O romance inacabado de Sofia Stern [Resenha Literária]


O que me atraiu para O romance inacabado de Sofia Stern, de Ronaldo Wrobel, foi o cenário da Segunda Guerra Mundial, foi a Alemanha. Me atraiu ao mesmo tempo em que me deixou com um pé atrás. Minha experiência em terras alemãs me fez ver um lado da guerra que eu nunca tinha realmente entendido: a perspectiva alemã. Uma das minhas grandes decepções é que isso seja tão pouco retratado na cultura internacional. Na brasileira, então, é escassa. Foi esse fato que me deu receio - e depois alívio, seguido de alegria.

Wrobel traz uma contextualização fantástica sobre a Alemanha da Segunda Guerra. Sendo Sofia Stern mestiça, ele mostra sua personagem sofrendo os atos iniciais da ascensão de Hitler, como, na escola, ser considerada inferior por seu sangue impuro. Ao mesmo tempo, traz a família de Klara Hansen, sua melhor amiga, ariana pura, mas que em nenhum momento aceita as ideias xenófobas de Hitler. Hugo, irmão mais velho de Klara, aliás, é um dos rebeldes contra o regime nazista e se afasta da mãe e da irmã quando interpreta suas atitudes como apoio ao regime.


Todas essas histórias, do fim da década de 30, vem à tona quando Ronaldo (o personagem), neto de Sofia Stern, resgata o passado de sua avó através de um livro marrom, com suas memórias, e vai até a Alemanha para provar que ela tem direito à herança deixada por Klara à Sofia. Descobrir o que aconteceu com Hugo, preso no Campo de Concentração de Dachau por suas atividades ilegais, é outra das metas de Ronaldo - até porque ele seria uma ótima testemunha no julgamento da herança. 

A leitura não é em momento algum extenuante, pelo contrário. É difícil parar de ler, já que a cada capítulo surge uma pulga atrás de nossa orelha, uma surpresa, um mistério. E o final de Wrobel fecha (ou aumenta?) muito bem essa atmosfera. Me deu uma alegria e um orgulho enorme saber que existe uma obra dessas na nossa literatura brasileira. Certamente vou buscar mais do autor.



Dados da edição:

Título original: O romance inacabado de Sofia Stern
Autor: Ronaldo Wrobel
Páginas: 255
Ano: 2016

P.S.1: Confesso, a maior questão de todas ainda está sem resposta: o fato do personagem e do autor terem o mesmo nome é mera coincidência? Ou terá algo real por trás de todo o enredo? Com os detalhes do livro, realmente não me surpreenderia.

P.S.2: O autor tem um cuidado impecável em usar termos alemães específicos, escritos corretamente e com a tradução perfeita em rodapé. Só tem um deslize: o termo "Kaiser", que significa "Imperador" e é usado devidamente, porém com letra minúscula (quando no alemão qualquer substantivo é com letra maiúscula) e sem itálico (ao contrário de todos os outros termos). 



Ana Seerig
Compartilhe no Google Plus

Sobre Ana Seerig

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

20 comentários:

  1. Oi
    Gostei da sinopse do livro e da capa, o enredo parece ser bem interessante, vou procurar pra comprar ;)
    Parabéns pela resenha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  2. Já tinha visto essa capa em muitos lugares, mas nunca tinha lido uma resenha, gostei bastante do enredo, me deixou super curiosa! Acho que vou querer conhecer mais sobre ele!

    Beijos
    Dani Cruz
    blog-emcomum.blogspot.com.br
    Twitter - @blogemcomum / Insta - @blogemcomum / Fanpage Em Comum

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro livros que se passam na época da guerra e nem posso acreditar que ainda não conhecia este, mas claro, ele foi lanço este ano, hehe. Ficarei de olho neste livro hein!!

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana!
    Gosto muito de livros que se passam nessa época, e confesso que ainda não conhecia esse livro, mas se possui mistério já fiquei interessada.

    Beijos,
    Elidiane - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Gostei da resenha Ana. No último sábado fiquei namorando esse livro na Livraria Martins Fontes, mas acabei não o levando pra casa. Tudo que se relaciona à Segunda Guerra Mundial chama demais a minha atenção e gostei de saber que o autor nos apresenta uma outra perspectiva deste cenário. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ana!
    Realmente o que nos chega é só o outro lado da Segunda Guerra e a Alemanha nem é contada seu ponto de vista. Achei interessante o livro por conta disso e com certeza darei uma chance.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  7. Oi Mi e Ana, suas lindas, tudo bem com vocês?
    Estou sempre procurando por livros e filmes cujas histórias se passaram durante a Segunda Gerra. Esse livro além de trazer uma perspectiva diferenciada, tem também uma trama de mistério. Estou torcendo para que Hugo esteja vivo, mas acredito que seja difícil. E mesmo que esteja, o que ele deve ter sofrido, deve tê-lo marcado de forma feroz. É um passado duro que a humanidade carrega. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Achei a capa bem bonita, mas n me deu tanta vontade de ler
    Vou dar um tempinho, quem sabe me desperta o interesse!
    Mas achei a resenha ótima!


    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, Ana. Depois que assisti o filme O Menino do Pijama Listrado fiquei com muito receio de ler livros que retratavam a Alemanha na Segunda Guerra. Sou emotiva demais, chorona demais e sempre que assisto algo relacionado ao tema, fico com uma sensação estranha no coração. Não sei se é porque sou dramática demais, enfim, não tenho coragem para tal coisa. Mas adorei a capa do livro e que bom que gostou realmente da história!
    Abraços.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  10. Oi Ana, tudo bem?
    Adorei a dica, realmente é difícil ver livros da Segunda Guerra que falem mais sobre os alemães.
    Gosto muito desse tema, apesar de não ler muitos livros que o abordem.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  11. Olá!!

    Nossa amei a capa desse livro. Gosto de livros que relacionam a segunda guerra. acho que iria gostar bastante, mas confesso que não estou numa época boa para livros difíceis, de qlqr maneira, vai pra lista! rsrssr

    Bjinhos
    JuJu
    As Besteiras Que Me Contam

    ResponderExcluir
  12. Gostei bastante da resenha, nunca li um livro sobre a Segunda Guerra que focasse nos alemães, achei interessante.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  13. Oii.. Acho que já vi esse livro em algum lugar, provavelmente na internet. Nunca imaginei que fosse brasileiro e fico muito feliz por ser! A capa é lindíssima e eu tbm me peguei pensando na questão do nome do personagem e do autor ser o mesmo. Entrou pra lista de desejados!
    Beijos
    http://curaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá, Ana! Bem interessante a premissa do livro. Mesmo sem ler fiquei curiosa sobre o nome do personagem e do autor ser o mesmo. Haha
    Beijos
    Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  15. Olá, Ana.
    Não conhecia esse livro ainda mas já foi para a lista. Eu amei essa capa e gosto muito de ler livros que se passem na Segunda Guerra. Espero gostar.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  16. Vou ler. Gosto muito do que vc recomenda. Beijo, Ana.

    ResponderExcluir
  17. Oi Ana,
    Adorei conhecer esse livro ♥ a premissa é bem interessante.
    Dica anotada aqui.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  18. Olá, Ana;
    Me apaixonei pelo título e capricho do livro, a arte de capa remete a livros históricos.
    Não conhecia a obra, mas com certeza adoraria ler, esta premissa me chama a atenção.


    Beijos da Camila.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Não conhecia a obra, mas a premissa me chamou bastante a atenção, principalmente por se tratar de uma obra brasileira. Bom saber que o tratado da época, mesmo através de memórias, é feito de maneira perfeita.
    Sem dúvidas, uma obra que muito me interessa.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de julho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  20. Oi, Ana! Que interessante esse livro! Eu não conhecia, mas já achei o enredo super legal (também gosto muito de histórias relacionadas à Alemanha/Segunda Guerra). E que estranho terem tido tanto cuidado com os termos alemães, mas deixarem passar Kaiser... Será que a palavra já não foi dicionarizada aqui no Brasil? Porque aí faria sentido escrever em minúscula...

    bjs!
    http://entreletrasevagalumes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir