Ninfeias Negras [Resenha Literária]


Ninfeias Negras não é um livro simples ou um livro qualquer. É também, e principalmente, uma aula bem planejada. A aula começa com a Editora Arqueiro fazendo o leitor se encantar com o capricho da edição que vem dentro de uma caixa linda e embalado em papel de seda amarelo. Um cuidado que faz com que o ato de tirar o livro da embalagem seja quase romântico.

A aula continua com os ensinamentos transmitidos em linhas quase poéticas do autor sobre o famoso pintor Claude Monet.

Pra mim que sou totalmente leiga em artes, foi um aprendizado e para alimentar meu conhecimento e curiosidade, fui obrigada a pesquisar sobre a cidade onde se passa a história e sobre as obras de Monet. Eu senti necessidade de “ver” o que estava lendo.

Confesso que em alguns momentos achei que eram informações demais para pouca influência direta na história, que muitas vezes a arte foi mais importante que os acontecimentos que o autor queria contar e por vezes eu me senti cansada de aprender, mas como eu queria saber o final e ansiava por descobrir quem era o assassino, fui em frente.


E valeu a pena porque o livro é bom. Portanto, eu aconselho a quem estiver hesitante que continue, mesmo que não seja uma pessoa interessada em arte, pois o final é surpreendente, completamente inesperado e mostra como realmente Michel Bussi é criativo!

Toda a trama se passa na cidade de Giverny onde Monet tinha casa e pintava suas famosas Ninfeias. Em um vilarejo pequeno onde todos se conhecem, a morte do famoso oftalmologista, Jérome Morval, choca e traz para a pequena vila os Inspetores de Polícia Laurenç Sérénac e Sylvio Bénavides para investigar o assassinato. 

Sérénac se apaixona pela bela professora Stéphanie Dupain e acredita que seu marido ciumento, Jacques Dupain, é o assassino, mas não há provas contra ele e a investigação começa a girar em torno das obras de Monet e sobre o comportamento do médico, que além de um adorador e colecionador de obras de arte, era também um grande mulherengo. Os inspetores conseguem pequenas pistas e uma delas, inexplicável, uma criança, Albert Rosalba, morreu em 1937 do mesmo modo que Jérome Morval e fica quase impossível descobrir como um assassinato em 2010 pode ter como referência outro assassinato acontecido tantos anos antes.


Paralela à história do assassinato nós temos três mulheres que o autor denomina como uma má, uma mentirosa e uma egoísta. A má e mais velha, com seus 84 anos, desfila pela vila como se fosse invisível. A mentirosa, Stéphanie, quer mudar sua vida, quer ir embora e nutre os mesmos sentimentos pelo inspetor Laurenç Séréneç. A mais nova e egoísta, Fannete Morelle, é uma menina de onze anos e é incentivada por sua professora, a linda Stéphanie, a pintar, pois assim como James, um pintor americano que largou a família para viver na vila de Monet, ela acredita no talento excepcional de Fannete. Com a ajuda de seu amigo Paul e correndo dos outros colegas de escola, Vicent, Camille e Mary, Fannete passa a acreditar em seu talento e pintar um quadro para participar de um concurso de uma fundação famosa que pode levá-la para outros lugares longe de Giverny. Paul sabe que ela tem talento e que o sucesso a aguarda, mas nem todos pensam assim, nem todos querem que ela alcance o sucesso, mesmo a sua mãe acha que é um desperdício de tempo Fannete se dedicar à pintura.

A vida de todas estas pessoas que moram em Giverny vão se embaralhando e se cruzando de alguma maneira enquanto um cachorro de nome Netuno acompanha a todos bem de perto durante todos os anos em que se passam a história, e nada, nem uma pista sequer leva os inspetores a descobrir quem matou o médico.


Para saber quem é o assassino só lendo e descobrindo o enigma criado por Michel Bussi.

Ps: Enquanto eu lia o livro apareceu na internet um vídeo com imagens raras de Monet, achei interessante e foi uma coincidência bem legal já que eu estava buscando imagens para o livro. Vale a pena dar uma olhada:


FICHA TÉCNICA

Título: Ninfeias Negras
Autor: Michel Bussi
Onde Comprar: Amazon


Marise Ferreira
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

13 comentários:

  1. Oi, Marise!
    Gente, está todo mundo falando bem desse livro que eu realmente estou pensando em dar uma chance.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras
    Sorteio Literário de Carnaval

    ResponderExcluir
  2. Já li várias opiniões positivas sobre esse livro e ele acabou entrando na minha lista de futuras aquisições...
    bjs

    Amor Por Livros
    http://amo-os-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha Marise. O livro me pareceu ser bem intrigante e misterioso e esse lance sobre Monet e as ninfeias me deixou ainda interessada. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Marise, tudo bem?
    Eu gosto de romances policiais, ainda mais quando a trama mistura elementos de fantasia com realidade, como no caso deste. Mas, te confesso que lendo sua resenha a proposta do livro está bem diferente do que eu imaginei sobre o livro a princípio. Ainda vou deixar na lista. Quem sabe uma hora dessas resolvo conferir?
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Marise,
    Fiquei muito curiosa para ler esse livro. Muitas pessoas estão falando dele.
    Já está na lista.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá Marise, tudo bem?
    Esse livro tem uma premissa muito boa e apesar de eu não ler muitos livros assim, fiquei curiosa.
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, Marise.
    Eu amei esse livro. Além da aula de arte, o mistério é muito surpreendente. Mesmo eu já tendo visto um final parecido em um livro do Sidney Sheldon. Eu também fui procurar as imagens do lugar quando comecei a ler hehe. A Arqueiro caprichou mesmo nessa edição.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  8. Já tinha visto esse livro, mas é a primeira resenha que leio dele. Não fazia ideia do enredo, nem sabia que tinha essa trama investigativa. E agora fiquei curiosa em relação a identidade do assassino, hehe.

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  9. AMEI a sua resenha e me senti mega interessada pelo livo. Já adicionei na minha lista e não vejo a hora de comprar e ter a experiência.

    Beijo grande,
    Café, Vodka e Literatura

    ResponderExcluir
  10. Olá, Marise.
    Parece ser um livro interessante, principalmente por causa dessa ligação com a arte. Por mais que em alguns momentos a "aula seja demasiada", quero conferir.
    Excelente resenha.

    Gostei bastante do sexto provérbio. Muitas vezes ficar calado é a melhor solução.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de fevereiro. Serão dois vencedores, dividindo um vale compras e dois livros.

    ResponderExcluir
  11. Oii, Marise!
    Fiquei super interessada nesse livro, já estava na minha wishlist mas sua resenha me deu ainda mais vontade de ler.
    Super entendo essa coisa de "ver o que estava lendo" acontece muito comigo! hahaha
    Não sou lá muito entendida de arte também, mas gosto muito e tenho certeza que será um ótimo aprendizado.
    Beijoss
    www.vidaemmarte.com.br

    ResponderExcluir
  12. Fiquei ultra curiosa para ler esse livro! Que resenha maravilhosa. Eu adorei a capa, belo trabalho a da Arqueiro, realmente é de se encher os olhos.

    Beijos!

    Camila Nasc - www.bookclick.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi, Marise!
    Eu adorei o livro. Nunca tinha lido nada do autor e achei a escrita dele muito inteligente. Eu pensei milhares de coisas, mas neeem passou pela minha cabeça a verdadeira história. Achei genial!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir