O compromisso [Resenha Literária]


Se eu fosse o tipo de pessoa que marca todas as suas passagens favoritas de um livro com post it, me ocorreu agora que O compromisso da Herta Müller seria um livro impossível de ser fechado. O texto da autora tem uma força áspera, um lirismo pesado, uma capacidade de colocar interpretações plausíveis sobre a realidade que nos faz sentir o impulso de marcar tudo, pois tudo nele é marcante.


Narrado em primeira pessoa por alguém, que pode ser a própria Herta, O compromisso conta a respeito de como em uma manhã comum uma mulher pega o bonde e se dirige para um interrogatório a ser feito pelo Major Albu. O interrogatório é marcado para as dez da manhã, ela sai de casa às oito, essas duas horas no transporte são suficientes para ela rememorar, mastigar e pensar sua vida inteira.

De forma não linear, indo de trás para frente, de frente para trás e se embrenhando em curvas de memória, descobrimos detalhes da infância, da adolescência, da vida adulta da mulher que está indo depor e me senti como se estivesse ao lado dela conversando sobre a vida. Como sou o tipo de pessoa dada a conversar com estranhos na rua me pareceu como se estivesse sentada no assento, congelada e "absurdada" ouvindo as confissões de uma pessoa que passou por situações inimagináveis, mas permanece pragmática diante da vida.


Tem pessoas dotadas da capacidade de nos arrancar lágrimas contando até como teve uma longa vida feliz com um cachorro terrível, mas muito leal... Existem pessoas que são o absoluto inverso, elas te contam infinitos detalhes de uma vida recheada de violência de uma forma tão crua e natural que você só consegue ficar parada, catatônica, simplesmente ouvindo sem reação automática.

A Herta é justamente a do tipo que te faz ouvir sem reação automática. Com ela você se pega escutando ou lendo uma mulher te contar como seu primeiro marido foi a guerra, como seu sogro tentou substituir o marido em sua cama enquanto ele estava na guerra; como uma vez de volta da guerra esse mesmo primeiro marido tentou matá-la quando ela pediu divórcio; como seu colega de trabalho lhe assediou diariamente até lhe fazer perder o emprego; como seu atual marido é gentil, mas enfrenta a vida ingerindo mais e mais álcool; como sua avô enlouqueceu no campo de concentração e seu avó sofreu além dos limites do imaginável... Ela te confessa baixinho, quase como se não tivesse contando nada, a terrível experiencia de sair para um compromisso no qual se vai no minimo ser psicologicamente torturada, mas também se corre o risco de ser presa, violentada, machucada e morta dolorosamente.

O compromisso é um livro duro, sua protagonista é uma mulher dotada de uma resiliência fora do normal. Ela estica e não se rasga, se dobra e não se quebra. E, depois de nos contar tudo e mais um pouco sobre si, simplesmente se ergue, despede-se, atravessa a massa humana comprimida no limitado espaço do bonde, pede parada e se vai... Só quando ela dobra a esquina você se da conta que sabe tudo o que há para saber sobre ela menos seu nome, mas isso não importa, você tem uma longa história para digerir.


Dados do Livro

Titulo: O Compromisso
Autora: Herta Müller
Tradutora: Lya Luft
Ano: 2016 /
Compartilhe no Google Plus

Sobre Pandora

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

20 comentários:

  1. sim, impressiona demais. fiquei muito feliz que a folha colocou esse livro na relação dos de banca dessa coleção. eu li de outra edição. tb comentei sobre esse livro aqui http://mataharie007.blogspot.com.br/2014/07/o-compromisso.html
    beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Gostei da sua resenha, mas estou fugindo de livros pesados, geralmente eu acabo ficando muito mal quando leio livros assim.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  3. Oi, Pandora!
    Esse livro é bem diferente dos últimos que você leu hein?
    Diferente de você, eu não sou dada em conversa com estranhos nos ônibus. Fico bolada até hahahahah
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  4. Oi Pandora.

    Eu fiquei triste por não acompanhar essa coleção de livros da Folha, mas vou tentar adquirir pelo menos alguns que desejo demais. Este livro está incluído na lista e sua resenha ficou muito boa, consegue despertar interesse pela obra.

    Bjos

    Histórias Existem Para Serem Contadas.

    ResponderExcluir
  5. Oie,
    não conhecia o livro, mas confesso que ele não me chamou atenção.
    Acho que não leria no momento

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nossa! Só a resenha já mexeu comigo. Ainda não conhecia esse livro, mas claro que já fiquei super interessada. E com certeza é uma grande história para tentar digerir.
    Um beijão
    https://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, Pandora.
    Adoro esses livros mais duros, de narrativas mais ásperas e toque poderoso. São nesses livros que eu redescubro o prazer de ler. Ademais, acredito que vou adorar a protagonista; gosto desses personagens mais resilientes.
    Ótima resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de julho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Pandora! Que resenha linda! Fiquei me imaginando ouvindo todas as histórias de Herta. Apesar de uma vida dura, ela parece ser uma mulher muito forte. Gosto de personagens assim. Não conhecia o livro, já vou anotar aqui.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  9. Eu também não sou do tipo que marca livro com post-it, mas quando eu cedo e pego os marcadores, é porque o livro é bom MESMO. A Herta pelo jeito tem uma grande mala de histórias pra contar né, e fico feliz por ela ter te conquistado tanto, mas acho que a leitura não surtiria o mesmo efeito em mim :(

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, Pan!
    Amo livro marcantes e com personagens fortes assim, acredito que esse é mais um que vai para a minha lista. Adorei a resenha, beijos :3
    Borboletas de Papel | Fanpage

    ResponderExcluir
  11. Olá, Pandora.
    Eu não conhecia esse livro ainda e fiquei muito interessada. Que livro diferente dos que eu estou acostumada a ler. Já fiquei meio aflita só lendo a sua resenha, imagine ler o livro então e conhecer as histórias da protagonista.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oi Pandora!
    Acho essa coleção bem legal, mas ainda não vi nas bancas da minha cidade. Não conhecia esse livro e, apesar de uma história interessante, não despertou muito a minha curiosidade.

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
  13. Oi Pandora,
    E já começo o comentário como UAU. Essa sua descrição da leitura logo no primeiro paragrafo me fez pensar: vou comprar mesmo sem saber sobre o que é, rs.
    E sim, não conhecia, assumo! Parabéns pela empolgação, vou procurar o livro.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Pandora! Eu não conhecia o livro, mas como não querer ler depois desta resenha. Eu achei a história diferente e muito interessante, fiquei querendo saber cada detalhe da vida desta mulher.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  15. Você falou tão bem desse livro durante a leitura que fez nascer em mim o desejo de ler ele também! Vou esperar um momento mais leve pra fazer isso, já que a narrativa é densa.
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  16. Gostei bastante da forma como você estruturou sua resenha e principalmente da forma como deu destaque a autora.
    Realmente fiquei em interessada.
    Essa colação da folha é bem legal.

    Blog.
    Facebook.

    ResponderExcluir
  17. Oi Pandora!
    Não conhecia esse livro e depois de ler sua resenha não tem como não querer estar ao lado dessa protagonista.

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Não sei se gostaria do livro mas curti bastante a resenha. Adoro quando livros mexem com a gente dessa forma.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas

    ResponderExcluir
  19. ADOREI!! Não conhecia o livro, mas com certeza vai para a minha lista. Ultimamente tenho gostado muito de livros assim, com uma escrita diferenciada e que te chocam. Não tenho dúvidas de que é um livro maravilhoso. Isso da personagem simplesmente jogar a informação, impassível, por mais pesada que seja, é sensacional. Não dá tempo de digerir. Acho que vou adorar esse livro!!

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  20. Pandora!, eu já tinha uma queda pela literatura da Hertha, mas agora sinto que devo lê-la e muito em breve! Tenho visto algumas pessoas postando esta colação incrível e só lastimo, mais uma vez, por não ter uma mísera banca em minha cidade.Voltando a sua resenha, é incrível como tua escrita me envolve, como me sinto levado, e no quanto tudo faz tanto sentido para mim. O tempo passa, mas tem coisas que não mudam!

    Dois abraços!

    ResponderExcluir