Fome de Poder [Resenha do Filme]

Conferimos a Cabine de Imprensa do filme Fome de Poder

O Mc Donald’s sempre foi uma marca que dividiu opiniões! Uns amam, outros detestam e desde crianças eu amo, confesso. O que poucos sabem é que os criadores da rede de restaurante são dois irmãos que nunca tiveram a ambição de se tornar uma marca mundial, pelo contrário, eram duas pessoas simples que tiveram uma ideia genial de fazer hambúrguer rápido e que tiveram também a infelicidade de cruzar o caminho de Kroc, um homem inteligente, visionário, empreendedor e psicopata. 

Na primeira cena de Fome de Poder podemos ver Kroc tentando vender uma máquina que faz Milk Shake rapidamente e descobre que um restaurante fez seis pedidos. A princípio ele acha estranho, afinal, ninguém está comprando seu produto, mas ao chegar no lugar, San Bernadinho, Kroc se depara com Mc Donald’s, um restaurante que largou a ideia do Drive-Thru e estava inovando no local com um Sistema de Serviço Rápido em que os lanches saiam em 30 segundos! Dick e Mac (na história original Richard "Rick" J. McDonald e Maurice "Mac" McDonald) eram dois irmãos, em que Dick (Nick Offerman), sem dúvida era o mais genial e Mac (John Carroll Lynch) o mais ingênuo. Kroc quando percebe que a ideia deles é incrível, convence a dupla a franquiar a marcar, sendo ele o responsável pelos negócios. Os irmãos tinham uma grande preocupação com controle de qualidade e por isso, fizeram um contrato para ajudá-los a manter o controle dos produtos.


Ray Kroc (Michael Keaton) era um homem capaz de enxergar a frente, de reconhecer o talento das pessoas e usar isso em benefício próprio. No começo do longa ele era um empreendedor pequeno, com muitos problemas para crescer, mas com uma ambição enorme. Encontrando no Md Donald’s uma forma de crescimento, o protagonista mostra que sua fome pelo poder era de fato incontrolável e quando atingiu seu objetivo descartou as pessoas que o ajudaram sem nenhuma piedade. 

Kroc só começa mesmo a se tornar o dono da marca quando resolve comprar o terreno para os franqueados usarem. Depois disso a sua vida dá uma imensa guinada e o longa não poupa na personalidade do empresário, terminando com uma cena bem parecida com a do começo, só que o público de seu discurso já é outro, o que me pareceu uma excelente jogada do diretor John Lee Hancock


Não dá para culpar apenas Kroc por todos os acontecimentos, Dick e Mac pagaram por sua ingenuidade, pagaram por acreditar em acordos verbais, pagaram por se distanciar das ações de Kroc e de confiar nele. Pagaram caro, inclusive acredito que Kroc humilha os irmãos de uma maneira até desnecessária, ele não tem empatia por nada e nem ninguém. Aliás, CEOs lideram o ranking da psicopatia nas empresas e não é por menos, acho que vida de Krock nos dá um bom exemplo disso. 

Ao menos uma lição fica depois de tudo: persistência! De fato, quantas pessoas com talentos não possuem sucesso? Quantos alcançam o sucesso e não sabem administrá-lo? Quantas ideia boas não saem do papel? Sem a persistência ninguém chega a lugar nenhum. 


Michael Keaton está perfeito no papel, talvez um dos melhores de sua carreira, e também achei interessante toda a ambientação do longa. Vale destacar também a direção de John Lee Hancock e o roteiro de Robert D. Siegel que vai desconstruindo a imagem do seu protagonista ao longa da história. 

Apesar de seguir à risca a estrutura de filmes biográficos, com brilhantes histórias de vida, Fome de Poder tem o diferencial em ter um protagonista que dificilmente consegue ganhar a simpatia do público, mas que ainda assim, tem uma história incrível.

Trailer:

FICHA TÉCNICA

Título: Fome de Poder 
Título Original: The Founder
Direção: John Lee Hancock
Data de estreia no Brasil: 09 de março de 2017
Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

14 comentários:

  1. Oi Mi,
    Não sabia do filme, mas é uma premissa interessante e ao mesmo não tempo não interessante para mim.
    Fiquei na duvida se assistiria.

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Mi, tudo bem?
    Apesar de não ser muito saudável, amo os lanches do Mc donald's...hahaha.
    Não conhecia o filme, mas gostei da história e sua resenha ficou ótima.
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi esther eu tb amo, é terrível esse amor todo kkkkkkkkkkkk

      Excluir
  3. Oi, Mi!
    Também amo Mc Donald's, infelizmente!
    Não conhecia a história por trás do sucesso da rede...

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  4. Eitaaaaa! Preciso muito ver esse filme
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Michele.
    Eu amo e se pudesse, se não fosse tão caro e não engordasse tanto, viveria só de MC hehe. Não conheço a história da marca e fiquei interessada. Mas como não sou tão fã de filmes assim, fiquei na dúvida se assisto ou não.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Não fazia ideia sobre isso, sobre a história por tras da marca. Incrivel, você arrasou no post!

    https://amebatom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu estou doida para ver esse filme, gosto muito de ver histórias biográficas e gente, é Michael Keaton sabe... nao tem como ser ruim :B eu adorei a resenha, tá bem completa

    bjs, Carol | Espilotríssimo
    www.carolespilotro.com

    ResponderExcluir
  8. Gostei da dica Mi. Não sabia que havia um filme contando a história dos criadores do McDonald's e achei interessante, principalmente por trazer um anti-herói na trama. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Mi!
    Esse filme com certeza é instigante, e interessante! Esse eu vou querer assistir, e saber como se deu início ao McDonald's

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Menina, eu não sabia dessa história!
    Se alguém me falasse superficialmente sobre o filme eu nem ia dar muita atenção a ele não, mas agora fiquei com vontade de assistir. E já tô com pena dos irmãos, pq já deu pra ver que eles vão penar um bocado.

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    Romantic Girl

    ResponderExcluir
  11. Oie,
    não conhecia o confesso que não me meu tipo de história, mas acho que meu marido vai gostar

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    Canal no youtube

    ResponderExcluir
  12. Oi, Mi!
    Nossa! Morria e não sabia que era a história do fundador do McDonald's.. e eu jurando que o nome do fundador era McDonalds hahhahaha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Literário de Carnaval
    Resenha premiada Paixão e Crime
    Sorteio Três Anos de Historiar

    ResponderExcluir
  13. Oi Mi, tudo bem?

    Não acredito que ainda não assisti esse filme, sempre quis saber a história por trás desses. Hambúrgueres. vou procurar pra assistir, adorei a resenha bjs

    Taynara Mello www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir