Escuridão Total Sem Estrelas [Resenha Literária]


Escuridão seria a ausência de luz, há muito escondido na ausência de luz, medos, monstros, crimes, horrores e o grotesco. Mas todo ser possui seu lado mal, sua escuridão, o lado mais animalesco da existência humana, no qual as atitudes não são medidas, o lado onde ações violentas são justificáveis e cada um tenta salvar a própria pele. Stephen King conhecido por seus personagens com lados psicológicos profundos não faz diferente em Escuridão Total Sem Estrelas, dessa vez suas historias não são povoadas por psicopatas, assassinas com distúrbios psicológicos ou monstros, mas pessoas comuns, pessoas com quem você encontraria na padaria, no metrô, nas ruas ou até mesmo na porta ao lado, e talvez já até tenha encontrado. Escuridão Total Sem Estrelas prova que um dia ruim pode levar qualquer um a loucura e que qualquer pessoa pode ser o grande vilão de uma história de terror.

A obra é dividida entre quatro contos, sem ligações uns com os outros, mas todos de uma forma ou outra mostram pessoas em seu momento de escuridão total, onde não há saída, não há esperança ou luz no fim do túnel.

No primeiro conto, 1922, somos apresentados ao fazendeiro Wilfred, sua esposa Arlete e o filho Henry, a família mora em uma fazenda no interior dos Estados Unidos, porém a esposa cansada das dificuldades da vida bucólica deseja vender as terras, morar na cidade e tornar-se dona de um pequeno negócio, Wilfred por outro lado ainda vê encanto na vida de fazendeiro, o filho do casal que deseja apenas manter-se próximo a garota que ama vê seu futuro totalmente alterado quando um de seus pais decide tomar medidas um tanto quanto extremas em busca da vida que deseja.

O conto seguinte, O Gigante do Volante, é capaz de fazer com que o leitor tome as dores da personagem, entre em sintonia com sua mente e apoie decisões instintivas de Tess, uma mulher famosa por seus romances policiais, quando é convidada a ser palestrante em uma biblioteca pública, segue o conselho de rota da organizadora do evento na volta para sua casa, o que leva ao seu encontro com o Gigante do Volante, a partir disso acompanhamos o quanto esse momento influência e muda a vida de Tess, para pior.

Extensão Justa fará com que você repense todas as vezes que parou em barraquinhas de quinquilharias, o que mais pode ser vendido? David Streeter descobre a resposta para essa pergunta e mais, tudo nessa vida tem um preço, até onde o seu bem-estar vale a desgraça alheia e que em um pacto com o diabo não é só a sua alma que está em jogo.

Um Bom Casamento comprova a teoria de Extensão Justa, um casamento não é a prova de que você conhece a essência, a bondade e a maldade daquele com quem dividiu a vida. Nesse conto, por acidente Darcy descobre que a coleção de moedas não era o único hobby de seu marido, Bob, ela descobre que Bob possui um passado imerso em escuridão, descobre algo que preferia não ter encontrado, mas que não há como esquecer ou deixar para lá.

Após a leitura dos quatro contos é impossível não buscar relações com o cotidiano, momentos em que vingança, raiva ou cobiça dominaram as ações e cobriram qualquer noção de julgamento, claro ações não tão extremas quanto nos contos, assim espero. 



Ficha Técnica:
Titulo: Escuridão Total Sem Estrelas
Titulo Original: Full Dark, No Stars
Autor: Stephen King
Tradução: Viviane Diniz
Editora Suma de Letras
Ano: 2015
Páginas: 390


Rafaela Alves
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

19 comentários:

  1. Me apaixonei por a capa desse livro! Estou louca pra ler!
    Otima resenha!

    Abraços.
    aressacaliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá :)
    Eu confesso que passo longe dos livros do King por conta do terror característico do autor, mas esse me chamou atenção por parecer ter um terror mais ameno, mesmo assim, o tamanho dos contos me desencoraja um pouco.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Ótima resenha e só Deus sabe o quanto eu sou apaixonado por essa capa, essa edição, esse livro! Tudo nele me fascina!

    http://garotoliterariio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    A resenha está tão bem elaborada que, apesar dos contos serem longos, sinto vontade de ler o livro, haha.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Rafa!
    Eu estou com esse livro aqui e logo logo ele vai ser lido. Eu leria até lista de supermercado do King hahhaha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Morro de curiosidade para ler esse livro. Além disso, acho a edição FANTÁSTICA!!

