A Melodia Feroz [Resenha Literária]


Sabe aquele livro com mensagem lindas e realistas que te deixa sem ar? Então, A Melodia Feroz fez isso comigo. Tive que recorrer ao post-it para poder marcar as páginas que tinham frases que me faziam parar e refletir sobre o assunto. Esse livro foi o meu primeiro contato com a autora Victoria Schwab e posso dizer que ela me conquistou com sua escrita e genialidade ao construir esse universo maravilhoso. Pretendo ler outros livros dela.

A melodia feroz é o primeiro livro de uma duologia chamada Monstros da Violência. Nesse primeiro volume temos como cenário a terra de Veracidade que é dividida em duas: Cidade Norte e Cidade Sul, ambas habitadas por monstros! Seres que nascem a partir de um ato de violência cometido por um humano, separados em três tipos: os Corsais que são sombras carnívoras originadas de crimes que não envolvem mortes; os Malchais que surgem de assassinatos e possuem uma forma humana e os Sunais, monstros raros porque nascem de grandes massacres de violência e parecem humanos.


Os Corsais e Malchais vivem na Cidade Norte sob o comando do impiedoso Callum Harker, pois ele deixa os monstros andarem livremente e vende proteção aos humanos. E os três Sunais que existem vivem na Cidade Sul sob a proteção do bondoso Henry Flynn que os enxerga como seus filhos mesmo eles sendo criaturas monstruosas. August o Sunai mais jovem dos três, quer ser igual ao pai e sonha em poder combater a violência que atinge sua cidade sem precisar matar. De tanto pedir ao seu pai e ao irmão para fazer parte do exército, ele acaba recebendo uma missão diferente: fingir ser um humano e estudar com Kate, a única filha de Harker. Assim, no caso de uma trégua entre os dois lados da capital de Veracidade ser quebrada, a Cidade Sul poderá sequestrar a garota e forçar um novo acordo com Harker.

Se August quer ser igual ao pai dele, Kate também deseja ser igual ao dela. Ela anseia ser cruel e acima de tudo que provar para Callum Harker que pode ser seu braço direito na batalha contra os monstros. Kate é uma personagem incrível, pois no decorrer das páginas podemos conhecer melhor da sua personalidade e descobrir o motivo por trás dessa decisão de igualar ao pai. Kate é aquela personagem Girl Power, mas também possui suas fraquezas e não se deixa se abater por elas, seguindo em frente com seu ideal. Por outro lado, temos August que é um monstro, mas daria tudo para ser um humano ou não precisar se alimentar. 
Muitos humanos são monstruosos, e muitos monstros sabem se fazer de humanos

August e Kate são os personagens principais, porém, a autora não deixou os personagens secundários apagados, muito pelo contrário, ela os encaixou na trama de uma forma que enriqueceu ainda mais o enredo. Outro ponto positivo para o livro é que apesar da pouca idade dos personagens, eles sabem o que querem e não ficam naquele drama todo de adolescente. Por terem crescidos cercados por violência, os dois só querem sobreviver e para isso acontecer eles precisam lutar. 
As pessoas estão aqui para serem usadas. Essa é uma verdade universal. Então use-as, ou elas vão usar você
E é através desse cenário que Victoria Schwab nos apresenta um enredo com personagens jovens e para um público jovem, mas cheio de metáforas relacionadas ao nosso mundo e com um conteúdo adulto. Afinal de contas, a autora deixa claro nesse volume, que os humanos podem ser monstros por meio de seus atos e que quando uma pessoa pratica um ato violento, ela gera mais violência. A jogada da autora é genial e faz com que um livro de quase 400 páginas seja lido de uma maneira que o leitor nem perceba. Adorei o final e posso dizer que ele deixou um gancho perfeito para o segundo livro.


Vale ressaltar que a Editora Seguinte manteve a capa original e ainda tem um marcador de páginas personalizado lindíssimo! Enfim, vale muito apena ler A melodia feroz, espero ansiosamente pelo segundo volume da série.

FICHA TÉCNICA

Título: A Melodia Feroz
Autora: Victoria Schwab
Onde Comprar: Amazon

Ariane de Freitas
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

21 comentários:

  1. Olá Ariane, tudo bem?
    Ainda não li esse livro, mas vejo muitos comentários positivos sobre a escrita da autora. Além de que ela estará na Bienal esse ano né?! Amei a resenha, tentarei ler em breve, antes da autora vir.
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi
      A escrita da autora é maravilhosa. Já procurei saber dos outros trabalhos dela. Obrigada pelo elogio.
      Beijos
      Ari

      Excluir
  2. Olá, tudo bem?
    Nossa, nunca tinha visto nada sobre esse livro. Parece ser maravilhoso e bem reflexivo. Amei sua resenha! Irei procurar adquirir o livro!
    Beijos!
    https://teattimee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ariane!
    Fico feliz que você tenha gostado.
    Agora que chegou minha continuação, vou poder começar a ler <3
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Três Anos de A Colecionadora de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu😍
      Inveja mortal das suas edições maravilhosas em inglês.Me conta depois sobre sua visão do primeiro livro e me fala do segundo😊.
      Beijos
      Ari

      Excluir
  4. Olá Ariane :)
    Achei muito interessante esse livro, já quero!
    Muito boa sua resenha. bjs

    https://raposinha-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Ariane, sua linda, tudo bem?
    Eu sempre tive essa visão de que quando lidamos com o mal e deixamos que ele nos use viramos monstros de certa forma e isso com certeza só gera mais violência mesmo. Inclusive, a vítima ao se defender do mal, pode acabar praticando o mal. Tem que ter muita força e muita fé. Estou louca para ler. Adorei sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cila😊.
      Tenho a mesma visão que você nessa questão da violência. Obrigada pelo elogio.
      Beijos
      Ari

      Excluir
  6. Olá, Ariane.
    A cada resenha que leio desse livro só me dá mais vontade de ler ele. Eu achei essa ideia da autora genial. Nunca vi nenhum enredo parecido. E hoje em dia no meio de tantas histórias iguais que temos, tem que valorizar quando aparece algo diferente.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sil.
      leia sim o livro, você vai adorar e realmente a autora foi genial no enredo.
      beijos
      Ari

      Excluir
  7. Olá, tudo bem? Esse livro está sendo super bem comentado, e cada vez fico mais curiosa para ler ele... Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa!
      Estou ótima. Obrigada pelo elogio.
      Beijos
      Ari

      Excluir
  8. Oi Ariane, tudo bem?
    Primeira resenha que leio desse livro e já quero haha
    Fiquei muito curiosa para saber mais sobre a Kate, e saber o desenrolar dessa história.
    A capa está linda, e a sua resenha ótima, vou procurar ler o quanto antes
    Beijos!
    Lost Words!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii
      Estou ótima. Também estou ansiosa para saber mais da Kate no segundo livro e concordo com você a capa está linda.
      Beijos
      Ari

      Excluir
  9. Oi Ariane, como vai?
    Não conhecia o livro, mas gostei da premissa e sua resenha me despertou curiosidade. Eu concordo com a autora no sentido de que o mal sempre gera o mal, e que a cada ato ruim ou de maldade que praticamos algo muito ruim é liberto no universo. Já está na lista.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  10. Cada vez que leio sobre esse livro me da mais vontade de conhecer a história.. parece realmente ser muito boa :)

    http://www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Monique😊
      Realmente a história é boa e a autora soube construir um universo bem legal e realista. Dar uma chance e leia.😉
      Beijos
      Ari

      Excluir
  11. Oi!

    Adorei sua resenha, é a primeira que me despertou bastante interesse nesse livro, só por se tratar de monstros e amo personagens girl power. Fico feliz que a autora tenha se utilizado de metáforas, já está na minha lista de desejos! A capa é realmente muito linda, amei o marcador.

    <3
    Livros que Li

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii Amanda😊
      Muito obrigada pelo elogio. Realmente a capa tá maravilhosa.
      Beijos
      Ari

      Excluir
  12. Oi Ariane!
    Preciso ler logo algo da autora.Todos que leram falam que ela é maravilhosa,a relação das suas histórias com a realidade são super bem construídas....adorei essa abordagem diferente,um mundo novo com monstros e a relação deles no mundo,super curti.
    Provavelmente vou comprar todos os da autora pra autografar na Bienal ;)
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiii Claúdio 😊
      Também adorei a abordagem dela no enredo. Depois que você for a bienal. Me conta como ela é. Se é simpática.Kkkk
      Beijos
      Ari

      Excluir