O dragão de gelo [Resenha Literária]


Autor: George R. R. Martin
Editora Leya
Ano: 2014

Eu não li toda a Saga de Gelo e Fogo do George Martin. Na verdade tive muito pouca "resiliência" como diz Pandora, para terminar os livros (ainda não terminei o segundo), mas adoro o universo que o autor criou - e que eu conheço de spoilers e da série de tv- principalmente por causa da mãe dos dragões, a rainha Daenerys Targeryen. Gosto muito  dessa personagem porque é fascinante o modo como ela pensa, porque é uma pessoa da nobreza, mas que age quase como uma comunista. Outro motivo que justifica meu encanto por ela é a ligação que Danny mantém com essas criaturas mitológicas que são os dragões. Adoro tudo quanto é criatura fantástica (sereias,fadas, pégasus,ciclopes,duendes e por aí vai).

Acho que foi por isso que não pude resistir quando  vi  "O dragão de gelo" vendendo na internet, principalmente por ser um livro de literatura infantil (estilo que amo até hoje). Eu não sabia se tinha realmente alguma ligação com a aclamada saga do autor, mas agora que terminei acredito que tenha sim. A história dá uns "easter eggs" que sugerem isso, mas o que  confirma mesmo,  foi o fato de meu irmão ter ganho o guia de luxo da série (que fala de tudo o que o autor deixou no ar para aumentar nossa aflição de fã) e ler lá sobre uma lenda dos dragões de gelo.  Por isso desde já aviso que o povo que acompanha a série leia esse "O dragão de Gelo" porque provavelmente deve ser um detalhe importante para os próximos livros.


Nossa! Eu de novo quase transformei esse texto numa "Chatice da Alê"! Rapaz, espero que a prefeita Michele não me dê um esporro por causa da nerdice excessiva... Enfim, a principio achei muito estranho que Martin fizesse um livro infantil (Ai meu Deus! O homem quer traumatizar as crianças!), pois ele não se dá muito bem com finais felizes, mas me surpreendi. O livro é muito fofo, apesar de não ter uma história bobinha que poupe as crianças dos infortúnios da vida (fala de guerras e batalhas).

Adara é uma menina loira que penso morar para as bandas de Valíria, num lugar onde as estações do ano ocorrem como no nosso mundo (em Westeros o verão está durando por anos). Ela nasceu no inverno e sua pele é bem fria. Aliás acredito que até a personalidade da menina tenha incorporado a frieza do inverno que lhe trouxe à vida (e que levou sua mãe), pois Adara quase não sorri ou abraça ninguém, sua expressão facial não muda. Ela se dá com as criaturas do inverno, feitas de gelo, e brinca com elas no castelinho que constrói todo ano com o gelo das árvores.

A criatura que mais ama, porém, é o dragão que a observa desde sempre. Ele só aparecia no auge do inverno como a lhe desejar feliz aniversário. Muito rapidamente se estabelece uma relação de amizade e mútuo entendimento entre eles e aventuras começam. O problema é que o exército do rei está perdendo a guerra, que cada vez mais se aproxima da vila de Adara. E agora? O que vai acontecer?

É meio ruim terminar uma resenha com esse mistério todo né? Bom, então vou deixar uma prévia das ilustrações maravilhosas do livro para vocês. Espero que vejam o lirismo delas, que representam bem o mundo frio e cinzento de Adara, ao mesmo tempo que dá um tom fofo e infantil à história:


Beijos da Alê.


Nota: 5 harrys.
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

7 comentários:

  1. Olá, Alê.
    A ilustração no final não apareceu hehe. Ainda não conhecia esse livro e como gosto muito da saga, vou ter que adicionar a minha lista. Eu assisti a primeira temporada antes de ler os livros e quando vi como terminava com o nascimento dos dragões, é claro que tive que comprar os livros hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil! Corrigi o problema. provavelmente o link que eu peguei foi retirado do ar, então fotografei o livro mesmo. Também assisti a primeira temporada antes dos livros kkk mas no meu caso deu preguiça mesmo. Só estou acompanhando a série de tv. Beijos da Alê.

      Excluir
  2. Oi tudo bom?
    Incrivelmente da para perceber que quando o Martin quer, não é só sangue e putaria kkk
    Esse livro precisa ser verdade no universo de GOT, daria uma luz para quem espera o final da série

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou na torcida também Telêmaco! (aliás que nome maneiro você tem hein?). É bom dar um intervalo no sangue e na putaria de vez em quando rss um abraço!
      Alê.

      Excluir
  3. Oi Alê!
    Eu não acompanho mais a série Game of Thrones nem li os livros, mas me interessei por esse livro justamente por se distanciar do sangue e sexo que tem na série.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Eu peguei esse livro outro dia na Cultura e fui lendo... Gente como o final foi melancólico Aleskita! E ao mesmo tempo lindo de morrer! Fiquei encantada com o tio Martin e seus lirismo! É o tipo de livro que eu quero ter na minha estante, não sei porque ainda não tenho!

    ResponderExcluir