Outlander: A Cruz de Fogo - Parte I [Resenha Literária]


Ler Outlander, A Cruz de Fogo, parte I de Diana Gabaldon é fazer uma viagem cheia de surpresas para o século 18, é sentir uma explosão de sensações, cheiros, sabores, é experimentar o frio da água gelada do rio, o vento da Cordilheira, é sentir o calor do esforço do trabalho, ou do abraço aconchegante do seu amor.

É uma leitura tão envolvente que eu me sinto bucólica ao me entregar às experiências de Claire, Jaime, Brianna, Roger e todos os outros que participam da vida deles.

Já adaptados na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, Jaime precisa tomar conta de todos os arrendatários de suas terras, precisa ajudá-los a construir suas casas, cuidar dos seus filhos, preparar a terra para plantar, mas o Governador o convoca para reunir seus homens em um milícia que vai atrás dos chamados Reguladores, rebeldes que estão aterrorizando e torturando autoridades por não concordarem com os impostos cobrados. Enquanto reúne seus homens e vai ao encontro do pedido do Governador, Jaime e Claire encontram pessoas que precisam de ajuda e Jaime é obrigado a tomar decisões que mudam a vida delas para sempre. Há sempre um risco enorme que ele corre conforme toma suas decisões, mas como é um homem íntegro e um escocês, ele sempre cumpre sua palavra, o que às vezes deixa Claire desesperada. Porém, a união dos dois, muito embora seja forte o bastante para suportar todas as provas, às vezes é tão normal, simples e com seus próprios dramas, como os casais que encontramos na vida real, e isso pra mim é o mais encantador na relação deles. Mesmo quando Claire é assediada e Jaime fica muito nervoso, eles conseguem nos divertir com uma bela briga.


Claire e Jaime encontram dois irmãos que foram vendidos como escravos, um homem que sofreu um AVC e está imobilizado em um sótão sendo torturado e sua esposa que o odeia. Encontram também uma moça de quatorze anos que engravidou de um homem casado. Não há sossego para os Fraser, mas a milícia é dispensada e eles podem voltar para casa a tempo de comemorar o Natal.

Enquanto isso Brianna tem que administrar todos que ficaram na casa grande na Cordilheira, a briga entre as mulheres e crianças, cuidar de seu bebê e se preocupar com Roger que está reunido com a milícia. Roger vem tentando agradar Jaime de todas as maneiras possíveis, tudo que ele quer é ser o braço direito do sogro, apesar de não saber lutar ou mesmo atirar e ser um exímio cantor! 

No entanto, apesar de todos os problemas, eles se reúnem em festa para o casamento de Jocasta, tia de Jaime com o velho amigo dele Ducan. Eles estiveram juntos na prisão e Jaime tem por ele grande consideração, ele não tem um braço, mas mesmo assim foi ele quem foi atrás dos escoceses que estavam na América para se tornarem arrendatários de Jaime. Ducan tem um segredo e está muito nervoso com o casamento, chega a desaparecer por um bom tempo, e ao procurá-lo Jaime descobre que uma pessoa pode ter sido assassinada e Claire vai ajudá-lo a descobrir a verdade quando eles se encontram novamente com o bandido que tanto prejudicou os Fraser, Stephen Bonnet. Não bastasse Jaime ter procurado por Stephen tendo as piores intenções, agora ele vai ter que novamente reunir a milícia a mando do Governador, e o que vai acontecer, só saberemos na parte II, que já aguardo ansiosamente. 


Outlander, A Cruz de Fogo mostra mais uma vez o talento de Diana Gabaldon para desenvolver personagens, explorando muito bem os relacionamentos, além de ambientar perfeitamente a história no século 18. Quem ainda não começou a ler essa série de livros, fica a minha recomendação, mas uma vez que vocês comecem, não vão conseguir mais para de ler, assim como eu.

Para ler as resenhas anteriores de Outlander CLIQUE AQUI

FICHA TÉCNICA

Título: Outlander. A Cruz de Fogo- Parte I
Autora: Diana Gabaldon
Onde Comprar: Amazon

Marise Ferreira

Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

15 comentários:

  1. Outlander é simplesmente uma das melhores séries da atualidade. Que ódio desse Stephen Bonnet, oh pedra no sapato, viu!

    Beijos,
    Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Você me lembrou que eu preciso continuar lendo a serie. Eu li os dois primeiros e assisti a série, eu amo esta história.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Marise,
    Estou aguardando ansiosamente o lançamento do próximo livro.
    Noosssa! Só de pensar já fico mega animada!!!
    Não vejo a hora do Bonnet ter o que merece.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Que resenha bem escrita e detalhada! Eu amei. Fiquei super curiosa para conhecer a série.

    Beijos,
    Ler Antes De Dormir

    ResponderExcluir
  5. Olá, Marise.
    Eu só tenho o primeiro livro dessa série aqui na estante. Mas ainda não comecei a ler. Acho os preços dos livros um pouco salgados hehe. Mas como até agora não li nenhuma resenha negativa deles eu preciso ler.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Oi, Marise!
    Pulei sua resenha porque ainda estou decidindo se leio ou não essa série. Então pra evitar futuros spoilers...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
  7. Oi Marise, tudo bom?
    Parei em A Libélula no Âmbar porque infelizmente meu bolso não custeia os exemplares de Outlander ç_ç ASUHUASUHASUHASUHASUHAS a Bianca lá do blog já leu até esse, se não me engano, e os surtos dela continuam de mais de oito mil.
    Quero muuuito pegar tudo e maratonar a leitura de uma vez porque tenho grande amor por essa série e por esses personagens e pela narrativa da Diana <3
    Ótima resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Quero muito ler os livros dessa série, porém me falta tempo para ler esses calhamaços, hehehe. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  9. Oi, Marise!
    O que me desmotiva em prosseguir com essa série é o fato da mesma ser MUITO extensa. Eu li o primeiro livro, gostei (embora tenha esperado um desfecho mais interessante), mas não sei se pretendo dar continuidade à leitura dos próximos livros. Principalmente porque ando sem tempo.
    Fico feliz que este volume tenha te agradado e mantido a essência dos livros anteriores.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Ainda não tive a oportunidade de ler os livros, mas sempre fui curiosa para conhecer a história que parece levar o leitor numa viagem maravilhosa!
    Adorei a resenha.

    Beijos
    construindoestante.blogspot.com.br || Concorra a um vale presente de R$40,00

    ResponderExcluir
  11. Hey Miiii!!
    eu to no segundo livro ainda, nem comecei a ler ele rs
    eu tive que pular uma parte da sua resenha tá?
    [Obaaaaa
    se está tão maravilhoso quanto os outros já começ a valer muito a pena continuar seguindo :D
    POXA VIDA ahhahaa
    mas anota ai quem sabe não bate uma inspiração?HAHAH
    beijocas
    Pâm - www.interruptedreamer.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, Marise

    Já me recomendaram essa série dezenas de vezes, mas eu não tenho coragem de começar agora. Os livros são muito grandes e o tempo é escasso, mas são livros que pretendo ler, pois os elogios são infinitamente mais frequentes que as críticas. Mas não sei quando isso vai acontecer! Rss

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  13. Parabéns pela resenha Marise! Já li A Viajante do Tempo, A Libélula no Âmbar, O Resgate no Mar e Os Tambores de Outono e curti bastante. Estou ansiosa para ler A Cruz de Fogo! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir