Por que assistir Star Wars 7: O despertar da força? [Resenha do Filme - Sem SPOILERS]


Finalmente fui ver Star Wars episódio 7, filme anunciado a cerca de dois anos, logo após George Lucas ter pronunciado a venda de sua marca para a Disney. Lembro-me de ter recebido a notícia com muita tristeza, para mim Star Wars sem George Lucas não poderia ser possível. Nesses dois anos que se sucederam travei altos debates entre amigos, fóruns jedis e conforme íamos obtendo informações meu coração ainda se entristecia em saber que George Lucas não estaria lá, mas parecia que ao menos o J. J. Abrams faria o máximo de esforço para não deixar nós fãs tão insatisfeitos...

Enfim, dezembro de 2015 chegou e eu estava uma pilha ainda desconfiada e fugindo de spoliers, já que só consegui ir no dia 21! O fato é que as primeiras cenas foram passando e comecei a sentir que não estava mais em 2015, estava nas décadas de 1970 e 1980. É como se eu não tivesse comprado um ingresso de cinema, mas um ticket para voltar ao tempo. O filme foi praticamente todo pautado na trilogia clássica (episódios 4, 5 e 6 rodados no recorte temporal que já mencionei). O que levava a um momento de nostalgia para quem é fã e para os “não iniciados” uma introdução muito didática. Assim, J. J. Abrams permitiu ao público o direito de se emocionar em todo o filme e aprender o que é Star Wars.


Talvez o ápice da emoção tenha sido ver o antigo elenco todo reunido, apesar de não ser novidade para ninguém. Era impossível não deixar de se alegrar com isso. Ainda mais para uma fã como eu que nasceu na década de noventa e não teve a oportunidade de viver a origem da saga. Tivemos uma grande perda, um personagem que nos deixará saudades, mas acho que J. J. Abrams soube produzir um entrosamento muito bom entre o elenco da trilogia clássica e essa atual. Todos os novos personagens são criativos, dinâmicos e de um modo geral se saíram muito bem. Talvez o maior ganho para essa geração é ver como as mulheres estão mesmo conquistando espaço, a começar pela personagem que se comprovou como uma das principais: Rey. Na trilogia clássica (episódios IV, V e VI), a participação feminina foi um tanto tímida, ainda que houvesse figurada com Leia. A trilogia nova (episódios I, II e III) o próprio George Lucas fez questão de ampliar a atuação feminina dando maiores ações e atuações a Padmané (mãe de Luke e Leia), talvez como resposta as críticas que ele sofreu no passado por ter feito Leia de escrava. 


Outro ponto que quem for assistir deve se atentar é a construção da narrativa. A sensação é de que o passado volta a se repetir, vários pequenos ditos e ações que ocorreram na trilogia clássica e algumas da nova estão presentes nesse filme. É como se a força estivesse sempre em uma luta constante e caberia aos Skywalker intermediar que lado da força iria prevalecer.

Agora uma coisa deve ser reforçada, o filme por melhor que tenha sido: é fato que não é uma produção de George Lucas, a sua genialidade não estava lá, embora o sentimento que ele tem despertado em diferentes gerações esteja lá. Acho que o que podemos esperar é uma trilogia que vai dar continuidade as décadas de 1970 e 1980, mas de uma forma mais compactada, para evitar o risco de não errar. J. J. Abrams abriu perguntas, mudou algumas coisas de trabalhos anteriores de Lucas (seja nas trilogias, seja em HQs, animações e games), o que me leva as seguintes perguntas: até que ponto as histórias independentes a essa trilogia serão importantes para Abrams nos dar as respostas para as perguntas que foram abertas? Será que não terminaremos outra trilogia sem responder todas as perguntas? E como consequência, terei que esperar mais algumas décadas para tentar saber das mesmas?


Bem, pessoal é isso! Prometo, em breve, produzir uma resenha com spoliers! Estou apenas, nesse primeiro momento, cumprindo a minha promessa e redigindo uma opinião prévia do que foi assistir Star Wars episódio 7.

E que a força esteja com vocês!

Dados do filme

Título: Star Wars 7: O Despertar da Força (Star Wars 7: The Force Awakens) 
Diretor: J. J. Abrams 
Ano: 2015 
Duração: 135 min 
País: EUA
Bjs,
Juliana Cavalcanti
Compartilhe no Google Plus

Sobre Michele Lima

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

12 comentários:

  1. Olá!
    Apesar de não ser da geração que assistiu Star Wars no cinema, sou apaixonada pela saga, comecei a assistir quando tinha uns sete anos e fiquei fã. Ainda não pude ver o sétimo episódio, mas estou muito curiosa!

    http://whoisllara.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu estava na fila do cinema na estréia do primeiro filme, depois sai do cinema encantada com este universo e vi todos os filmes, mas os tais episódios que eles chamam de 1, 2, 3 não me agradaram muito não. Agora sabendo que estão voltando às origens fiquei mais animada. Ainda não fui ver, provavelmente vou esperar mesmo sair o torrent, mas já sei de tudo que acontece, rsrsrsrs, quem vai, quem fica, quem não morre, adoro um spoiler. Adorei a resenha, mas sem spoilers. bjs

    ResponderExcluir
  3. Já assisti ao filme e concordo plenamente como você: é uma grande homenagem e referência à trilogia e clássica, o que agradará aos fãs, e uma boa introdução para quem é novo no universo.
    Ótima resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de dezembro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
  4. Oie! Estou curiosa para ver esse filme, lembro de assistir os outros quando eu era criança com o meu pai, mas infelizmente não tenho paciência para fazer uma maratona e ver eles de novo.
    Bjs, comenta por favor nesse post ajudaria muito e em breve volto a postar as resenhas nos dias "atrasados" ;) http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/12/semana-especial-de-natal-dia-5-conto-de.html

    ResponderExcluir
  5. Sou fã dessa saga! E claro vi o filme novo e AMEI <3 Teve muitas referências a trilogia original.
    Obs: Fiquei apaixonada por BB-8
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu sou fã de Star Wars e fiquei feliz em ver que vamos ter muito mais ainda, trazer o elenco da trilogia mais antiga foi sensacional.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. Olá, Juliana! Tudo certinho?
    Cara, não queira me matar, mas eu realmente não sei NADA sobre o enredo e personagens de Star Wars. O pouco que sei é do que li a respeito de uns tempos pra cá com o tão esperado lançamento desse filme por partes dos fãs.
    Não posso nem opinar sobre porque realmente é uma temática que desconheço, mas, se você, que é uma conhecedora do assunto, diz que Star Wars 7 vale a pena ser assistido, eu acredito. Vou tentar ir ao cinema assistir, porque, como você disse acima, há uma parte introdutória que não me deixaria voando, olhando pro telão, sem entender nada. =P

    Beijo!

    Blog || Fan Page

    ResponderExcluir
  8. Apesar de você avisar que o post é sem spoilers, confesso que não li porque estou fugindo o máximo possível de todos os comentários sobre o filme. Mas certamente não faltam motivos para assistir.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Estando cercada em casa por fãs do Star Wars não tem como não acompanhar e querer assistir a este filme. Assisti ao trailer e já estava em cócegas e agora depois de ler seu post amiga não vejo a hora deveste na frente da telinha. E é só o começo 😊
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Voltando para deixar a marquinha da Saleta rs afinal é Star Wars

    ResponderExcluir
  11. Essa com certeza foi a melhor resenha da Ju. Não vi star wars, mas a resenha convence. beijos!
    ALê Lemos.

    ResponderExcluir