Os pequenos homens livres & Um chapéu cheio de céu [Resenha Literária]


Quem me conhece mais intimamente sabe, Terry Pratchett é meu autor favorito! Quando a antiga editora que detinha os direitos dele fechou as portas eu sofri, quando a Bertrand anunciou seus livros e soltei fogos de artifícios, quando soube que receberia os dois volumes da história de Tiffany Dollorida eu dei cambalhotas e saltos triplos \o/

Gente, Pratchett é um autor muito incrível, capaz de criar com palavras um mundo totalmente louco, inspirado no melhor e no pior de nosso mundo onde o índice de improbabilidade é alto, elevado a terceira potência em uma linguagem onde sarcasmo, ironia e discussões existenciais podem caminhar juntas. Esse mundo pratchetteano chama-se Discworld, o qual é, como um nome sugere, um disco equilibrado em cima de quatro elefantes (Grande T'phon, Tubul, Berilia e Jerakeen) em que estão em cima da Grande A'Tuin, a tartaruga dimensional, (eu falei de improbabilidade não falei?!?!) sim isso é baseado em uma lenda hindu,


Nesse mundo existem continentes, montanhas, cidades, vilas, homens, mulheres, crianças, florestas, magos e bruxas... Seres fantásticos e comuns, deuses e magia. Tudo isso cuidadosamente desorganizado e vivendo suas histórias e aventuras em uma série com 41 volumes, os quais podem ser lindamente lidos separadamente, logo você pode começar a ler a série a partir de qualquer volume sem problema e não vai se perder, é como nossos romances históricos, podemos ler fora de série sem problema, gostamos mais de uns volumes do que de outros, assim como dos personagens.

Tyffany Dolorida
Os pequenos homens livres e Um chapéu cheio de céu são os dois primeiros volumes de um arco de Discworld sobre Tiffany Dolorida, uma das bruxas da história, uma das minhas personagens favoritas do multiverso. No volume 1 desse arco (Os pequeno homens livres) nós encontramos Tiffany ainda criança, com nove anos, uma criança comum, com cabelos castanhos e olhos castanhos pertencente a uma família de pastores de ovelhas.

Ela já demonstra ter dons de bruxa e assim possui as principais virtudes de uma bruxa, a saber: a PRIMEIRA VISÃO e O PENSAMENTO MELHOR e O PENSAMENTO MELHOR AINDA. 

Rá, vocês acharam que era a capacidade de realizar atos mágicos?!?! Não, no mundo de Discworld, as bruxas até podem fazer magia, mas elas geralmente são pessoas pragmáticas, mandonas e desconfiadas que preferem realizar as coisas com trabalho duro, captando a realidade dos fatos sem medo (a primeira visão) e fazendo o que precisa ser feito (um pensamento melhor e o pensamento melhor ainda). O que distingue a Tiffany é o jeito independente dela, a forma como ela sempre parece saber o que está fazendo de forma tão convicta que dispensa supervisão, aliás, ela é que supervisiona seu irmão caçula.


Então em uma tarde dessas, em que ela está na beirada do rio, de repente Tiffany percebe a proximidade de uma criatura estranha querendo pegar seu irmão e sem nem mesmo piscar ela se arma com uma assadeira gigante e se livra desse monstro. Começando assim uma aventura para impedir que criaturas do reino das fadas (no Mundo do Disco fadas são más) ultrapassem as barreiras e adentrem seu mundo criando confusão.

Nessa aventura ela vai ser auxiliada pelos Nac Mac Feegle, pequenos homenzinhos muito bravos, fortes, corajosos, um tanto dados a bebedeiras e confusão, mas EXTREMAMENTE leais, do tipo capaz de dar a vida para salvar uma amiga.

Nac Mac Feegle por Andrew Salt disponível AQUI

Com a ajuda deles, a protagonista enfrenta a ameça representada pela invasão das fadas e no desfecho da aventura encontra as outras bruxas do Mundo do Disco, especialmente Vovó Cera do Tempo, minha bruxa preferida e fica acertado que cedo ou tarde Tiffany deveria aprender mais sobre seus poderes com uma bruxa mais experiente.

Em Um chapéu cheio de céu é narrado justamente esse aprendizado de Tiffany, ela sai de sua terra natal para aprender a ser uma bruxa com a Srta. Plana, um ser humano maravilhoso. Nossa, poucas vezes vi uma pessoa tão generosa como a professora de Tiffany, ela simplesmente AJUDA TODO MUNDO e tem uma capacidade fora do normal para perdoar e acolher.


Obviamente que em uma adolescente pragmática e cheia de poderes mágico como Tiffany a generosidade demasiada da Srta Plana e o aprendizado do não uso da magia vão se tornar um problema. Além disso, ela ainda vai conhecer um grupo de bruxas adolescentes liderado por uma menina ultra esnobe enquanto lida com um mostro louco para tomar o seu corpo. Aliás, sobre esse monstro é bom ressaltar que ele não pode ser morto e já destruiu milhares de criaturas poderosíssimas ao longo dos milênios, sendo tão velho quanto o próprio Disco!

Sim, não vai ser fácil para a nossa bruxinha! Sua jornada começou difícil e vai seguir difícil no seu primeiro ano de aprendizado. Sua sorte é poder contar com a ajuda da maior bruxa de todas, Vovó Cera do Tempo, e dos seus leais amigos (o povo Nac Mac Feegle), pois se uma situação se torna complexa além do imaginado, sempre podemos contar com os amigos, com a família com nossa própria força e astúcia.

Em Os pequenos homens livres e Um chapéu cheio de céu, uma vez mais Pratchett nos presenteia com uma história incrível, linda com um final tocante. Nunca vou entender como esse inglês consegue ser sarcástico, irônico e enternecedor ao mesmo tempo.

Ah, a propósito, a Saga de Tiffany Dolorida não se encerra nesses livros, ainda temos mais três volumes sobre ela, a saber: Wintersmith, I Shall Wear Midnight e The Shepherd's Crown. Os quais estou torcendo para ver serem publicados pela Bertrand Brasil em português logo logo!


Autor: Terry Pratchett
Ano: 2015
Editora Bertrand Brasil
Grupo Editorial Record


Pandora
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

18 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar desse autor, mas achei esse mundo inventado por ele muito interessante e adorei a sua resenha, fiquei com vontade de ler a série!
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  2. Oi
    nem conhecia o autor, mas já vi a divulgação do primeiro livro só que nem sabia sobre o que falava e pelo que vi na resenha parece ser uma história bem legal, eu li errado ou você escreveu que são 41 livros desse mundo?
    As capas são bonitas.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. UAU, esse livro é muita loucura! Nunca ouvi falar do autor mas somente um autor digno para conseguir criar um mundo tão fantástico assim. Entendo o porquê que você gosta dele, hein! Eu amei as capas, são incríveis e chamam bastante atenção.
    Abraços!
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem?
    Nossa, quanta coisa hahaha!
    Típico dos livros de fantasia, que têm universos enormes. =)
    Não conhecia os títulos, mas curti saber mais sobre!
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Eu não conhecia o Terry Pratchett, mas já gostei desse universo maluco que ele criou rsrsrs
    Como gosto muito de livros com essa mistura de seres fantásticos, com certeza irei gostar desses livros.
    As capas são maravilhosamente lindas :D

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi..
    Achei as capas lindas e as histórias bem malucas do tipo de livro que leria facilmente.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Olha, não me bate, mas eu nunca havia ouvido falar sobre esse autor, acredita? o.O
    Inclusive, estou curioso porque você falou tão bem e a história parece ser deveras interessante. Creio que irei gostar.
    E essas capas? Adorei. A Bertrand arrasou mesmo.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, oi Pandora!!!
    Nunca tinha ouvido falar desses livros, mas com essa resenha incrível e essas capas maravilhosas, já vou adiciona-los na minha lista <3 Amei a indicação, arrasou!
    Beijos! :D
    Borboletas de Papel | Fanpage

    ResponderExcluir
  9. Olá, Pandora.
    Como assim eu não conhecia esse autor ainda? E que livros são esses? Eu já quero eles. Adorei tudo o que você falou que os livros contêm. São os elementos que adoro encontrar em uma boa história do gênero. Vou torcer para que publiquem os outros também.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oii,
    Nunca tinha ouvido falar da série mas gostei da sua resenha!
    Parece ser livros bem divertidos!

    Beijos,
    Natália.

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá, Pandora.
    Bem que você avisou, é um livro bem louco. Mas gosto dessas loucuras literárias e fiquei tentado a conferir as obras. Sem dúvidas, acho que iria gostar bastante do enredo. O fato de ser baseado em uma lenda hindu também me agrada.
    Ótima resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de junho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  12. Oie,
    não conhecia os livros.
    Gostei da resenha o livro parece ser divertido, mas não compraria, talvez se ganhasse rs

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Pandora!
    Já tinha ouvido falar no Terry Pratchet e a saga Discworld, mas nunca li.
    Você falou dessa série tão empolgada que agora eu quero ler também!
    Mas nunca mais vi os livros pra vender... Bem que podiam aproveitar e relançar os livros.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  14. Céus que livro psicodélico... Nunca tinha lido nenhuma resenha do tipo e nem mesmo conhecia o autor, mas adorei a resenha em si, essa mistura de ironia e sarcasmo muito me agrade em uma leitura. Adorei.

    Beijos da Camila.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi!

    O nome do autor é familiar, mas nunca ouvi falar desta série. Adorei a dica! Histórias como esta me fascinam, e fiquei super curiosa para ler os dois primeiros livros. Tanto a lenda quanto os personagens me pareceram bem construídos - aliás, as capas são lindas.
    Ótima resenha!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. 41 volumes? Você disse 41? Isso é uma série de mangá hhahahhah
    Não conhecia a série ainda, mas gostei de conhecer. Gosto bastante de fantasia. A propósito, as capas são muito lindas. Tomara que a editora lance os outros volumes :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Pandora! Estou encantada com esta bruxinha e o universo criado pelo autor. Queria todos os volumes aqui, sei que passaria horas maravilhosas pois a história encanta, diverte e surpreende a cada página. Adorei.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books


    ResponderExcluir
  18. Oi Pandora!
    Que série é essa? Não conhecia e gostei muito da bruxinha Tiffany e desse mundo de magia. Estou encantada com a história e seus personagens. #lindodemais

    ResponderExcluir