feitas e os personagens constroem seus planos em cima do que descobrem.

Acho que essas coincidências apontam a visão que o autor tem das mitologias, porque é com a mesma pegada (estrutura) que ele desenvolve as coisas. Quer dizer, o fato dele trabalhar com semideuses e filhos de faraós que tem a habilidade de se apossar de parte do poder dos deuses me mostra isso. Acho que as duas condições são um bocado semelhantes, pois Carter e Percy são humanos com forças sobrenaturais que precisam consertar a bagunça dos deuses. Estou louca para que o autor lance logo a série sobre mitologia nórdica para conferir se minha teoria está certa.

Agora eu vou ficando por aqui. Qualquer outro dia venho trazer uma chatice para vocẽs!

Beijos da Alê Lemos

* Essa piada sem graça (mas que eu não consigo evitar de fazer) é uma referência ao personagem Severino de Paulo Silvino (aquele do "cara-crachá").
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

11 comentários:

  1. aaah !
    tenho que dar um basta no meu preconceito literário! Li PJO e depois vi brotar na livraria outros 500 livros do riordan e resolvi que não ia ler... sei lá porque! agora estou super curiosa para conferir e ver se é tão bom como pintam hahaa! mas acho que se for sempre com a mesma pegada... não vou curtir. não gosto de sempre sempre a mesma fórmulazinha... sabe?!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  2. não é chatice, é amor!
    ainda não li, mas pelo visto é uma boa escolha quando se quer ler algo mais elaborado para esse tipo de gênero!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie! Não sou fã dos livros dele, mas amo mitologia! Mas quero em breve da mais uma chance para os livros dele!
    Bjs, tem promoção no blog http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/08/promocao-de-aniversario-do-amor.html
    se puder comentar nesse post ajudará muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/08/linhagens.html
    Nay =D

    ResponderExcluir
  4. Olaaaa.. Nao li nadinha do Rick Riordan então não sei muito sobre isso.. Mas foi bom saber q a estrutura e igual pois se eu gostar de percy jackson vounler as crinicas de kane :)

    http://www.marianaperazio.com/2014/08/a-agenda-de-harry-potter-e-catalogando.html#comment-form

    ResponderExcluir
  5. Link certo hahaha

    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiii
    Gente nem sabia dessa que ele vai lançar algo sobre mitologia nórdica.
    Já vou arrumar um cofre pq né HAHA
    Eu tenho o primeiro livro do Percy, comecei mas não me empolguei.. ainda darei mais uma chance.

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  7. Até o momento, o Rick Riordan nunca me decepcionou...ks
    E estou até atrasado, pois ainda não terminei As Crônicas dos Kane e nem Os Heróis do Olimpo.
    Mas a série The 39 Clues, que ele está junto com os outros autores, eu consegui terminar.. Uhull

    Abraços!!
    http://macaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá! Acho essa série bem legal, sempre gostei de mitologia egípcia e acho que da forma que o Rick conta podemos entender melhor como funcionam os poderes e esse tipo de coisa, espero que vc gostei daa trilogia de forma geral!

    http://www.whoisllara.com/

    ResponderExcluir
  9. Do autor só li Os Olimpianos, que amei
    Mas alguns autores tem essa mania mesmo, criam um esqueleto e fazem tudo com base nisso
    Tomara que nessa nova série ele inove
    Já estou seguindo ;)

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá!!

    Não li Percy Jacskon pelo motivo que falei no outro. Um preconceito literário, eu sei. Achei interessante a abordagem do seu texto. Ter o mesmo estilo é bom. Ou seja, se eu fiz e fez sucesso, por que irei mudar? O problema é justamente o que você citou: utilizar os mesmos clichês de uma série na outra, trocando apenas alguns elementos. Isso prova que Rick Riordan talvez não seja assim tão talentoso quanto parece ser (visto o que seus fãs falam de suas obras).

    Bom, como não li todos os livros (fiquei só no Percy Jacskon), vou indo antes que me taquem pedras aqui.

    Até mais

    ResponderExcluir
  11. Oi, Alê!
    Pense em uma garota completamente apaixonada pelo tio Rick. Sou eu. Os únicos livros dele que ainda não li foram os dois únicos da série Tres Navarre publicados aqui no Brasil (confesso que não tenho lá essa empolgação para ler). Ao contrário de você, já vejo muitas diferenças entre a série do Percy e dos Kane, que apesar de ter gostado da última não creio que chegue aos pés de PJ, haha. Mas acredito que seja um boa trilogia sim, quando não comparada a Percy Jackson.

    Beijão!

    ResponderExcluir