Ligações [Resenha Literária]


Acho que todo mundo se pudesse faria uma ligação para alguém no passado. Eu com certeza faria, para o meu pai, que me ligou no dia primeiro de 2012 para me desejar feliz ano novo, mas não consegui atendê-lo. Disse a mim mesma que depois eu ligava de volta, mas sete dias depois ele faleceu e eu nunca pude retornar a ligação. Não tive a mesma sorte que Georgie McCool que sem querer descobre que o telefone da casa de sua mãe consegue ligar para o seu marido, antes de se casarem. E por que justamente nesta data? Porque o relacionamento aparentemente está em crise e a protagonista no momento também está.

Georgie é uma mulher adulta, casada, com duas filhas e estável profissionalmente. Porém, há anos vem tentando emplacar com um programa novo e por isso ela e seu parceiro de trabalho passam horas e horas trabalhando e vão ter que fazer isso no Natal. Neal abandonou a carreira para ser um pai em tempo integral, chateado porque a mulher não passará o Natal com ele, resolve mesmo assim viajar com as filhas para casa de sua mãe e com isso, Georgie acredita que o casamento está desmoronando. E como se não bastasse, sua querida mãe já a trata como se ela estivesse realmente divorciada. 


Não se sabe porque o telefone é mágico, apenas que todas as vezes que Georgie liga para casa de sua sogra com o telefone da casa de sua mãe, a ligação vai para o passado e consegue falar com um Neal ainda solteiro, seu namorado, numa época em que ele estava questionando o relacionamento.

À medida que Georgie conversa com o Neal do passado, vamos acompanhando a história dos dois e dos momentos mais importantes deles, quando se conheceram, quando foi o pedido de casamento, a decisão de Neal de ser pai integralmente, sua falta de ambição na carreira e como ele ajuda Georgie a seguir seus sonhos. Percebemos claramente que a protagonista se sente extremamente culpada por não passar o Natal com a família, sente falta das filhas e do marido e acha que eles não sentem sua falta, que ela é descartável na vida deles, de tanto que se ausentou.


E nessa jornada de autoconhecimento de Georgie vamos descobrindo que Neal não gosta do companheiro de trabalho da esposa e teve que abrir mãos de muitas coisas para viver um grande amor, inclusive dividir Georgie com alguém que ele não gosta.

Ligações foi o primeiro livro da Rainbow Rowell que li e achei a narrativa da autora super fluída. O drama é o ponto principal, mas temos o romance entre duas pessoas que já são casadas, em um relacionamento bem real, com personagens que erram, que tentam acertar, progredir na vida, enfim, pessoas comuns, como todos nós. Não temos um marido perfeito, lindo, rico e poderosos. Na verdade, Neal é um homem comum e Georgie é uma mulher que tenta conciliar a família e o trabalho, algo bem normal nos dias atuais.


Ligações é um livro com personagens que a gente se identifica facilmente e quando terminei a leitura fiquei pensando sobre o valor que devemos dar a quem realmente importa.

FICHA TÉCNICA

Título: Ligações
Autora: Rainbow Rowell
Onde Comprar: Amazon

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

15 comentários:

  1. Olá, Michele!
    Sem palavras para a sua resenha! Não sabia que o livro tinha esse toque "sobrenatural", mas já estou louco para ler. E, realmente, essa lição do começo é valida sempre, né?

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mi!
    Gente, fiquei deprê a resenha toda por causa do seu depoimento no começo :(
    Enfim.. se eu pudesse, ligava tantas vezes para a euzinha do passado. Principalmente pra dizer para parar de ser trouxa pelos crushes.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Literário de Carnaval
    Sorteio Três Anos de Historiar

    ResponderExcluir
  3. Olaa! Tudo bem?
    Poxa, fiquei triste com o que contou no início.. :/
    Eu acharia muito bom poder ligar para o passado! Para avisar sobre algumas coisas, sabe.. e eu gostei bastante da ideia do livro!!
    Beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi, tudo bem?
    Minha primeira experiência com a autora foi com Anexos, que em vez de ligações usa e-mails como narrativa. Não gostei muito. Depois, li Eleanor & Park e me apaixonei completamente! Recomendo, viu? <3 Agora quero ler Ligações. Gostei do clima mágico não ser explicado, acho que combina com romances, dá aquela sensação de comédia romântica tipo De Repente 30, sabe?
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Oi Mi,
    Só li um livro da autora e gostei bastante da narrativa.
    Esse já esta na lista de leitura.

    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Michele

    Que bad essa sua história do começo da resenha! :( Sinto muito.
    Eu nunca li nada da autora e esse é o único livro dela que chama minha atenção. A ideia de poder ligar para algum momento do passado é muito interessante e tenho curiosidade para acompanhar o desenvolvimento dessa trama.

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Mi, tudo bem?
    Já li "Anexos" dessa autora, mas não gostei muito.
    Porém, esse tem uma premissa muito interessante, pretendo lê-lo quando tiver a oportunidade.
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Mi! Eu comprei o livro como você já sabe e mesmo amando a Rainbow eu ainda estou enrolando para começar a ler. Acho tão fofo quando vejo um casal tentando se redescobrir apaixonados depois de tanto tempo, acho que mostra que todo casamento passa por uma fase difícil e juntos, eles podem supera-la. Com certeza começarei já!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  9. Ei, que interessante essa história.. adorei. Como eu nunca tinha visto sobre esse livro por ai?!! Já quero ler. Obrigado pela dica e resenha :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá, Michele.
    Só li um livro da autora até agora e gostei bastante. Devorei ele na verdade. Eu já tinha visto esse de nome, mas não sabia sobre o que era e achei a premissa muito interessante. Vou anotar aqui para ler futuramente.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Oi Mi, tenso isso pelo que você passou. Se eu pudesse fazer uma ligação para alguém no passado, seria pra um amigo meu que cresceu comigo e que morreu em um acidente de carro ano retrasado. Sinto falta dele.
    Achei bem interessante a escolha da autora em criar esse tema, bem original até. Super me interessei.
    Beijokas
    [SORTEIO]Baile Literário
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  12. Oi, Mi!
    Que tocante e intenso o começo da sua resenha, sério. Fiquei extremamente sentida!
    A premissa do livro deve trazer um turbilhão pra cabeça de muita gente!
    A ideia dele lembra muito o livro Me liga, que eu amo por sinal. É bem parecido mesmo!
    Já tinha visto o livro da sua resenha por aí, mas não sabia que se tratava disso, agora quero tê-lo urgente rs

    Beijo :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  13. Mi, que foto linda!!!
    Quero muito ler um livro dessa autora, já tenho dois livros dela na minha lista!
    Esse vai para a minha lista também, parece ser realmente muito bom!
    Pelo que tenho lido, os livros deixam algo bonito para o leitor no final... Quero muito ler e espero gostar das obras dela.
    Beijos,
    Keth.
    Blog: www.parbataibooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi, Michele!
    A Rowell parece arrasar, né? Eu já adorei a premissa do livro e é provável que a história arranque lágrimas de mim em algum momento (ou em vários, nunca se sabe).
    Eu conheço o título, mas sendo franco, esta foi a primeira resenha dele que li e confesso que você me convenceu; claramente quero lê-lo. Acho que irei adorar.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Mi! Que resenha fantástica! Adorei conhecer um pouco mais sobre o livro. Ainda não li nada da Rainbow, mas vejo muitos comentários positivos sobre seus livros. Esse já está na minha lista :)
    Beijinho
    EVENTUAL OBRA DE FICÇÃO

    ResponderExcluir