5 melhores livros de 2015

2015 foi um ano repleto de lançamentos e vamos combinar que é sempre difícil ler todos! Nós da Estante tentamos ao máximo e agora prestes a chegar 2016, nós resolvemos falar do melhor livro do ano na opinião de cada colunista.

Michele Lima - O príncipe dos canalhas - Loretta Chase (Editora Arqueiro)


Definitivamente o canalha Belzebu de Loretta Chase me conquistou. Quem acompanha minhas postagens aqui no blog sabe que amo um romance de banca e achei os protagonista da Loretta bem diferente e fugindo um pouco dos clichês! Belzebu é de fato um canalha e se considera um homem feio, claro que o protagonista tem um grande trauma familiar, afinal, todo romance precisa de uma pitada de drama. Já Jess, a heroína, não é nada meiga e bobinha, pelo contrário é bastante inteligente e manipuladora. Os dois possuem uma ótima química e entram numa guerra que quem vence é o amor. Loretta visivelmente brinca com a nobreza do século 19 e com isso acaba nos divertindo num romance de época que surpreende bastante com seus personagens!

Jacilene - Como se apaixonar - Cecelia Ahern (Novo Conceito)


A Cecelia não errou uma na composição dessa história. Ele te emociona, faz rir, faz chorar, enternece e cativa. Imagine uma pessoa com a vida em frangalhos tentando mostrar a um potencial suicida o valor da vida. É o dialogo do roto com o esfarrapado, matriz para situações impagáveis, gerador de vários momentos de ternura e desenrolar de uma jornada de autodescoberta. A história de como a Christina e o Adan se conhecem e vivem sua história é simplesmente demais.  Exceto pela capa, “Como se apaixonar” é lindo, redondo, emociona e faz pensar. Não existe um caminho através do qual eu não ame esse livro.

Marise: Becky Bloom em Hollywood -  Sophie Kinsella (Editora Record)


Se eu fosse comentar sobre o livro que eu li este ano e gostei mais que todos os outros eu estaria com sérios problemas. Eu li muitos livros, gostei muito de todos, teria o meu preferido sim, mas como vou comentar sobre o meu livro favorito publicado em 2015 é muito fácil fazer esta escolha, eu vou ser fiel à minha preferência de estilo de leitura e eleger Becky Bloom em Hollywood de Sophie Kinsella o melhor dos melhores. Eu fico realmente admirada com a inteligência e criatividade de Sophie e fico atônita com o modo como ela não se perde no mesmo personagem depois de tantos livros contanto a história da consumista Becky Bloom, agora Brandon.

Beck continua fora do limite do cartão de crédito e do comportamento e muitas vezes durante a leitura eu fico pensando que é demais, que algumas atitudes dela são muito doidas, mas ai eu lembro de coisas que eu fiz, que minha família reclamou ou lembro da minha filha dizendo que ando lendo livros demais, pois tenho tido grandes ideias e assim reconheço que sim, é possível existir uma Becky Bloom dentro de mim ou dentro de cada mulher que gosta de comprar, e que mulher não gosta?

Becky agora está morando em Hollywood porque Luke está agenciando uma atriz famosa, Sage, e Becky quer se tornar uma produtora de moda e ficar famosa, mas ele não quer ajudá-la, aliás, ela nem precisa mesmo dele, ela compra roupas que vão ficar ótimas em Sage e aguarda o momento certo para mostrar a ela e ainda conta uma fofoca quente sobre uma outra atriz que Becky encontrou em atitude suspeita pelas ruas da cidade. Vale comentar que Minnie com certeza é a filha mais esperta que Becky poderia ter e garante bons momentos em todo o livro. Em sua nova vida a protagonista tem que lidar com muitas coisas, inclusive com sua inimiga Alícia que agora também mora em Hollywood e é uma pessoa super bem considerada na escola de Minnie e tem até uma filha também estudando lá. É muita coisa na vida da Becky que garante muitas gargalhadas no leitor, Sophie Kinsella escreveu mais um livro muito divertido sobre universo Becky Bloom, agora Brandon, e ainda prometeu mais Becky no futuro. Estarei aguardando ansiosamente.


Aleska - O Casamento da Princesa - Meg Cabot (Galera Record)



Esse foi o melhor livro de 2015 para mim, porque tinha tudo para ser um livro paradão mas foi o inverso disso. Por recomendações médicas, Mia Thermópolis começa um “diário da Gratidão, onde se obriga a refletir todos os dias sobre as coisas pelas quais é grata”. Isso poderia ser chato, se por acaso ela não tivesse um humor travesso nota 10 e não inventasse fantasias sexuais nerds com o namorado ( e se sua avó não tivesse um cachorro encoxador de celebridades). Nesse livro, a heroína se vê mais uma vez em conflito entre ser princesa e ser uma pessoa comum, principalmente quando alguns segredos da família real são desvendados e exigem dela uma postura mais firme. Gostei também da autora ter debatido a questão da imigração de povos do oriente Médio para a Europa e sobre os direitos das mulheres. Acredito que ela interpretou bem vários ângulos da questão, pois os discursos favoráveis e desfavoráveis à imigração são exatamente os que correm por aí na mídia.


Alexandre Melo - A Playlist de Hayden - Michelle Falkoff (Novo Conceito)



Bem, durante o ano de 2015 li muitos outros livros melhores, mas como estamos falando de lançamentos 2015, decidi apresentar o encantador A Playlist de Hayden, um Young Adult que é assinado pela autora norte americana Michelle Falkoff. Na obra, encontramos o protagonista Sam, jovem nerd, que tenta desvendar quem é o responsável (mesmo que indiretamente) pelo suicídio de seu melhor amigo chamado Hayden, e note: Sam considera-se esse responsável.

