Chatice da Alê: Orgulho e Preconceito X Orgulho Preconceito e Zumbis.


Subtítulo do post: ou aquelas horas em que a gente cria uma história com o filme.

Há muitos anos, quando eu começava a faculdade, virei fã de Orgulho e Preconceito. Nunca tinha visto uma história tão linda e ricamente contada. Jane Austen percebe muito bem as reações das pessoas e suas dissimulações, o que às vezes transforma uma linda história num suspense romântico (o que para mim é uma grande qualidade).

Quer dizer, quem que leu O&P de primeira e gostou do Darcy desde o início? Jane me fez odiar o mocinho e admirar o intelecto e caráter incomum de Lizzie para moças de seu tempo, até o meio da história. Desse ponto em diante as coisas se invertem e Darcy vira o cara mais maravilhoso da face da terra enquanto que Lizzie fica parecendo uma moça preconceituosa.

Apesar de ser muito interessante, acredito que não é todo mundo que persiste na leitura desse livro porque a velocidade em que os fatos ocorrem é muito lenta. Sem falar que os costumes da época não permitiam muito contato físico, então passamos o livro inteiro sem ver nosso casal favorito dar uma bitoquinha sequer.


Quando minha amiga Ticiane me disse que estava lendo Orgulho Preconceito e Zumbis, minha primeira reação foi torcer o nariz. "Que heresia! Jane deve estar se revirando no túmulo..." Ela me garantiu que foi um livro muito engraçado, que ela adorou e tal, mas não me convenceu. 

Passaram-se os anos e eu fui ficando menos Austenmaníaca e eis que surge Orgulho Preconceito e Zumbis nas telonas de cinema. Fiquei toda animada para ir, mas acho que deve ter sido um fracasso de bilheteria (corrijam-me se eu estiver enganada) porque quando fui assistir já tinha saído de cartaz. Graças à Deus, porém, nestes últimos dias descobri que estava passando no Now da Net e posso dizer que adorei! Fico pensando porque a autora original não teve essa ideia. Quer dizer, na época de Jane já tinha gente escrevendo histórias de horror como Udolpho (livro que a autora menciona em outro livro chamado A Abadia de Northanger), então não era totalmente impossível (risos).

Parando com a palhaçada, essa versão do romance de Darcy e Lizzie me interessou por alguns motivos especiais: a protagonista teve sua coragem, inteligência, independência e originalidade ressaltadas. Aos nossos olhos modernos é uma Lizzie feminista mesmo. Treinada na China nas artes marciais, leu A Arte da Guerra no idioma original e é capaz de destruir vários zumbis sem a menor cerimônia. Wickham é ainda mais canalha no meio dos zumbis e não tem uma cena sequer que seja monótona e lenta demais.


Aliás, falando em cenas, adorei a cena do baile quando o Darcy começa a admirar a beleza da Lizzie após ver a mocinha decepando uns zumbis, muito comédia. Outro destaque vai para a cena em que Lizzie rejeita o pedido de casamento de Darcy, que no original é bem paradinho, com no máximo uma troca de perdigotos, mas em OP&Z é uma verdadeira guerra. Enquanto discutem, jogam objetos um no outro e lutam de espadas (com direito a rasgadinha sexy das roupas), acho que isso deu mais vida a cena (um grande joinha para o autor dessa pérola).

A única coisa estranha que achei, foi ver Lady Catherine de Burgh interpretada pela mesma atriz que faz Cersei em Game of Thrones. Sempre pensei nela como alguém bem idoso, mas quis o autor que ela fosse uma quarentona sexy super matadora de zumbis.

Recomendo se você tiver bom humor e não for assim tão fã da autora, porque aí pode querer quebrar a TV. 

Um grande abraço!

Alê Lemos.

Compartilhe no Google Plus

Sobre A Menina das Ideias

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

22 comentários:

  1. eu tb torci o nariz, só vi pq adoro zumbis. eu tb gostei, mas na verdade é pq o livro está claramente ali. os zumbis são só um acessório. comentei aqui http://www.oquetemnanossaestante.com.br/2016/12/chatice-da-ale-orgulho-e-preconceito-x.html

    ResponderExcluir
  2. Oi!!! Sou fã da Jane Austen e ainda não tive a chance de ler e nem assistir essa nova versão. Eu não sou de julgar, até porque ficar esperando semelhança ou a mesma qualidade do anterior não vai te levar a nada. Cada livro ou produção de filme é diferente, mesmo sendo inspirado em algo. O que importa para mim é ser feito com qualidade. Seu post me deixou curiosa agora para ler e assistir orgulho e preconceito e zumbis. Bjos ♥️

    ResponderExcluir
  3. Aquele texto que faz você rever seus preconceitos e ter vontade de ir ali ler ver o filme!

    ResponderExcluir
  4. Oi Alê, tudo bem?
    Curti bastante o post, mas admito que não me convenci hahaha!
    Acho essa proposta um tanto quanto bizarra, por mais que fique engraçada.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    eu ainda não vi esse orgulho e preconceito e zumbis não, porém vou da uma olhada pra ver se ao menos consigo tirar boas risadas de lá!
    abraço!
    Squad Of Readers

    ResponderExcluir
  6. Oie Alê =)

    Bem não me julgue, mas eu simplesmente não curti Orgulho e Preconceito assim como qualquer outro livro da Jane Austen. Tentei, juro! Mas eles não fizeram a minha cabeça. adoro o filme, mas o livro não foi uma das minhas melhores leituras.

