Dirky Glently´s


Se você passa boa parte das suas horas de lazer olhando para a tela inicial da Netflix, sem conseguir escolher o que assistir e sua lista já é maior que a dos infratores da Lava-Jato, seus problemas quase acabaram! Você pode assistir Dirky Glently´s.

Nunca ouviu falar, não é? Eu também não, até que meu sobrinho comentou sobre esta série e ela apareceu magicamente pra mim enquanto navegava na Netflix. O universo conspirou a favor, porque é totalmente assim que a série funciona já que é baseada em livro do mesmo autor do Guia do Mochileiro das Galáxias, Douglas Adams. (Você pode ler mais sobre o livro AQUI).


Todd (Elijah Wood) é um funcionário de hotel totalmente frustrado e desmotivado que tem uma irmã, Amanda (Hannah Marks) que sofre de uma doença que merece o Oscar só pelo nome criativo que o autor deu a ela: Pararibulitis, doença essa que ele já teve e diz que está curado. Essa doença faz com que a pessoa tenha alucinações em situações em que ela acredita que realmente está vivendo a alucinação. Todd está lá em sua vida mais ou menos quando encontra Dirk Gently (Samuel Barnett) um detetive holístico que precisa investigar uma coisa que ele não sabe o que é, mas que ele acredita que Todd tem que ser seu assistente e que o universo vai levá-los a solucionar o caso e por isso eles correm atrás de um cachorro com um comportamento estranho que é a melhor pista que eles têm.

Bart (Fiona Dourif) é um personagem que não se sabe de onde veio nem para onde vai, mas ela sai em missão e só sabe que sua missão é matar Dirk e conta com a ajuda de um hacker, ken (Mpho Koaho). (Se alguém souber como pronunciar o nome “Mpho” me ensina).


Todd e Dirk acabam encontrando com Farah Black (Jade Eshete), funcionária do milionário Patrick Spring que foi assassinado e todos estão à procura de sua filha e Farah passa a evitar que Todd e Dirk morram. É uma corrida contra algo que eles não sabem muito bem o que é, porém Dirk acredita que saberá com o tempo, pois homens estranhos armados e muito violentos atrás deles, não falta! E tem uma gangue que suga um tipo de energia assim como espalha violência por onde passa.

É, (de novo), aquele tipo de série esquisita, com gente estranha que eu adoro! Tem muita ação apesar de não ser apenas uma série de ação, tem humor, apesar de não ser um humor leve, tem violência, muita violência, mas não é como se a série fosse totalmente cruel e saísse matando seus personagens principais e espalhando as tripas na nossa tela, porque ela não faz isso. É legal, engraçada, bem ao estilo de Douglas Adams mesmo, com humor inteligente e irreverente e que não tem como a gente explicar direito o que acontece na história, só vendo para entender. Não é o tipo de série que agrada a todos, porque tem um bando de doido correndo de um lado para o outro, mas é o tipo de série que me faz apaixonar logo na primeira aparição, sabe-se lá vinda de onde, de Bart querendo matar Dirk.


Os oito episódios de 42 minutos cada da primeira temporada já estão disponíveis na Netflix. Divirta-se!

Marise Ferreira
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

12 comentários:

  1. É baseado em "O guia do mochileiro das galaxias"?
    Eu morro de curiosidade de ler esse livro.

    Eu nunca ouvi falar dessa serie e ela me pareceu meio maluca haha.
    Se eu tiver oportunidade vou assistir.

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babi, não é baseado, é só do mesmo autor, por isso o mesmo estilo que ele tem na série também é encontrado nos livros. O mesmo tipo de piada inteligente e irônica.

      Excluir
  2. Oi Marise, tudo bem?

    Não fazia ideia da existência da série, mas já adorei o contexto dela. Série com gente esquisita faz muito o meu tipo, assisti "The OA" e essa já é muito esquisita por si só haha
    Adoro as misturas que parecem compor a série: violência, alucinações e uma pitada de humor. Ótima dica!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
  3. Não sei se é bem meu estilo, mas estou bem nessa situação de não achar o que assistir, então aceito a sugestão hehehe :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, Marise.
    Eu sou dessas, tem tanta coisa para assistir que nunca sei o que eu assisto. Me interessei pela série e vou ver o primeiro episódio para ver se gosto. O bom da Netflix é que dá para ver tudo de uma vez, não precisa ficar esperando uma semana pelo próximo episódio hehe

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi
    eu já me deparei com essa série em alguns sites e nem sabia que tinha oito episódis, parece ser diferente e legal.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá Marise, tudo bem?

    Vi essa série lá e fiquei na dúvida, mas sua resenha me convenceu e vou dar uma chance,ótima dica...bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Marise, tudo bem?
    Eu adoro as suas dicas! Nunca ouvi falar na série, mas como tenho Netflix, qualquer hora dessas me aventuro. Vai que eu gosto? Só por ter o Elijah Wood, já me deu vontade de assistir.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Marise!
    Pirei vendo esse post aqui. Eu adoro essa série e fiquei super feliz quando a Netflix começou a transmitir.
    Dirk Gently's é a maior farofa que você respeita! AMO AMO AMO!
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
  9. Minhas listas de séries só aumenta e vai ficando tudo atrasada... kkkk
    Essa é mais uma que esta na minha lista a partir de agora!
    Magia é Sonhar
    Sorteio Marcadores de Página

    ResponderExcluir
  10. Oi Marise!
    Eu e o marido maratonamos essa série, que achamos por acaso no Netflix. Amei!!!
    Não vejo a hora de chegar a segunda temporada.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  11. Estou na metade da série e apesar dela ser diferente das que eu costumo assistir, estou adorando. Elijah está muito bem no papel.

    Blog | Paixonites Literárias Xx

    ResponderExcluir