Invocação do mal [Resenha do Filme]


Quem me conhece sabe que eu sou muito, mas muito medrosa! Nem sempre fui assim, mas depois de adulta me tornei uma covarde de carteirinha quando se trata de filmes de terror e de brinquedos de parque de diversão! 

O fato é que o último filme de terror que assisti de livre e espontânea vontade, sem mudar toda hora de canal, foi A bruxa de Blair (1999), tudo bem que foi no cinema, o máximo que podia fazer era cobrir os olhos! Porém, depois do pesadelo de tirar o siso eu me senti corajosa de novo e resolvi assistir Invocação do mal! E não mudei de canal nenhuma vez! (mentira, mudei umas três vezes, mas meu marido ameaçou desligar a TV se eu continuasse covarde daquele jeito!)


Invocação do mal tem um tom de documentário, baseado em fatos reais, por isso no começo não me deu tanto medo, estava mais interessada em saber sobre a vida do casal protagonista, investigadores de fenômenos paranormais e autores associados com casos de destaque de assombração, Ed (Patrick Wilson) e Lorraine (sempre excelente Vera Farmiga), claro que não deixei de ter medo da Annabelle, nunca mais olharei para um boneca da mesma forma! Porém, quando uma família com cinco filhos se muda para uma linda casa no campo é que eu realmente comecei a ter medo! Ed e Lorraine são consultados pela mãe Carolyn Perron, cansada dos fatos estranhos em sua casa e do medo das filhas. Ao chegarem na casa, Lorraine percebe que o que os assusta é muito mais perverso do que imaginam. Uma bruxa mata o filho e oferece a Satã e em seguida se mata na árvore de casa! Depois disso, todos que passam por lá acabam passando por alguma tragédia, por isso a casa é assombrada por mais de um espírito.


A maternidade e a possessão são colocadas lado a lado, o que não é novidade nos filmes de terror, em que uma coisa leva a outra. Se dar à luz é uma dádiva divina, matar essa dádiva seria um presente ao diabo. E na família Perron, existem cinco pequenas dádivas correndo perigo! E não vou mentir, a questão do cheiro pobre, a facilidade com que uma das filhas do casal diz ter um amigo espírito na casa, a outra que é sonâmbula e os relógios que param sempre na mesma hora são clichês de filmes de terror, mas me deram medo mesmo assim (agora você entende porque eu realmente sou medrosa). Porém, apesar de muitas casas serem um horror para assim serem assustadoras, não se pode dizer o mesmo da casa dos Perron, que parece ser realmente um lar feliz e aconchegante, o que me pareceu bem original, por fugir dos cenários óbvios dos filmes de terror.

De qualquer forma Invocação do Mal, dirigido James Wan, pode até não conseguir fugir de todos os clichês, mas por abordar fatos reais, já que o casal Ed e Lorraine Warren realmente existiram, dão um toque mais realístico ao filme. Eu realmente não sei como Lorraine conseguiu viver com o dom dela sem temer constantemente pela filha. Muito menos como possuir um quarto cheio de artefatos amaldiçoados, incluído a boneca Annabelle, só sei que mesmo que eles não fossem amaldiçoados eu não teria coragem de guardá-los! E se você curte um bom filme de terror, tenho certeza que vai conseguir tirar melhor proveito de “Invocação do mal”, mais do que eu que não consegui prestar muita atenção aos detalhes da direção! Só que me pareceu um ótimo filme para nos deixar no mínimo estupefatos só com a possibilidade de tudo aquilo ser real. 



Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Invocação do Mal
Título Original: The Conjuring
Diretor: James Wan


Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

8 comentários:

  1. eu adoro esse gênero e gostei desse filme, comentei aqui http://mataharie007.blogspot.com.br/2014/10/a-invocacao-do-mal.html beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Eu acho Invocação do mal meio ZZZZ...

    Mas vejo que tem os seus méritos.

    Não a ponto de eu querer rever sempre...

    gotasdexp.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Mas tipo assim, prefiro assistir Invocação do mal... Do que assistir novamente Annabelle...


    Pois Annabelle é mais ZZZZZ ainda

    kkk'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriel eu sou muito medrosa, fiquei semanas com medo kkkkkkkkk

      Excluir
  4. Olá,
    Morro de medo de filmes de terror, sério. Então nunca veria esse e, se eu visse, acho que não iria dormir por mais de uma semana. Meu medo ultrapassa os limites!
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá! Não consigo assistir filmes assim mesmo que ele seja muito bom, fico com medo só de saber que é terror.

    http://whoisllara.com

    ResponderExcluir
  6. Eu descobri recentemente porque não gosto de filmes de terror e derivados... Gosto de histórias que começam tudo ruim e terminam tudo bem, não gosto de histórias que começam tudo bem e de repente o caos, o perigo, o medo e tudo o mais... Sou mole para essas coisas... não aguento terror... me tornei o tipo de pessoa que primeiro pergunta :"Tem final feliz?" e depois decide se ver! kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto de livros de terror, mas de filmes não heheh. Morro de medo também. Acho que é a musica que no livro não tem. Por isso não assistiria esse filme não.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir