Sangue Azul [Resenha Literária]

Antes de começar a resenha, gostaria de tecer alguns elogios à editora pela verdadeira arte que usaram para trazer a história de Ana Carolina à luz. Tanto a capa como a organização dos capítulos e o enfeite nas páginas finais deles revelam um capricho e um carinho imenso com a obra, que durante esta resenha vocês terão o prazer de observar, pois fotografei tudo. Dá orgulho de exibir na estante!


 Título: "Sangue Azul"
Autor: Ana Carolina Delmas
Editora: Miguilim
Ano:2014.

Esse é o primeiro romance de Ana Carolina Delmas e posso dizer que ela se saiu surpreendentemente bem.  Conheço muitos autores iniciantes que tem ideias ótimas, mas se enrolaram com a metodologia em seu primeiro romance, mas Delmas, uma colega historiadora, conseguiu passar nessa provação. Não deixou pontos soltos e demonstrou maestria ao utilizar todos os personagens que criou com precisão.

Página de abertura do capítulo

A história se trata do fulminante amor entre Nicholas, um arqueólogo, e Olívia uma menina tímida e superprotegida pelos pais que se sente o ser menos importante do universo. Quando a heroína se muda para Londres para trabalhar na livraria dos pais sua vida muda completamente. Sem saber começou a atrair a atenção de seres das trevas e vários mistérios sobre seu passado  voltaram à tona, ajudando-a a descobrir quem era e a ficar madura  para assumir um relacionamento.

encerramento do capítulo
Confesso que no início (mais ou menos nas primeiras 50 páginas) fiquei achando que se tratava apenas de mais um romance hiper meloso, mas a autora vai bem de devagarzinho soltando algumas pistas sobre a trama e isso foi me atraindo cada vez mais para saber onde ia dar. O que descobri? Bom, Delmas criou um mundo hiper complexo  com seres mitológicos variados, cenas de ação incríveis, guerras, romance, amizades verdadeiras, segredos de família, feitiços entre outras coisas.

Além disso, opera um crescimento da personagem principal que a destaca um pouco dos romances produzido por Norah Roberts e companhia. Olívia começa como uma donzela indefesa que precisa ser sempre salva, mas aprende a se transformar em animais,a lutar com espadas e a encarar guerras. Em certos momentos sua bravura e força é tão grande que deixa Nicholas para escanteio, pois protagoniza a maior parte das cenas de luta, sem no entanto ficar masculinizada e virar "o homem da relação", como algumas pessoas dizem por aí.

Em alguns momentos senti influência de Harry Potter, na leitura, porque construir um mundo tão redondinho com criaturas tão diversas é coisa para poucos, sem falar que Olívia e Nicholas também vivem um mundo que mistura realidade e fantasia, sem falar que é um mundo bem contemporâneo. Aí quando resolvo buscar um resumo do livro para vocês no skoob, acabei encontrando o facebook da autora e ela tinha compartilhado o que? Tchantcharantchan: um vídeo sobre Harry Potter. Será um acaso? Bom, só sei que fiz questão de deixar um recadinho dizendo o quanto gostei do livro.

Dou 4 Harrys fofos para Delmas. 


Um beijo pessoal!
Alê Lemos
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

3 comentários:

  1. Oiiiêê....
    Ainda não tinha visto falar no livro, mas achei a sinopse bem atrativa, kkkk, e a capa bem legal,
    vi outras resenhas do livro, e parece que o livro é bem bacana es pero poder compra-lo em breve
    Bjks

    Passa Lá No Meu Blog: http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. É um livro muito bacana mesmo.
    Fico feliz de tê-lo na minha estante.

    ResponderExcluir
  3. Já quero ler só pela capa e depois de ler a resenha, já está na lista.
    Adoreiiiii. Amo livros assim, minha cara. Não conhecia nem a autora e nem o livro.
    Acho incrível quando achamos que o livro vai ser uma coisinha boba e clichê e de repente tudo se transforma.
    Amei.

    Beijos

    Coleções Literárias

    ResponderExcluir