Ligeiramente Maliciosos [Resenha Literária]



Ligeiramente Maliciosos começa com uma linda mentira por parte dos dois protagonistas! Judith está indo pra casa de sua tia rica para ajudá-la e também impedir que suas irmãs tivessem o péssimo destino dela e Ralf, aparece no meio do caminho, encobrindo sua identidade de irmão de um duque. A carruagem de Judith tem um acidente na estrada e Ralf ajuda a protagonista, que finge ser uma atriz. É certo que Judith interpreta tão bem o papel que Ralf nem desconfia que ela perde a virgindade com ele. Para Judith os dias com Ralf são como um sonho antes de enfrentar o pesadelo na casa de sua tia e Ralf fica completamente encantado com ela. Porém, o que nenhum dos dois sabia era que a tia de Judith é vizinha da avó de Ralf e que este estaria cortejando a prima mimada da protagonista.

É interessante notar que Judith tem uma personalidade fortíssima, apesar de ter que obedecer as ordens de sua tia, que vendo que a sobrinha, com seus cabelos vermelho, é muito mais bonita que a filha, trata de conseguir deixá-la horrorosa. Além disso, quando Ralf descobre a farsa de Judith, com peso na consciência por conta da virgindade da moça, acaba propondo-lhe casamento, coisa que ela dispensa rapidamente! Na verdade Ralf demora bastante pra perceber que está completamente apaixonado por Judith e ela demora bastante pra acreditar que a vida dos dois juntos dará certo!

É óbvio que o livro está cheio de clichês, tem um toque de Cinderela e Judith como criada acaba sendo quase violentada, mas nada disso tira a beleza da história. Na verdade, eu que adoro um clichê e gostei bem mais de Ligeiramente Maliciosos que Ligeiramente Casados. Dessa vez a autora Mary Balogh conseguiu fazer a história fluir bem mais rapidamente, sem enrolação, levando tudo ao clímax com o assunto das joias roubadas, fazendo com que o Wulf se sobressaísse mais uma vez na história. Ainda que ele continue sendo um duque arrogante e frio, o personagem não se nega a ajudar Judith, mostrando assim, um lado bem mais compreensível, como se não desse a mínima para o que a sociedade fosse falar! Além disso, temos a irmã amarga, Freyja, que também acaba tendo uma participação divertida na história. Aliás, já estou morrendo de vontade de ler o próximo da série que será com ela.

Resumindo: Ligeiramente Maliciosos é um livro leve, gostoso de ler e recomendando para quem gosta de um bom romance.

Dados do livro:

Livro: Ligeiramente Maliciosos - Os Bedwyns # 02
Autora: Mary Balogh
Nota:





Michele Lima


Compartilhe no Google Plus

Sobre Michele Lima

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

7 comentários:

  1. Resenha otima beijinhos
    ja estou seguindo.
    hlanjens.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Michele!
    Ainda não li nenhum livro dessa série, mas adoro esses romances cheios de clichês, então claro que quero ler. Ainda mais agora sabendo que a personagem principal é forte!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  3. Olá!!

    É impressão minha ou a "moda" agora são livros clichês mais chiques? Não sei você, mas esse livro me lembrou aquelas séries que existem ao monte da Editora Arlequim. E outra série no mesmo estilo seria aquela que começa com o Duque e Eu.... Só pela sinopse já da para perceber isso!!

    Aliás, falando em livros, eu preciso ler O Duque e Eu, que pelo que ouvi por aí é uma Jane Austen moderninha com uma pitada de hot!.

    Até mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que dizem Naty, mas eu já li as duas (Julia e Austen) e ainda tenho minhas dúvidas, mas leia e depois me conta o que achou kkkkkkkkk E sim é um tipo de livro estilo os da harlequim, mas não conta pra ninguém, porque tem gente que lê e adora, mas diz que não gosta de romance de banca kkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. pode surtar agora ou daqui a pouco?
    sou apaixonada por estes romances de época e ja faz um tempo que acompanho o trabalho da Mary no face, com as multiplas divulgações! Estou conhecendo uma nova forma de escrever romance de época que esta me encantando! Mary tem um jeito especial de escrever
    ja apaixonada
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Resenha ótima também adoro livro clichê e principalmente de época, e olha não conta pra ninguém mais sempre li livro de banca e adorei bjos.

    Gavetas de pensamentos

    ResponderExcluir
  6. Oi Michele!
    Confesso que tenho uma certa resistência com romances de época,acho que as histórias meio que acabam se repetindo.Mas diferente de alguns romances de época gostei da sinopse e das suas opiniões.Acho que vou dar uma chance pra história :D
    Beijos!!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir