Hyde de Daniel Levine [Resenha Literária]


Sou super fã do clássico da literatura universal O Médico e o Monstro de Robert Louis Stevenson. Além de tudo, é marcante para mim, pois foi o primeiro livro maduro que li na vida. (falei sobre ele aqui) Então, quando a Record apareceu com o livro Hyde, do Daniel Levine, achei interessante, e claro, desejei ter ele em mãos para compreender a premissa do autor em refazer esse clássico. Hyde é uma espécie de remake de o Médico e o Monstro. Na história conhecemos melhor a contra-parte do dr. Jekyll, o Mr. Hyde, que no original é o seu lado sombrio.


Encontramos na narrativa alguns personagens já consagrados, como Utterson, ou o mordomo Poole, e um Mr. Hyde diferente, de vida noturna, que sai com prostitutas, mas que tem sentimentos em algum lugar lá dentro. Encontramos a visão de Hyde da história, e mesmo quando é a figura de Jekyll quem está no comando do corpo, acompanhamos Hyde que reflete sobre as atitudes de seu alter ego, no subconsciente. O livro começou bem, e foi super empolgante reencontrar os personagens, mas confesso que lá pra centésima página, toda empolgação foi caindo e caindo...



Minha opinião pessoal sobre o livro é que faltou um pouco mais de movimento nas letras de Daniel Levine. A história é um tanto extensa e cansa em momentos, tem pontos altos, mas pouca ação e com diversas cenas em que não acontece absolutamente nada. Sim, apesar de Levine ser perito e pós-graduado em literatura, achei deveras ousado um remake de uma obra que na minha opinião, deveria ser intocada dentro da literatura. Claro que O Médico e o Monstro já foi exaustivamente adaptado para outros formatos, como filmes, desenhos e paródias, mas tenho ressalvas quando tentam continuar uma obra já concluída. Eu prefiro, por exemplo livros de Sherlock Holmes  assinados Arthur Conan Doyle do que adaptações de outros autores.


Falando do material do livro, achei a arte da capa muito bonita, como vocês podem observar nas imagens que ilustram este post. Vemos na frente a imagem do Mr. Hyde, e na contracapa, o Dr. Jekyll. O miolo é em folhas amareladas, e a lombada tem o título em estilo gótico. Minha única ressalva ao material da edição brasileira é a prensa das letras usadas, essa fonte por vezes pode chegar a cansar a vista.


Mas nem tudo é lágrimas, a editora prontamente adicionou no final do livro a versão original de O Médico e o monstro integral! Isso sim foi maravilhoso! Eu recomendo a todos a leitura do original que é simplesmente fantástica! E uma notícia a mais, a Record disponibilizou a obra original de Stevenson em ebook e nova tradução inteiramente grátis na loja Amazon. Clique aqui e confira!


Abraços!

Alexandre Melo


Compartilhe no Google Plus

Sobre Alexandre Melo

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

13 comentários:

  1. Apesar de ser mais de romances históricos, confesso que em um primeiro olha Hyde me atraiu a capa é linda, o tema do livro é instigantes e, desde que não tenham zumbis, unicórnios e derivativos no meio, não sou totalmente contra adaptações ou trabalhos feitos em cima de clássicos da literatura. Que pena que o livro tem momentos de lentidão, isso desanima um pouco.

    ResponderExcluir
  2. Oiii...
    A capa do livro é muito atrativa, eu já o compraria só por ela, e a premissa do livro desperta a curiosidade e a vontade de ler o livro. Só é uma pena que em algum momentos a leitura pode se tornar cansativa, normalmente qdo sei que o livro é assim nem leio mais. É difícil eu ter tempo e qdo tenho não gosto de perder com leituras cansativas.
    Parabéns pela resenha.

    Beijinhos,
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir
  3. Oie...
    Acredita que não conhecia esse livro? Sério! Estou morrendo de vergonha...
    Achei a premissa muito interessante e fiquei com bastante vontade de ler. Acho que farei isso brevemente. Achei a diagramação bem bonita também.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Alexandre. Acrescentar no fim a versão completa de O Médico e o Mostro foi uma grande sacada. Assim, podem comprar Hyde mesmo que não tenha lido ainda a obra original.
    Quanto a premissa, gosto dessas releituras, apesar de compartilhar da sua opinião: quase sempre a original é bem melhor. Porém, ainda assim, acredito que daria uma chance para a leitura. Afinal, ter uma nova visão de um dos personagens deve ser bem interessante.
    Ótima resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de reinauguração. Serão quatro vencedores!

    ResponderExcluir
  5. Oi :D
    Nossa, que interessante.
    Fiquei com vontade de ler.
    E essa lombada maravilhosa? Amei!

    Bj
    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi!

    Não conheço essa estória, mas que bom que o livro te agradou! ^^
    Achei a edição muito bonita, fiquei imaginando que em capa dura então seria melhor ainda! haha

    Beijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie Alexandre =)

    Já vi a capa desse livro em alguns blogs, mas a sua é a primeira resenha que leio dele. Confesso que não é o tipo de história que me agrada, mas fico feliz em saber que você curtiu a história ^^

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  8. Oi
    parece ser uma boa leitura, pena que tem pouca ação no livro.
    o nome dos personagens Hyde e Jekyll me lembrou o nome de um dorama que ainda não assisti e que o personagem tem dupla personalidade sendo os dois.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Hm... Nunca li O Médico e o Monstro. Quem sabe num futuro próximo? kkkk
    Obras que trazem um personagem já consagrado pelas mãos de outros autores sempre gera problemas, às vezes pode ficar bom, às vezes não...
    Gostei de saber dos pós e contras desta obra. Quem sabe um dia não pego para ler? kkkk

    ResponderExcluir
  10. Até hoje ainda não tive a vergonha na cara de ler o clássico Médico e o Monstro, e acho que só leria adaptações após ter a experiência de ler o principal hahaha
    De qualquer forma, acho que esse, em específico, eu já não leria mais, pois achei a sua resenha bastante negativa (apesar da diagramação ser linda), rs.

    Abraço,
    Mago e Vidro
    | Sorteio DamnedGirls | NOVE livros pra você!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Alexandre!
    Eu conheço muito por alto a história de O Médico e o Monstro. Confesso que eu leria esse livro somente pela capa e, se eu achasse que a história estava empacando, largaria.
    Achei muito legal colocarem a versão original no fim do livro.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Mês das Mulheres em Dobro
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
  12. Olá, Alexandre.
    Eu li o original tem tantos anos que eu nem me lembro direito do livro. Sei do que se trata, mas apenas isso. Achei a capa belíssima, mas acho que teria problemas para ler, tenho problemas de vista hehe. Não sei se leria o livro, mas gostei de colocarem o original no final.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  13. Oi Alexandre,
    A capa desse livro é muito atrativa. Gostei muito da premissa e olha que não faz tanto o meu gênero de leitura.
    Dica anotada.
    Bjs e um ótimo dia!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir