Bowie, a biografia [Resenha Literária]


Receber a incumbência de ler e resenhar esta nova biografia de Bowie foi, sem dúvida, a maior das gentilezas que o pessoal aqui da Estante me fez. Jamais vou me considerar uma boa fã dele, mas também jamais vou me cansar de ler sobre sua personalidade ímpar e redescobrir seu trabalho. De acordo com a sinopse, a proposta de Wendy Leigh era "revelar o homem por trás da imagem do artista" e isso me instigou profundamente, porém não posso dizer que o objetivo foi alcançado.

Esta foi a segunda biografia que li sobre Bowie (a outra foi a escrita por Marc Spitz) e talvez por isso, por ter um parâmetro de comparação, o livro de Leigh (que faleceu no início de junho) me deixou muito a desejar. O foco definitivamente não é a música, mas ok, ao que parece era essa a intenção da autora, porém as influências, canções e vídeos do cantor e compositor são rasamente citados, o que não me parece fazer sentido, já que, de um modo ou outro, cada personagem e cada fase de David Bowie trazem uma perspectiva do homem atrás do artista.


Sem exagerar, posso dizer que metade do livro é sobre a vida sexual de Bowie, começando ainda na época em que atendia por David Jones, seu nome de batismo. Sem dúvida a liberdade sexual é uma característica um tanto significativa na história do músico, mas a atenção dada por Leigh a isso foi exagerada. É impossível entender como Bowie foi descoberto pelo mundo e se tornou um ícone. A biógrafa cita discos e entrevistas de passagem, o que importa pra ela é falar das aventuras sexuais de David e Angie. Me senti em uma roda de fofocas, onde em raríssimos momentos alguém diz algo que eu, enquanto fã de Bowie, ache importante saber.

Sou encantada por biografias, mas elas só me parecem valer a pena quando, ao fim da leitura, me sinto próxima do biografado e quando, muito tempo depois, percebo que guardei em detalhes uma história, tendo a sensação de tê-la presenciado. Não foi essa a minha sensação ao ler o livro escrito por Leigh, pelo contrário. A cada página que lia, mais ansiosa eu ficava por terminar, porque me sentia cúmplice de um abuso exagerado da imagem de Bowie.


O livro não é extenso, mas soa repetitivo e é pouco envolvente. Das 321 páginas numeradas, as 36 últimas são basicamente créditos e listas, sendo sete delas a lista de entrevistas usadas em cada capítulo - o que não me foi útil, já que as afirmações mais significativas citadas pela autora não haviam sido diretamente ditas a ela, o que aumentou a minha sensação de fofoca. 

Existem inúmeras biografias sobre Bowie, mais do que eu posso contar, e essa é simplesmente mais uma delas, que foi sagazmente lançada enquanto ainda tentamos aceitar a morte de um dos artistas mais completos que a música já viu. Assim como há biografias boas e ruins, há biografias dispensáveis e há algumas indispensáveis. Bom, essa é dispensável. Não descobri o homem por trás do artista, mas descobri um monte de nomes de pessoas prontas a falar "eu conheci Bowie" para ter seus segundos de fama, incluindo a própria autora, que soube lançar o livro na hora certa. 

Dados do Livro

Título: Bowie, a biografia
Título Original: Bowie
Autor: Wendy Leigh

Ana Seerig
Compartilhe no Google Plus

Sobre Ana Seerig

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

20 comentários:

  1. ooi!
    Pra falar a verdade me sinto uma tola por não conhecer o Bowie antes de sua morte lotar as mídias, procurei me informar, saber sua história e agora sinto-me um pouco mais por dentro do universo imenso que o mesmo criou. Gostaria de ler sim uma biografia de tal, não sou muito fã de biografias porém acho que alguma do Bowie vale a pena, certo ?
    Bjs xxx
    lendocomela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ana!
    Não sou muito fã desse gênero de leitura, então acho que deixaria o livro passar. rs
    Mas parabéns pela resenha, super sincera e objetiva!