    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir
  7. Oi! O primeiro conto me deixou aflita e apavorada. Mas amei, assim como os demais. O último foi meu favorito. King é o rei em nome e escrita, sem dúvidas.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  8. Oi, Rafaela! Eu já tinha visto uma outra resenha sobre esse livro e ficado interessada. Aliás, sempre fico com vontade de ler os livros do King. Uma história não precisa ter elementos sobrenaturais para colocar medo, né?! Pessoas reais também podem ser assustadoras.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  9. Sou fã do King e mesmo não gostando tanto assim de ler contos, estou mega curioso para conferir Escuridão Total Sem Estrelas.
    Dos quatro contos, os que mais me chamaram atenção foram 1922 e Um Bom Casamento.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá. Não sou lá muito fã de contos, mas quando se trata de King vale a pena dar chance para tudo né?
    Desses eu só conheço Bom Casamento, mas porque acabei assistindo ao filme que é bem legal. Espero ler este livro em breve.
    Beijos
    Estilhaçando Livros
    Conheça o novo Cantar em Verso

    ResponderExcluir
  11. Oi Rafaela,
    Eu gosto de contos e quero ler esses.
    Ando pesquisando coisas do King para ler, vou tentar encaixar esse na lista do mês.
    O Gigante do Volante, parece ser creepy.

    tenha uma ótima semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  12. Oi, Rafa!
    Eu amo esse livro e o King sabe mesmo como mostrar o lado
    mais sombrio das pessoas. Acho a escrita dele sensacional
    e esses contos são maravilhosos.

    Beijos,
    Sala de Leitura

    ResponderExcluir
  13. Olá, Rafa.
    Esse é um dos livros que estou lendo no momento e estou simplesmente amando. O fato do autor pegar personagens reais para compor seus protagonistas está me agradando demais. Alias, aquele primeiro conto é perfeito!!!
    Ótima resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  14. Oii, acho essa edição muito linda mas não sinto nem um pingo de vontade de ler a obra :(

    Beijos,
    Natália

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. oi, oi.

    eu leria o livro simplesmente por ser do Stephen, mas daí tu vem e diz que a obra é "diferente"do que ele vem fazendo, a minha curiosidade aumenta ainda mais.

    já salvei o nome do livro pra procurá-lo nas minhas próximas compras. <3

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
  16. Eu tinha um problema enorme com o King, nada que tentava ler dele fluía e quase desisti de vez dele, até que li Mr. Mercedes,e, caramba, que livro. Agora estou em busca de outros King's, espero gostar de "Escuridão" tanto quanto gostei de Mercedes.

    Dois abraços!

    ResponderExcluir
  17. Oi.
    Tenho curiosidade demais nos livros de Stephen King.
    Tenho um aqui em casa que ainda não li.
    Por ser livro de contos fiquei ainda mais interessado.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  18. Cada vez que leio uma resenha sobre algum livro do Stephen King eu fico com mais fome por seus livros, infelizmente só tenho um :( Me interessei de primeira por causa do título, depois me interessei ainda mais com a sua resenha! Adorei!
    Beijo grande,
    Café, Vodka e Literatura

    ResponderExcluir
  19. Oii Rafaela

    Nunca li nada do Stephen King acredita? Apenas assisti aos filmes baseados nas obras dele, e que aliás me dão o maior medo até hoje...rsrs
    Resenha super completa, adorei sua escrita

    Beijos

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir