5 capas de livros em edições Brasileiras

Olá galera estanteira! Hoje estou aqui com a missão de mostrar para vocês as cinco capas de edições brasileiras mais bonitas da minha estante. Faz algum tempo, a Jaci nos presenteou com um vídeo onde ela mostra as suas capas (clique aqui e veja). Bem, hoje eu mostro as minhas, não dez, mas cinco.

Muito se diz que "não se compra livro pela capa". Pois bem, eu digo polemicamente que "se compra sim livro pela capa" mas calma, não é o que você está pensando. Nunca uma bonita capa valerá mais que o conteúdo do livro que abriga, mas o que quero dizer é que um livro é uma obra de arte completa, e sendo obra de arte, todo o conjunto deve estar em perfeita harmonia, e nisso inclui-se o conteúdo (que é o mais importante), a arte da capa, a qualidade da encadernação, o papel, a impressão e o acabamento. Claro que não vamos ser levianos ao ponto de dar mais valor a capa do que a historia dentro dela, mas que atire a primeira pedra quem nunca ficou com vontade de ler um livro por conta da belíssima capa? É a primeira impressão que temos quando nos deparamos a um livro, e por conta disso, as editoras estão caprichando bastante nesse quesito ultimamente.

Antes de mostrar as capas, quero desabafar uma coisa ODEIO CAPA DE LIVRO COM ARTE DO FILME, e dificilmente uma delas estará no meu top. Pronto, podemos começar:
Não elenquei as capas por ranking, por isso, não necessariamente a primeira é a mais bonita nem a ultima a menos bonita. Será um post mais fotográfico, do que textual, então vamos lá!

PÓ DE LUA

Adoro a capa de Pó de Lua. O acabamento do livro da Clarice é muito show, o livro foi pensado para parecer um cadeno moleskine, com Cantos arredondados e lateral azul. muito show de bola. A Intrínseca está de parabéns!



O PLANETA DOS MACACOS

O Planeta dos Macacos, do Pierre Boulle, lançando pela Editora Aleph é outro muito interessante, segue a ideia do Pó de Lua, também parece um mosleskine, com cantos arrendondados, e ambos os livros, apesar de não possuírem orelha (odeio livro sem orelha) estão entre as capas que mais gosto.




A CULPA É DAS ESTRELAS

Muitos podem não gostar da história - não é o meu caso -  mas não há o que negar, que a capa de A Culpa é das Estrelas é top. Pode perceber que após ela, vieram muitas capas parecidas em outros livros. A capa é minimalista e muito interessante. Lançou tendencia entre as artes de livro.



A DESUMANIZAÇÃO

A  Desumanização, do português Valter Hugo Mãe, é amor certo. Totalmente abstrata, mostra o mimo da Cosac, ao colar adesivos para inserir o titulo no livro, alem do papel ter uma textura diferenciada. Eu adorei.


Essa barra preta com o título é um adesivo!

AUTO DA COMPADECIDA

O Auto da Compadecida do imortal Ariano Suassuna fecha essa seleção, apesar de ter uma encadernação simples, o livro conta com uma capa de arte sensacional, que remete a diversas etapas da história e a tradição nordestina. Show de bola.



Bem turma, espero que tenham gostado. Deixem ai nos comentários quais as suas capas favoritas! Abraço e até a próxima!

Alexandre Melo
Twitter: @_alexandremelo
Compartilhe no Google Plus

Sobre Alexandre Melo

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

8 comentários:

  1. Olá, Alexandre! Tudo certinho?
    Eu adorei as suas escolhas! AMO DE PAIXÃO a capa do livro "Pó de lua". Eu não o tenho, mas o desejo. Já vi na livraria e fiquei encantada por ele. Clarice encanta com suas ilustrações e sua poesia doce. Preciso desse livro. Também gosto muito dessa capa de "A culpa é das estrelas" - além de gostar da estória -, me lembra as cores do Grêmio <3.
    Não conhecia essa capa do Auto da Compadecida. Já quero um exemplar dessa edição. Que linda!

    Bela seleção. Curti!

    Um abraço.

    Blog || Fan Page

    ResponderExcluir
  2. lindas as capas mesmo. do valter hugo mãe a máquina de fazer espanhóis que é uma capa parecida e igualmente bonita http://mataharie007.blogspot.com.br/2015/03/a-maquina-de-fazer-espanhois.html
    beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. Oi Alexandre!
    Como não amar ACEDE? Eu AMO AS EDIÇÕES, tanto do filme quanto do livro normal. Amo mesmo. Amo o livro, então que se dane o que pensam. Eu amo <3
    Acho a de Pó de Lua linda também, sem duvidas, e as edições da Darkside e da Aleph sempre são um ahazo só sem duvidas.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá!!

    Das capas que você mostrou eu curto bastante a de A culpa é das estrelas, único livro que você citou que está presente na minha estante... e você pode me xingar, mas eu curti a capa do filme que a Intrínseca colocou no livro (a única capa de filme em livro que gosto acho)...

    até mais

    ResponderExcluir
  5. Essa capa de O Planeta dos Macacos está realmente maravilhosa. Uma das edições mais bonitas que eu tenho na minha estante.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  6. Oieee
    Pó de Lua tem uma capa maravilhosa, mas a de Planeta dos Macacos *0* Acho incrível
    Curti muito o post ;p
    Beijinhos Screepeer
    http://screepeer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Alexandre.
    Adorei as suas escolhas. Dos que você escolheu não tenho nenhum na minha estante. Até tinha ACEDE, mas para abrir espaço na estante, eu doei. Não tem como não dizer que a capa é a primeira coisa que olhamos quando vamos ver qualquer livro. E se já conheço um livro e ele tem várias edições é claro que vou comprar o da capa mais bonita hehe. Também odeio capa de filme.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Oi! Esta edição de O planeta dos macacos não é só linda, como diferente. A capa de ACEDE não é a minha preferida, mas ainda assim prefiro esta do que a do filme, não curto quando relançam para promover a adaptação nos cinemas.


    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir