Procura-se um marido [Resenha Literária]


Livro: Procura-se um marido
Autora: Carina Rissi
Editora Verus 

Quem não gosta de romance sempre me pergunta como ler um livro que é tão óbvio? Com personagens e situações clichês? Eu sempre digo que por mais que o final seja evidente e as situações sejam as mesmas um bom autor é aquele que sabe desenvolver bem um clichê, isto é, por mais óbvio que seja ele empolga o leitor, seja pelos diálogos, seja pelas atitudes dos personagens ou simplesmente pelo desenrolar da história, ainda que possamos deduzir o final! Foi exatamente assim com “Perdida”, Carina Rissi me empolgou com uma história diferente, ainda que repleta de clichês. Sem contar que a protagonista que era bem despojada e engraçada. Infelizmente não posso dizer o mesmo de Alicia, em “Procura-se um marido”.

Não vou dizer que o livro é ruim, mas nem de longe me empolgou como “Perdida”, a começar por uma protagonista que não gera empatia por ser irresponsável e mimada. É certo que Alicia cresce ao longo da história (ponto para Rissi), mas ainda assim não me gerou empatia. Segundo problema no livro é o desenvolvimento. Eu sei que os fãs da autora vão querer me matar, mas achei o enredo lento demais para uma história que aparentemente prometia ser mais descontraída. Eu esperava mais romance ou comédia romântica e os dramas de Alicia não me convenceram. Eu simplesmente nem achei graça e nem fiquei com pena pelo fato de Alicia ter que andar de ônibus. Ou o fato de ninguém no seu trabalho confiar na capacidade dela, Alicia nunca fez nada na vida, por que alguém confiaria nos talentos dela? E eu tinha mesmo que ficar com pena dela por isso? Ou rir com o desespero dela em ter que andar de ônibus?

Por outro lado, antes que os fãs da autora me matem, eu gostei da trama que envolve seu tutor, Clovis, óbvio que desde o princípio fica evidente que Alicia foi um tanto injustiçada e mais evidente ainda é que ela foi enganada. Tão evidente que eu tive vontade de entrar no livro e dar uns tapas em Alicia pra ela enxergar as coisas direito (outro ponto pra Rissi).

No final das contas, “Procura-se um marido” tem seus pontos positivos, um protagonista masculino tudo de bom, uma boa química em relação ao casal, mas poderia ter tido, a meu ver, um ritmo mais ágil e uma protagonista mais simpática (que nos convencesse dos seus tormentos). De qualquer forma continuarei lendo os livros da autora e o próximo será “Encontrada”!

Nota:



Michele Lima

Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Não me interessei muito pelos livros dessa autora, mas quem sabe um dia eu leia por pura curiosidade mesmo.rs Bela resenha ><

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que pena q vc n gostou tanto assim.. Eu amei, achei super divertido e li numa sentada só..
    Da Carina preciso ler encontrada (faltando $$)
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  3. A sinopse me chamou atenção justamente por ela ser irresponsável hahaha
    gosto desse tipo de livro que vamos acompanhando o crescimento da protagonista.
    Beijo!

    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  4. Oie!!
    Eu gosto de romances porque, por mais que seja clichê, sempre tem uma coisinha nova na história.
    Pena que esse livro não foi tão empolgante, mas ele continua na minha lista de desejados, junto dos outros livros da autora!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir