Jack Reacher: Sem Retorno [Resenha do Filme]

Conferimos a Cabine de Imprensa de Jack Reacher: Sem Retorno

A princípio pode parecer que Jack Reacher: Sem Retorno é um filme de ação estilo Missão Impossível, mas dessa vez Tom Cruise protagonista um longa em que além de ter ação temos uma boa pitada de drama familiar na história. Isso porque Jack Reacher (Tom Cruise) ao se envolver em uma trama de conspiração descobre que talvez possa ser pai de um adolescente de 15 anos. 

Antes de mais nada é bom dizer que quem não assistiu ao primeiro filme, Jack Reacher: O Último Tiro, pode ver o segundo sem problemas, já que o roteiro apresenta uma nova história sem ligação com o primeiro longa. Dessa vez Reacher volta a antiga base militar para conhecer a Susan Turner (Cobie Smulders), mas ao chegar lá descobre que a amiga, que só conhecia por telefone, foi presa. Desconfiado, Reacher começa a investigar e descobre uma conspiração que envolve tráfico de armas dentro do exército, o que gera muitas cenas de ação sem deixar de desenvolver o tema central do longa. Não é um filme só com cenas de tiro, porrada e bomba, sem um fundo bem trabalhado. Na verdade, apesar de ser previsível, o roteiro possui uma boa história em que vemos os protagonistas tentando desvendar quem está por trás da conspiração. E como se não bastante todos os problemas, Reacher descobre que pode ser pai de Samantha (Danika Yarosh, Heroes Reborn), uma adolescente filha de uma garota de programa que corre risco de vida, já que os inimigos do protagonista tentam matá-la. 


Samantha é um dos grandes destaques do filme, tendo que passar um tempo com o suposto pai e a fugitiva Susan. A adolescente se mostra esperta, sarcástica e bem ousada. Não é uma garota passiva que fica apenas assistindo o desenrolar da história e esperando ser protegida por Reacher. Na verdade, Sam os salva algumas vezes, mostrando ser mais inteligente do que o protagonista imagina. A relação dos dois é um dos pontos centrais da trama e por um momento o trio funciona como uma família bem interessante.


Tom Cruise continua excelente protagonizando cenas de ação, mesmo com 54 anos. Reacher é um personagem simples, mas consegue ter carisma com sua postura de herói marrento, só não sei se não sorri porque é uma pessoa séria ou o botox do Tom dificulta a expressão facial (e sim minha gente, é muito botox!). Além disso, a persoangem Susan é excelente, uma mulher durona, que evidentemente combate o machismo dentro e fora do ambiente de trabalho, mas que conquistou o respeito de seus subordinados por seus esforços. Apenas gostaria de ter visto mais um pouco sobre ela e Reacher, porém, o foco da trama não é o romance. 


De certa forma, Jack Reacher: Sem Retorno me lembrou os filmes de ação da década de 90 e como fã do gênero acabei gostando bastante. Não é um longa com uma trama intricada e difícil, mas cumpre com o papel de filmes do gênero.

Por fim, vale lembrar que o longa é baseado no filme de Lee Child, publicado pela Bertrand Brasil.

Trailer:

FICHA TÉCNICA

Título: Jack Reacher: Sem Retorno
Título Original: Jack Reacher : Never Go Back
Diretor: Edward Zwick
Data do lançamento no Brasil: 24 de novembro de 2016
Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

8 comentários:

  1. Olá, Michele.
    Eu diferente do ator não pude deixar de rir com a parte do botox hehe. Não sabia sobre o primeiro filme, por isso vou assistir antes, mesmo não sendo continuação. Adoro os filmes do Tom e gostei do filme ter lembrado os filmes de ação da década de 90, que são meus favoritos.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi, tudo bom?

    Estava querendo ir ver esse filme e agora tenho certeza que irei. Adorei conhecer um pouquinho da história e saber que envolve dramas mais particulares e atuais. Filmes de ação são ótimos para descontrair e colocar adrenalina na veia hahaha

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia ainda o filme, muito menos o livro. Assisto poucos filmes de ação, talvez provavelmente seja por isso, mas gostei de saber que dá pra ver o segundo sem precisar ter visto o primeiro, e pelo jeito a história conta com drama também, envolvendo a filha do protagonista e personalidade forte dela.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie Mi =)

    Vi o trailer no cinema, mas confesso que não curto muito filmes de ação. Sei lá eles me parece tudo mesma coisa rs... Também não conhecia o livro (estou desinformada).

    Eu posso não gostar de filmes de ação, mas minha mãe adora então anotei a sua dica para ela ;)


    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  5. Oláááá Miiiiiiii!
    Não assisti o primeiro filme, então gostei de saber que os filmes podem ser vistos independentes, tb gostei de saber que tem uma pegada drama e envolvimento familiar, confesso que assim que vi o trailer pensei numa coisa meio Missão Impossível. Não que eu não goste, muito pelo contrário, é que é meio tipo assinatura do TC né?
    Por falar nele, que eu acho fofo, ri muito com seu comentário sobre o botox rsrs tá mesmo dificultando as expressões faciais!
    Ahhhh tb não conhecia o livro :/
    Vou procurar a respeito.
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
  6. Oi Michele!
    Então, ele tem uma pegada meio oitentista. Na verdade seu estilo é bem parecido com o primeiro, um caso para que o Tom Cruise possa resolver, só que diferente do primeiro esse eu senti que a trama recebeu um trato melhor. Estou pensando se falo sobre ele, mas daria no máximo um nota 3/5, mas acho que estaria melhor ranqueado do que Dr. Estranho por exemplo. Sabe que eu mesmo adorei o Ultimo MI, pra mim foi nota máxima, teve uma boa história, balanceou bem os dois protagonistas, foi primoroso.
    bjo LP
    quatroselos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. É muito botox! Hahahahaha
    Mesmo não gostando muito dos filmes do estilo do Tom Cruise, eu gostei do primeiro Jack Reacher. E só vou assistir esse por causa da insistência do meu marido.. Hahahaha
    Gostei muito da sua resenha.
    Beijos, Aline
    Verso Aleatório

    ResponderExcluir
  8. Oi querida,
    Amei oque escreveu sobre o filme, parece ser bem legal e movimentado.
    Preciso assistir.
    Beijos.
    http://entregarotas.com/

    ResponderExcluir