    Sobre a versão zumbi, como sou medrosa e tenho verdadeiro medo/nojo de zumbis passei longe dos dois rs...

    Beijos e uma ótima semana para você;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  7. Oi Alê, ai menina, eu também torci o nariz quando ouvi falar desse livro pela primeira vez, minha reação foi igualzinha a sua. Quando foi divulgado o lançamento do filme eu nem me dei ao trabalho de ver o trailer, ou saber mais sobre a adaptação, mas lendo sua experiência e vendo que você acabou gostando da história, fiquei curiosa para assistir o filme. Vou aproveitar as férias para fazer isso.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  8. UOU! Gostei bastante do post!
    Os livros da Jane são realmente maravilhosos!

    Um beijo.
    www.anneabreu.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Alê!

    Menina eu comprei aquela edição de 3 em um de capa rosa sabe ? Comecei a ler orgulho e preconceito, uma obra que todo mundo fala tão bem! Mas percebi que eu não estava no momento da leitura, e acabei parando de ler pra não estraga, então não posso opinar sobre essa nova ideia, só sei que odeio zumbis! Mas o fato de ter te surpreendido me deixou curiosa sabia? Tipo estava óbvio que você não iria gostar e derepente você realmente gostou! Achei muito legal isso a ideia do romance. Vou assistir o filme é depois finalmente ler livro Jesus kkkkkk.

    Beijinhos

    Resenha Atual

    ResponderExcluir
  10. Oie,
    hahahaha não conhecia o livro, mas faria a mesma cara que você quando me falassem, mas adorei a premissa. Parece ser interessante.

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    3 livros por 20 reais

    ResponderExcluir
  11. Oi, Alê!
    O&P só vi a adaptação mais recente, mas tenho o livro e do ano que vem não passa a leitura.
    O&P e Zumbis eu tenho vontade de assistir e não de ler. Esse filme deve ser bom pra dar algumas risadas.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Natal Literário
    Participe do Sorteio de Fim de Ano
    Participe da promoção três anos de Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  12. Oi Alê, tudo bem?
    Eu amo Jane Austen e suas histórias. Orgulho e Preconceito é a minha preferida. Mas, gosto de releituras, de ver as histórias sobre outras perspectivas. Apesar do filme não ser nenhuma obra prima, gostei bastante, principalmente da maneira como trabalharam os personagens.
    Ótima resenha.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu gostei muito do livo e do filme e olha que sou fã da autora. Tentei levar numa boa, tipo, os caras queriam inovar ou sei lá, e realmente algumas partes ficaram parecidas, só lá pro meio da historia que ficou nada a ver com o livro. É uma leitura para ler sem se preocupar mesmo. Não é de todo bom, nem de todo ruim.
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Eu nunca li Orgulho e Preconceito mas sou apaixonada pela versão com zumbis de um jeito que a outra nunca me chamou atenção. Acho que é o que você disse mesmo, essa versão tem mais ação, acredito que flui melhor. E sim, o filme foi um fracasso, hahahaha a critica detestou e os fãs de Jane Austen queriam acabar com todo mundo como acontece com os zumbis do filme.

    ResponderExcluir
  15. Tenho vontade de ler Orgulho e Preconceito, creio que seja um clássico, por isso mesmo ainda não lendo o livro, quando vi que saiu essa paródia no cinema eu torci o nariz como vc fez para com a sua amiga, haha. Porém, lendo agora esse post resolvi dar uma chance a essa versão com Zumbis, se você que leu o livro original gostou desse filme, possivelmente também vou gostar :)

    Beijo, www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi, Alê. Nunca vi, nunca li nenhuma adaptação de O&P e eu fico extremamente chateada por isso. Todo mundo fala do talento da Jane, e eu ainda não consegui provar que estas pessoas estão certas. Eu quero muito assistir o filme, ainda mais esse contemporâneo que parece envolver o coração do leitor.
    Beijo!
    Leitora Encantada
    Participe do Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
  17. Olá, Alê,
    Eu li esse livro antes do original. Mas já conhecia a história por causa do filme. E como já amava a original acabei não gostando nenhum pouco do livro com os zumbis hehe. Mas que bom que gostou do filme, porém eu não pretendo assistir.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  18. Resenha ótima não conhecia mais amei a dica,
    obrigado pela visita, tenha uma semana abençoada.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  19. Que legal vc ter gostado do filme, gostei de ler suas impressões!
    Eu tbm acho que deve ser bem divertido, pena que ainda não assisti...
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Alê!

    Eu li esse livro. Também tive um pouco de preconceito, mas curti bastante a ideia. Ficou engraçada até!
    Mas ainda preciso ver o filme :)

    beijos
    Psicose da Nina | Instagram

    ResponderExcluir
  21. eu amo Orgulho e preconceito e assim como você , fiquei com raiva de Darcy no começo e depois me apaixonei por ele. E agora que assisti OPZ, já ouvi algumas amigas dizendo que adoraram, vou tentar achar pra assistir. adorei esse post beijos

    Taynara Mello
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
  22. Sou fã de orgulho e Preconceito e já devo ter lido este livro umas quatro vezes e ainda quero reler outras vezes. Não li o livro O&P e os zumbis mas agora quero ler. E mesmo fã da Jane me diverti muito assistindo ao flime e concordo com os pontos positivos que você destacou na resenha, principalmente a cena da declaração com a baita briga. Enfim vejo tudo relacionado a esta maravilhosa obra.
    abraços
    Gisela
    www.lerparadivertir.com

    ResponderExcluir