Durante a trama acontecimentos inquietantes são recorrentes, mas apesar disso, não se trata de um livro policial, mas sim de um enredo jovem, onde além de mistérios, temos o dia a dia dos jovens amigos Sam, Astrid, e Eric. Mesmo assim, Michele Falkoff nos prega peças com pistas basicamente clichês, e elementares sobre os acontecimentos misteriosos que envolvem a vida do Sam após o suicídio de Hayden, mas depois desmente com outras pistas (as vezes falsas), sugerindo uma nova possibilidade para que encontremos as respostas junto ao Sam. O resultado disso? Ficamos famintos por mais e mais páginas.

A Playlsit entra no meu Hall de melhores do ano, justamente pelo seu conjunto, pois além de uma boa história, conta com personagens cativantes, e em especial Astrid, que tornou-se a minha favorita nesse Young Adult, boa narrativa, e uma bela capa.

Equipe
O que tem na nossa estante
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

16 comentários:

  1. Oi... dos livros que você escolheu só li O Príncipe dos Canalhas e pra mim também foi uns dos melhores livros desse ano. Ainda quero ler Como se Apaixonar...
    Adorei... Que 2016 chegue com muitas boas leituras... bjus
    http://reticenciasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. esse ano foi um ano excepcional para boas leituras! as editoras arrasaram e trouxeram mais versatilidade ao catálogo!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, Pessoal.
    Vocês fizeram o impossível, escolher só um livro hehe. Esse ano vou roubar e escolher um por mês. Desses eu li Como se apaixonar e O Príncipe dos Canalhas que adorei e A Playlist de Hayden que não gostei tanto assim. E quero ler o livro da Sophie.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Olá Pessoal,

    Nossa, não li nenhum dos livros escolhidos por vocês. Quero muito ler os Delírios de Back Bloom, da Sophie li apenas Fiquei com Seu Número e adorei. Me decepcionei com a Mag e pretendo ficar bem longe de seus livros no futuro. A Playlist de Hayden parece interessante.

    Abraços,

    http://milvidasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi pessoal, tudo bem?
    Gostei da lista, apesar de não ter lido nenhum título. O que mais tenho vontade de ler é A Playlist de Hayden!
    Feliz Ano Novo pra vocês, desejo um 2016 cheio de alegrias. =)
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Oi gente! Eu não amo todos os livros de Ahern e estou bem curiosa com estem pois está sendo bem elogiado e quem sabe vai ser um dos que vou amar. A Playlist de Hayden também foi uma leitura que curti demais. Feliz 2016.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Oi, oi!

    Esse ano eu acabei não lendo tantos livros como eu esperava, por pura falta de foco. Espero que em 2016 seja melhor nesse quesito. :D

    Da tua listinha, eu ainda não li nenhum, mas todos estão na minha wishlist. Da Cecelia Ahern, eu li este ano "A lista". Tu já leu? É ótimo!

    Seguindo teu blog. Adorei aqui.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Oiii

    Infelizmente não li nenhum desses, mas O Príncipe dos Canalhas e O Casamento da Princesa estão nas minhas próximas leituras, tenho muitas expectativas!
    Beijos e boas festas,
    Cintia

    http://www.devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Dos livros, li A Playlist de Hayden e não curti muito.
    Quero muito ler e conhecer os canalhas da Loretta. Todo mundo diz maravilhas.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  10. Que amor suas indicações! Lorde Dain e Jessica Trent me conquistaram também, claro que nao podia faltar a Mia ❤️ Amei esse post, bjsss
    Blog Menina da Livraria


    ResponderExcluir
  11. Oi pessoal!
    Não li nenhum desses, mas ao longo do ano li milhares de resenhas positivas de "A Playlist de Hayden".
    "O Príncipe dos Canalhas" é outro que me parece ter agradado em cheio quem curte romances históricos.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi ♥
    Dos livros que citou não li nenhuma ainda, mas tenho muita vontade de ler O Principe dos Canalhas, e A Playlist de Hayden ♥
    Beijos
    Lost Words

    ResponderExcluir
  13. Chorei aqui, porque desses cinco ainda não li nenhum desses. Sempre penso "é muito livro para pouco tempo".
    Gostei muito da sua ideia e já vou querer colocar os meus cinco melhores também.
    Um beijo e que 2016 te traga leituras ainda melhores.

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
  14. Olá
    Da sua lista só li A Playlist e gostei, mas não encaixaria ela na minha lista de melhores. Tive outros mais atraentes. Vi Principe dos Canalhas em um bocado de lista viu KKKKKKK. Eita livo citado.

    Abraços
    David
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  15. Dessa sua relação só Hayden que eu li e, até fiz uma resenha sobre ele lá no blog. Gostei dos outros livros da relação de vocês, em particular o de Kinsella e o de Cecília Ahern. Eu até estou com dois livros de Sophie Kinsella na minha estante pra ler mas não conhecia este citado. Vou incluí-lo na minha relação de desejos. Parabéns pela lista.

    Sou Alberto Valença do blog Verdades de um Ser e colaborador do Meu pequeno vício e Depois da sessão de cinema. Agora criei também um blog de viagens - O seu companheiro de viagem.

    Verdades de um Ser
    O seu companheiro de viagem

    ResponderExcluir
  16. Oiii Michele..
    Terminei de ler O Príncipe dos Canalhas essa semana e fiquei totalmente e perdidamente por aquele canalha do Belzebu... Vc diz que esse livro é um romance de banca, então eu já li, hahaha, eu sempre faço confusão com os gêneros e tipos de livro. A Playlist de Hayden é um dos livros que está na minha lista para ler esse ano, achei bem interessante a premissa do livro.

    Beijinhos.
    Leisi
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir