Wayward Pine [Resenha de séries]


Wayward Pines é uma série baseada no romance Pines de Blake Crouch, foi desenvolvida por Chad Hodge, dirigida por M. Night Shyamalan e estrelada por Matt Dillon que interpreta o Agente Secreto Ethan Burke que sai à procura de Kate Hewson, interpretada por Carla Gugino, uma agente que está desaparecida e que foi sua amante.

Ethan sofre um acidente de carro e acorda em um hospital na cidade de Wayward Pines. Ele tenta entrar em contato com o serviço secreto e com sua esposa, mas não consegue. O protagonista encontra o agente companheiro de Kate morto, apodrecendo em um casebre e na cidade tudo é envolto em muito mistério, ninguém responde perguntas, ninguém pode falar sobre o passado. Quando ele encontra Kate, ela diz que está na cidade há 12 anos enquanto Ethan acredita que estavam juntos há apenas duas semanas.

Enquanto Ethan tenta descobrir os mistérios que envolvem a cidade, Theresa, esposa de Ethan interpretada por Shannyn Sossamon e Ben, filho dos dois, na pele do ator Charlie Tahan, vão atrás dele e no caminho sofrem um estranho acidente investigado pelo Xerife da Cidade e também acordam no hospital de Wayward Pine.


A família combina de ir levando aquela situação até que descubram como sair da cidade que é cercada por uma enorme e potente cerca elétrica com um portão elétrico gigantesco. Quando Ethan tenta fugir por ali, ele houve gritos horríveis e uma sombra disforme entra e recolhe o corpo do Xerife que Burke matou ao tentar fugir com sua família.

Existe algo atrás daquela cerca. Existe um motivo pelo qual as pessoas são vigiadas por câmeras e ouvidas em todos os lugares da cidade. O telefone toca cada vez que alguém faz alguma coisa errada e para convocar a cidade para as execuções, porque sim, as pessoas são executadas em praça pública na pacata Wayward Pines.


Eu me senti atraída pela série só pela menção do nome de M. Night Shyamalan e também pela participação de Matt Dillon e os primeiros episódios realmente mexeram comigo. Muito mistério, uma cidade tensa, uma enfermeira que parece ser má, muito má. Um psiquiatra que encontra com o chefe dos agentes que quer cancelar tudo, mas o psiquiatra informa que não dá mais tempo. Tempo de quê? E eles estão em uma cidade que parece ser Seattle, não dá para entender.

Depois de ver alguns capítulos eu li em algum lugar que a série seria futurista e pós apocalíptica, isso me tirou em parte o interesse pela série, mas eu já tinha começado a ver e como a primeira temporada só tem 10 episódios não encontrei motivos para parar. Eu acho que estou vendo séries bizarras demais e pensei em me tornar uma pessoa mais normal, assistir a seriados com mais açúcar, mas não é para mim e agora que cheguei ao último episódio de Wayward eu preciso saber: é isso mesmo? Vão matar esta pessoa sem dó? Tem certeza disso? Aquele povo vai ficar daquele jeito, são eles quem vão mandar agora? Pode isso? E os aberras? No bom mineirês: quêquéaquilo? Não dá para ver os órgãos genitais, hahahaha. Tá, eu não queria ver mesmo não.

Wayward Pines foi renovada para uma segunda temporada e eu vou ter que assistir, não vou poder ser normal o ano que vem, vou ter que deixar este projeto para outro ano.

Nota:



Marise
Compartilhe no Google Plus

Sobre Michele Lima

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

7 comentários:

  1. Oi, Michele!
    Eu assisti o piloto dessa série, mas não me agradei muito. Depois que descobri que era adaptação de um livro.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Oi...
    Gostei muito da serie !
    Achei a premissa bem interessante e com certeza vou assistir .
    Beijos

    coisasdediane.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ainda não assisti a essa série, mas gostei bastante da premissa. Acredito que iria curtir acompanhar.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de novembro. Você pode ganhar um livro incrível!

    ResponderExcluir
  4. Marise
    Gostaria poder ter tempo de curtir essas série, mas já me conheço e vou começar e depois abandonar por motivos mil. E gosto muito séries desse gênero.Mistério e suspense é comigo mesmo.
    Beijos

    Saleta de Leitura


    ResponderExcluir
  5. Oi Marise! Eu ainda não consegui assistir nenhum episódio, mas li o livro e amei. Há sim um lado futurista e pós apocalíptico, este foi o grande diferencial da obra e que me ganhou totalmente.


    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  6. Oi Marise.

    Tive que rir muito com essa de deixar para ser normal em outro ano. kkkkkkk Super me identifico! :D :D Fiquei louca com a sua descrição da série. Já estou correndo para ver também, pois não sou nem um pouquinho normal mesmo! kkkkk Tenho para te indicar a Hemlock Grove. Vi somente a primeira temporada, mas gostei bastante e levei uns bons sustinhos. Espero que goste. Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Sério que vai ter segunda temporada? Acho que vi em algum lugar que não, e que foi adiantada pra dez episódios pra terminar mesmo. Eu gostei, só achei que no final ficou meio tudo rápido demais.

    ResponderExcluir