A Incrível Jornada de Jacqueline [Resenha do filme]

Conferimos a Cabine de Imprensa de A Incrível Jornada de Jacqueline. O filme estreia dia 28 de Julho (2016).

Finalmente um título em Português que faz jus ao que diz: a jornada da vaca Jaqueline é realmente incrível. Bastante inspirado estava quem resolveu dar esse título ao filme. Se bem que já nos primeiros 20 minutos de filme nos dê vontade de dizer que tá ficando boa a história. Tudo começa muito árido e seco (ainda que com uma bela fotografia) e muito bullying ao então pobre coitado do Fatah (Fatsah Bouyahmed) e sua vaca. Em poucos minutos a terna e sincera relação entre homem e animal contagia e fica difícil não começar a torcida para que as coisas mudem logo de figura. 

O sonho de Fatah, desde menino, é poder exibir sua bela vaca Jaqueline na Feira Agropecuária de Paris. Quando tudo se encaixa e a jornada tem início, prepare-se para momentos de humor genuíno e emoções fortes. Em seu caminho, Fatah encontrará pessoas dispostas a fazer com que seu sonho de criança se torne verdade e que o ajudarão. Encontrará também a cachaça de pera que o fará subir ao palco de uma pequena quermesse (ou algo parecido) e cantar, desavergonhadamente, um hino gay. Ao se deparar com um protesto de agropecuários, Fatah é entrevistado e daí para viralizar, aparecendo em todos os jornais locais e ganhando memes e perfil no Facebook, é um pulo.


Em seu segundo longa, o franco-argelino Mohamed Hamidi nos conduz por momentos hilários, inesperados e alguns de puro deleite. O efeito especial aqui está na habilidade do diretor em fazer com que seus atores traduzam cada sentimento proposto por suas personagens: desde a esposa Naïma (Hajar Masdouki) à reporter (Julia Piaton) que enxerga o potencial da história de Fatah. 

Claro que há momentos com inegáveis e inevitáveis clichês - o cunhado Hassan (Jamel Debbouze) é um deles - mas o que sobra é um humor bastante simples, de fácil assimilação, centrado sobretudo em Fatah. 


La Vache é um filme que está, na verdade, nas entrelinhas. É um filme para pessoas que ainda acreditam que a resposta vital para um mundo melhor está no próprio homem, e em sua relação com os outros animais, sejam eles de quatro patas ou humanos. E olha que eu acho que Hamidi nem tinha essa pretensão toda! A culpa é da pera!


Dados do Filme
Título: A Incrível Jornada de Jacqueline
Título: La Vache
Ano: 2016
Diretor: Mohamed Hamidi


4.0/5.0

Cristiano Santos
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

28 comentários:

  1. oooi
    tudo bem?
    Uma pena que filmes assim não ganham tanto espaço nas salas de cinema e não têm tanta audiência. :\
    Gosto dessas histórias que deixam mensagens em entrelinhas (mesmo que não seja a intenção, haha).
    Me aparentou ser uma história bem "real". E a trama parece ter uma fotografia excelente.

    SIGA BIO-LIVROS | Página | Produtos Natura | Magazine Você

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniela! Puxa, escreveu coisas bacanas no seu comentário! Obrigado! E concordo com vc ;)

      Excluir
  2. Ah, não deu para não lembrar do filme 'Babie, um porquinho atrapalhado', hehe.
    Eu gosto deste tipo de livro e por incrível que parece nunca tinha visto nada sobre ele... é uma ótima dica levando em conta meu gosto.

