American Crime Story: O povo contra OJ Simpson!


Eu me lembro da cobertura implacável da imprensa no caso de OJ Simpson, famoso jogador de futebol americano e ator de filmes, ídolo da maioria dos americanos, acusado de matar a ex-mulher e o suposto amante. A imprensa brasileira também acompanhou de perto o caso, mas confesso que não lembrava do final da história.

Em dez episódios de mais uma série de Ryan Murph, acompanhamos o julgamento de OJ e os bastidores centrados em manobras da defesa e acusação, o jogo de ideias para colocá-lo ou tirá-lo da cadeia, a exposição de argumentos, a audácia e a vaidade dos advogados envolvidos.

Eu que sou completamente leiga consegui entender com clareza todas as fases e fatos ocorridos durante o julgamento. Eles elucidam todos os acontecimentos, mostram todas as provas, colocam todas as cartas na mesa, fazem jogadas arriscadas, apresentam o caso com riqueza de detalhes.

O cenário impecável, assim como o figurino e grandes atuações de Cuba Golding JúniorSarah Paulson e John Travolta caracterizado de uma maneira que eu ainda não sei dizer se dá medo ou vontade de rir e de outros tantos atores que trabalham na série, fizeram dela um show de interpretação em uma balbúrdia midiática, assim como foi quando aconteceu o julgamento de OJ.


E é assim, acompanhando a série, que o público se torna mais um jurado, porque é inevitável questionarmos todas as provas apresentadas, analisarmos cada detalhe revelado no julgamento, involuntariamente. Eu me peguei várias vezes pensando e tentando encontrar provas concretas para incriminá-lo ou inocentá-lo.

Não é uma série cheia de ação e sangue, não dá pra dar pulos de susto e taquicardia, mas é uma série de argumentação, é uma série inteligente, porque o julgamento foi inteligente e envolveu tanta gente que muitas destas pessoas foram afetadas definitivamente por ele.

Eu acho que vale a pena dar uma conferida e eu gostaria muito de saber qual é o seu veredicto. Oj é inocente ou culpado? A série foi renovada para a segunda temporada que será focada nos crimes cometidos após a passagem do furacão Katrina.


Dica: Depois de assistir vá à página da série no Facebook e procure saber sobre a arma do crime.

Ps.: Eu queria muito um dia ter a oportunidade de poder dizer para alguém assim: “Eu me reservo o direito de usar a 5ª emenda da Constituição Americana, chique, né?

Ps2: Pra quem se interessar, a DarkSide lançou o livro que deu origem a série (clique aqui)

Nota:





Marise Ferreira
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

24 comentários:

  1. Ooi! Nossa, eu tenho vontade de ver essa série pela ambientação... ela é toda diferente de séries de tribunal, né? Da realmente a impressão de o expectador estar assistindo mais um doc do que um filme.
    Beijos
    Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvane, é mesmo, um documentário em forma de série e vale a pena assistir.

      Excluir
  2. Olá!!
    Eu também tenho vontade de ver a série pela ambientação e pelos atores, hahaha. Espero poder assistir em breve <3

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  3. Olá, Marise.
    Gosto dessas séries voltadas para o lado jurídico porque quase sempre são bem inteligentes. Isso, sem dúvidas, me agrada demais. Se tudo é bem construído, melhor ainda. Se a interpretação é ótima, então é aí que preciso assistir.
    Ótima dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de junho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  4. Oi Marise,
    Eu pesquisei sobre o caso antes de assistir, porque na época eu era beem pequena. HAHA
    Gostei bastante da produção e como eles construíram tudo. As atuações foram maravilhosas. E ainda poucos epis, dá pra maratonar rapidinho haha
    Doida pra ler esse livro!

    tenha uma ótima semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, eu fiz uma maratona, foi muito bom!

      Excluir
  5. Oi Marise, sua linda, tudo bem?
    Engraçado, eu sei sobre esse caso, mas não sei o desfecho. Gostei do elenco escolhido e adoro tramas de tribunal é muito instigante, acho que me sentiria uma jurada também, como você falou. Você me deixou curiosa sobre essa arma do crime, estou com vontade de ir pesquisar agora, risos.... Sua crítica da série ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cila, tudo bem e você?
      haha, deixe para saber da arma depois que ver a série, ou não, rsrsrsrs

      Excluir
  6. Oi, Marise!
    Eu larguei essa temporada logo no começo. Não estava curtindo muito, mas quero assistir essa do furacão Katrina.
    Mirmã, quem não deseja se reservar do direito de usar a Quinta Emenda? hahahha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiza, mais pra frente a série engrena e fica ótima, mas...vamos acompanhar a do furação. E viva a quinta ementa!

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Nem sabia da existência da série, apesar de saber do caso.
    Que elenco é esse?! Sarah como sempre divando. Vou procurar pra assistir e ver se curto.


    Beijos da Camila.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, a Sara está simplesmente sensacional!

      Excluir
  9. Oi Marise, tudo bem?
    Eu lembro do caso, mas também não lembro do final kkkk
    Não sabia sobre a série. Da forma que você colocou aqui, parece ser muito interessante e instigante.
    Vou procurar saber mais sobre.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fiquei o tempo todo tentando lembrar o final, mas não consegui não.

      Excluir
  10. Olá, Marise.
    Confesso que não me lembro muito bem da história. Só recordo o nome hehe. Não sabia sobre a série, mas me interessou. Gosto de ver esse lado dos julgamentos. Vou anotar aqui.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Adorei saber um pouco dessa série, ainda não conhecia a série, e pelo que já vejo parece ser muito interessante. Já estou aqui me imaginando assistindo-a haha!!
    Beijos <3
    www.leitorasvorazes.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Marise,
    Achei muito bacana eles fazerem a série sobre esse caso. Confesso que estou pensando se vou assistir ou não rsrs.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  13. Eu não lembro se cheguei a acompanhar esta história, mas caso não tenha, é uma trama que hoje me chamaria a atenção... Adoro estes dramas da vida real.

    Beijo, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Sil, anote ai, mas dê uma chance a série.
    Jessica, pense, é uma série lenta, mas não deixa de ser interessante.
    Vanessa, isso também me atrai, adoro um caso baseado em fatos reais.

    ResponderExcluir
  15. Esse seriado foi ótimo. Ainda mais para alguém que desconhecia o fato. Infelizmente, durante sua exibição na FOX, eu perdi um episódio, mas que no fundo não foi (ou foi) importante para o acontecimento. Incrível como a cada episódio eles abordaram um tema do julgamento, que começou como um caso de assassinato duplo e se transformou em algo racial (já que na época havia, pelo que pesquisei, algo contra os negros por lá).
    O que mais me chocou foi que os atores (embora John Travolta estivesse estranho) ficaram caracterizados igualzinhos aos personagens da vida real. Nem preciso dizer que gostei da série não é? E quero poder acompanhar a segunda temporada.
    Enfim, acho que ele foi sim culpado (porque se ele fosse inocente, o amigo dele, interpretado pelo Ross de FRIENDS não teria ido embora daquele jeito no último episódio).
    Recebi da DarkSide o livro e pretendo lê-lo num futuro próximo.
    Até

    ResponderExcluir