Lion - Uma jornada para casa [Resenha do Filme]

Conferimos a Cabine de Imprensa de Lion.

Não, Lion não é nenhum filme sobre animais. Para saber o porquê do título, você precisará ir até o final do filme. Não veremos nenhum leão algum no decorrer da história, mas veremos uma luta sendo travada sim. Lion é uma história de busca. Busca por si mesmo, pelos outros, por paz interior, por felicidade e por encontro. 

O longa é o primeiro do diretor Garth Davis, que alcançou uma certa notoriedade com a série dramática Top of the Lake, em 2012. Tudo começa quando o pequeno Saroo (brilhantemente interpretado pelo ator mirim Sunny Pawar) resolve insistir com seu irmão mais velho, Guddu (Abhishek Bharate), que é forte o bastante para ir procurar emprego com ele. Assim sendo, Guddu o leva em sua bicicleta até a cidade. Saroo, depois da jornada de trem, exausto, é deixado no banco da estação pelo irmão para dormir: ‘Você fica aqui, e me espera!’. Ao despertar e perceber que está sozinho, Saroo sai em busca do irmão. E é claro que o destino resolve então intervir na vida do pequenino, levando-o a muitos quilômetros de distância de sua casa, sua família, sua cultura. Acompanhar o menino em suas adversidades pelas ruas de Calcutá, sem saber de onde vem ou até mesmo o nome de sua mãe (já que só a chamava de ‘mãe’), vai fazer com que você se coloque ali, ao lado do pequeno Saroo, pegue em sua mãozinha suja e tão pequenina quanto ele e deseje que isso o proteja, e o leve a lugares melhores e com perspectivas de uma vida fora daquela escuridão toda que o cercou. 


E não é que vai dar certo?! O pequenino será adotado por uma família australiana que lhe encherá de amor. E ele não será o único a ser adotado: Matosh (Divian Ladwa) também será acolhido com o mesmo amor, ainda que traga sérios traumas de uma infância violenta e desolada, e se torne um adulto problemático. Mas Lion vai além. Mostra a tecnologia como mola propulsora do sonho de encontrar os verdadeiros seus que volta a Saroo 25 anos depois. Somos levados a essa nova jornada com Dev Patel, mais uma vez sendo o ótimo ator que tem mostrado ser. E mais uma vez nada será muito fácil. Porém, ele contará com a companheira Lucy (Rooney Mara) e o final dessa aventura lhe renderá, caro espectador, algumas lágrimas. 

Falemos então dos pais adotivos de Saroo: alerta spoiler! Sue e John Brierley (Nicole Kidman e David Wenham), ainda que pudessem optar por filhos naturais, já que descobriremos mais tarde que Sue nunca teve problemas para gerar filhos, resolveram que seria melhor se pudessem dar a chance à crianças que muito provavelmente teriam suas vidas mudadas através da adoção. A minha intenção não era exatamente entregar o jogo aqui, revelando um rápido momento da história, mas cada um vem a este mundo com uma missão (fim do alerta spoiler).


E se é para tomarmos um caminho mais espiritualista nessa resenha, me arrisco a expor algo muito pessoal com você, querido leitor. A bondade, o amor, a compreensão, a doação, o altruísmo e a generosidade precisam ser celebradas. Estamos vivendo dias escuros e tristes e encobertos e ameaçadores. As pessoas perderam a noção real da palavra respeito e gritam seus discursos de ódio disfarçando-os de ‘direito de opinar’. Acredito então no meu dever de espalhar qualquer forma de amor e compaixão sinceros, honestos, verdadeiros. E isso tudo só para dizer que a mulher interpretada por Nicole Kidman é um desses raros seres humanos que precisam de celebração. 

O amor precisa ser celebrado. Lion reforçou isso em mim, que trabalhe da mesma forma para você. E eu sabia que aquela abertura, com o pequeno Saroo encantado com tantas borboletas, traria um filme emocionante. 

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Lion- Uma jornada para casa 
Título Original: Lion
Direção: Garth Davis
Data do lançamento no Brasil: 16 de fevereiro de 2017


4.5/5.0

Cristiano Santos
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

19 comentários:

  1. Oi, Cris!
    Esse filme está muito bem elogiado. Não vou assistir por agora porque recentemente assisti A Monster Calls e ainda estou depressiva haahaha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe, tá certo, Luiza. A Monsters Call é outro filme lindo. Dolorido, mas gostei bastante.

      Excluir
  2. Oii Cristiano, tudo bem?
    Amei o trailer, gosto de filmes assim, apesar de assistir raramente. '' Busca por paz interior, por felicidade e encontro '' achei bem profundo isso hahaha.
    Abraços;**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
  3. Oi Cristiano, tudo bem?
    Eu vi o trailer e fiquei muito interessada em assistir. Depois da sua resenha, a curiosidade ficou maior ainda. Espero ir em breve. Ótima resenha.
    Abraço.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Lia.
      Curta o filme como curti!
      Abraço

      Excluir
  4. Oi, Cristiano.
    Eu não conhecia o filme, mas gostei dessa proposta de busca e da mensagem que o mesmo passa.
    Acho que vou me emocionar bastante.
    Gostei muito da resenha. De verdade :)

    Abraço!
    Tudo Online

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Savio!
      Se você é do meu time, os que se emocionam mesmo, leve lenços de papel ;)
      Abraço

      Excluir
  5. Oi! Vou assistir, gostei do enredo. Me recordou o caçador de pipas. Bjos <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
  6. Gostei da dica Cristiano. Realmente parece ser um filme intenso e profundo e saber que tem o Dev Patel no elenco só me deixa ainda mais empolgada para assisti-lo. Abraço!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, Vanessa, intenso e profundo ;)
      Abraço

      Excluir
  7. Ainda não conhecia, mas adorei a dica. Fiquei interessada em assistir! Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Cristiano,
    Eu amei esse filme, lindo demais.
    Achei a cena final tão realista.
    To encantada com Sunny Pawar ♥

    tenha uma ótima quarta!
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana!
      Que bom que amou! Tbm!
      E o Pawarzinho realmente é de tirar o fôlego, que lindo!
      Ótima quarta pra ti tbm!

      Excluir
  9. Que história linda! Já me emocionei só vendo o trailer, imagina quando olhar o filme hehehe

    Blog aboutbooksandmore.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cássia! Prepare os lencinhos então ;)

      Excluir
  10. Filme muito lindo, vale apena assistir. Se preparem para chorar o filme é muito real.

    ResponderExcluir