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Vanessa, também pensei no Babe! Se puder, assista, vale a pena ;)

      Excluir
  3. Juro que pelo nome eu esperei por uma história triste e crueldade com a pobre Jacqueline (ainda não creio que é a vaca UHAHUA), mas pelo jeito é bem diferente, puxado pro lado cômico e até reflexivo. Gostei, dica anotada, um filme inédito mesmo hahaha

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe, que bom, Carol! Mas não tem maltratos não ;)

      Excluir
  4. Olá!
    Adoro esse tipo de filme com premissa aparentemente bobinha mas que cativa. Entrou para a lista dos que quero ver :)
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - Participe do nosso SORTEIO do DIA DOS PAIS <3 Warcraft + A Princesinha de Vader

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aê Thalita! Que bom! Tomara que curta ;)

      Excluir
  5. Oi Cristiano, tudo bem?
    Adoro colnas que falam sobre filmes, essa e mais uma dica de um filme que não conhecia e que tenho certeza de que irá me divertir e me emocionar. São histórias assim, simples e despretensiosas que acabam nos deixando com alguma lição. Gostei muito da sua crítica.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Cila! Puxa, obrigado. Fico bem feliz que tenha gostado. E se puder, assista o filme, vale a pena ;)

      Excluir
  6. Oi, Cristiano!
    Eu já estava preparada para um drama, mas achei bem legal que é bem diferente disso.
    E eu estou curiosa sobre essa pera.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe, a pera... só assistindo mesmo :D

      Excluir
  7. Oi Cristiano, tudo bem?
    Cara, se o filme for tão bom quanto sua resenha, eu já quero assistir rs
    E eu estou curiosa sobre essa pera #2
    Beijo*
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha! Obrigado pelo elogio, Bruna. E assista!!! Acho que vai curtir ;)

      Excluir
  8. Oláá,
    Nossa, não sabia desse filme e se não fosse sua resenha acredito que se eu visse eu não iria ter vontade de assistir, mas agora fiquei encantada com essa amizade entre um homem e sua vaca Jacqueline.
    Espero assistir! ^^
    Abraços

    Jovem Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eloísa! Que bom que viu a resenha e que tenha despertado em vc a vontade de assistir! Faça-o, vale a pena ;)

      Excluir
  9. Oi!
    Nossa, ri só de olhar o pôster. Uma ideia bem inusitada para o filme, especialmente pelo nome da vaca. Abri o link achando que era a jornada de alguma mulher e ai BOOM. UAHSUHASUHASUHASUHASUHUSAHAUS
    Parece o tipo de filme que eu totalmente assistiria em um dia de preguiça.

    bjs,
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe, tá certo Bibs. Então deixa a preguiça bater e coloque o filme pra rodar, vale a pena ;)

      Excluir
  10. Oi, Cristiano!
    Não tinha ouvido falar desse filme, e adorei a resenha! Gosto muito de histórias bem humoradas assim, já quero ver!
    Beijos!
    Borboletas de Papel | Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aline! Obrigado pelo elogio! E assista sim, creio que irá se divertir ;)

      Excluir
  11. Gosto muito quando vocês falam de filmes. Acabo vendo alguns aqui que quero muito ver.
    Curti muito :D

    Blog.
    Facebook.

    ResponderExcluir
  12. Caramba! Que arrependimento por não ter indicado esse filme nas análises prévias dos filmes do mês no Sem Quases. Fiquei tão apaixonada pela resenha, tão encantada pela intensidade passada e pelas críticas em entrelinhas que parecem tão proveitosas e captam tanto de pontos atuais para quaisquer sociedades e seres. Com certeza vou assistir!

    SEMQUASES.COM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Que bom que despertou isso tudo em ti, fico feliz!
      Obrigado!
      E tomara que divirta-se e reflita vendo o filme ;)

      Excluir
  13. Esse filme promete, ainda não conhecia. bjus. já tou seguindo.
    https://pedagogaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oie Cristiano =)

    Pelo titulo eu logo imaginei um drama envolvendo a pobre Jacqueline, mas conforme fui lendo sua resenha percebi que o filme é bem mais divertido do que dramático.

    Fiquei bem curiosa para conhecer a Jacqueline agora.


    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ariane :)
      Ahhh, eu sugiro que conheça a Jacqueline ;)
      Valeu!

      Excluir