    Beijos,
    Elidiane - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Nunca li uma biografia, mas tenho muita vontade de conhecer esse gênero.
    Não sei se leria essa pelo que li na sua resenha. A abordagem que a autora escolheu para contar a vida do Bowie não me agradou muito, da mesma forma que não agradou você.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    liros assim dificilmente me chamam atenção, este não curti muito não. Quem sabe em outro momento

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. oi, oi.

    eu conheci muito pouco do Bowie, sabe?! meus pais é que são muito fãs dele e ficaram bem tristes com essa perda tão grande pro mundo artístico e musical.

    confesso que eu não sou fã de biografias, mas, depois que li a de alguns escritores brasileiros, acabei curtindo saber mais sobre pessoas tão conhecidas, mas que acabavam tendo, em partes, uma vida bem semelhante a nossa.

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana!
    Adorei o post e as fotos, deu pra ter uma ideia bem bacana sobre o livro.
    Porém, não sou fã nem do Bowie nem de biografias, por isso não leria. :/
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ana!
    Eu não sou muito fã de biografias, mas sou muito fã do Bowie. Somente por esse motivo leria.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  8. Acho que escrever biografia de alguém famoso é uma responsabilidade muito grande. Precisa de extensa pesquisa e informação pra se ater à realidade, e pelo visto esse livro passou longe de descrever o artista da melhor forma possível. Gosto de ler biografias que balançam as estruturas no final, que nos faz perceber o quão humanos eles são, acima de tudo, cometendo erros assim como nós. É uma pena que não tenha sido o caso desse :/

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ana!
    Sempre paquero esse livro na livraria por causa dessa capa linda!
    Uma pena não ser construtiva, pelo o que você disse... :(

    Beijos,
    Giulia | www.1livro1filme.com.br

    ResponderExcluir
  10. A capa desse livro <3
    Eu não sou fã de ler biografias por completo, mas gosto das curiosidades que elas trazem

    Blog.
    Facebook.

    ResponderExcluir
  11. Oi
    pena que o livro se tornou repetitivo, bom esse não é muito um gênero de livro que leio, por isso não leria, ainda mais pelo que falou do livro e por não ser fã do Bowie.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Otimo trabalho…nao era muito fã dele mas e bom conhecer as coisas
    Gostei do seu blog e as postagens….muito legal mesmo…
    To procurando blogs para seguir, o que vc acha de nos seguir?
    Um mega beijo de Mayse's Modamour

    ResponderExcluir
  13. Olá, Ana.
    É uma pena que o livro não te agradou. Infelizmente tem livros que são lançados só para vender aproveitando algum acontecimento. Eu não sou muito fã de biografias, por isso não leria. E também para falar a verdade nem conheço ele.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  14. Ooi! Eu não sou fã de biografias, e quando as leio acaba sendo de alguém que eu sou fã. Não é o caso do cantor, mas creio que para quem é fã e admira seu trabalho deve ser maravilhoso saber mais.Beijos
    Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  15. Olá, Ana.
    Uma pena que o livro não cumpriu todo o prometido. Há todo um potencial para ser explorado na obra, uma pena que foi dado um foco maior à vida sexual do Bowie.
    Ótima e sincera resenha. Até por isso, passo o livro.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de junho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  16. Olá Ana,
    Confesso que não é o tipo de livro que leio, pena que essa não foi uma biografia toda agradável. Confesso que no momento não leria.

    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  17. Olá! Não conhecia muito do trabalho do Bowie, entãão. Mas, agora a autora ficar falando apenas da vida sexual do cara é frustante. Pegar um livro onde queremos saber mais da vida daquela pessoa, como foi sua infância, como foi sua adolescência e a fase adulta, a oarte famosa e tudo mais. Pena que suas expectativas não foram atendidas!

    Beijão da Lari!
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
  18. Que lindoooooo! Não era fã, mas admiro muito o trabalho dele e a biografia deve ser maravilhosa!
    Beijos
    Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=z9vSLbBv-LE
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  19. Gostei muito de ler sobre Bowie e mesmo não sendo fã sempre admirei seu trabalho. Um artista, uma figura memorável, um astro que teve influência de ídolos como Elvis Presley, The Beatles e Rolling Stones. Sua biografia não podia deixar de ser um Best Seller. Excelente biografia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Poxa vida, que chato que você tenha tido essa experiência ruim!
    Realmente não deve ser nada legal começar a leitura de uma biografia e se deparar com uma revista CARAS da vida hahaha
    Não posso dizer que sou fã dele, mas gosto das músicas e não ter referência a elas já foi um erro e tanto.

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir