A Pequena Livraria dos Corações Solitários


Vou começar esta resenha dizendo como é bom ler um livro que não apenas atendeu, mas superou, minhas expectativas. Posy Morland pode ser considerada a típica heroína de chick-lit britânicos, um pouco acima do peso, distraída, boa amiga, e algo mais que esperamos de uma heroína do gênero, mas o enredo de A Pequena Livraria dos Corações Solitários criado por Annie Darling, certamente não permite que a personagem e principalmente a história, caiam no lugar comum. 

A trama gira em torno da luta de Posy para reerguer a Bookends, a livraria em que foi criada, após herdá-la de Lavinia Thorndyke, que deixou o negócio para a funcionária por saber que ele significa muito mais para ela do que para seus descendentes. Receber uma herança seria algo totalmente maravilhoso, isso se o negócio não estivesse à beira da falência e a herdeira não tivesse a menor noção de como administrar uma empresa, especialmente uma que está passando por dificuldades, ao mesmo tempo em que tem que lidar com o neto da falecida proprietária o tempo todo no seu pé, e ainda ter que criar o irmão mais novo de quinze anos, uma vez que os dois são órfãos há sete anos. 

Sebastian, o neto de Lavinia, é chamado pela imprensa britânica de o homem mais grosso de Londres, por ser bastante inconveniente nas coisas que fala, mesmo que algumas delas sejam verdades. Posy, que o conhece desde criança também vê esse traço da personalidade do rapaz, especialmente por ele não poupar insultos a moça, e ter uma vez ou outra judiado dela na infância. 


Apesar de sempre ter feito parte da vida da protagonista, o rapaz passa a prestar uma especial atenção a ela após a morte da avó, em parte por ele ser o testamenteiro, mas também por ter uma clausula que diz que se o negócio não se tornar rentável em dois anos, ele será destinado a Sebastian, que herdou o restante dos imóveis da vila que Lavinia possuía. O que tem um peso enorme, uma vez que o apartamento em que Posy e Sam moram, fica acima da loja. 

Como se trata de um romance, é claro que aos poucos vamos torcer para que o relacionamento dos dois vá muito além dos negócios, apesar de ter detestado, e mesmo assim rido muito, de algumas situações protagonizadas pelos dois. O relacionamento deles vai se aprofundando cada vez mais, de forma natural, com Sebastian dando cada vez mais pitacos na forma como Posy deve gerenciar a Bookends, e neste percurso trazendo para nós leitores as cenas mais hilárias possíveis. 

Perdi as contas de quantas vezes chamei as amigas no aplicativo de conversas para mostrar uma foto de uma cena engraçada dos dois, ou apenas para fazer um comentário para incentivá-las a ler este livro também. Apesar da grosseria, Sebastian certamente nos inspira a torcer pelo casal, especialmente quando a protagonista passa a ter fantasias com ele, e as transforma no rascunho de um romance de época do período da regência. 

Além do casal protagonista, também vamos conhecer Sam, o irmão adolescente de Posy, que junto com ela viveu a cena que para mim, foi a mais emocionante de todo o livro. A forma como a autora resolveu abordar a situação foi totalmente crível, com o garoto se comportando como um típico adolescente introvertido, mas ao mesmo tempo, demonstrando toda a gratidão pelos esforços que a irmã tem ao criá-lo sozinha. Eu detesto quando existe um personagem criança ou adolescente que se comporta totalmente em desacordo com sua faixa etária, portanto, mais um ponto para Annie Darling


Além da família, os funcionários da Bookends também são muito importantes para o desenvolvimento da história, pois são mais que funcionários, são amigos de Posy. Verity, a mais tímida e responsável do grupo, Nina, a beldade divertida, e Tom, o mais misterioso de todos, integram o trio de funcionários mais disfuncionais de quem se tem notícia, e tudo se deve a Lavinia, que não hesitava em dar uma chance as pessoas, mesmo que elas aparentemente não fossem as mais indicadas para o trabalho. 

Outros personagens são apresentados no decorrer da trama, alguns mais relevantes que outros, mas estes cinco, além da protagonista, são os mais relevantes para a história. Amei a forma como a autora abordou os personagens secundários, fazendo com que eles realmente fizessem parte da história, e não apenas para não deixar o casal em foco o tempo todo. O foco, inclusive, nem é tanto no desenvolvimento do relacionamento romântico deles, apesar de sempre presente, mas sim na evolução de Posy como mulher e empreendedora, sendo um livro muito inspirador neste sentido, sem ser piegas. As conversas entre as mulheres, por exemplo, na maioria das vezes gira em torno da livraria e não de seus relacionamentos amorosos. 

Amei que a Verus Editora já colocou aviso na quarta capa de que os outros livros se tratam das histórias dos outros funcionários da livraria, além de sinalizar que se trata de uma série, algo que ultimamente quase não ocorre, muitas vezes fazendo com que a gente descubra que se trata de uma série enquanto já está lendo o livro. 

Falando da edição, tenho que dizer que está lindíssima, uma marca deste selo do Grupo Editorial Record, com uma sábia escolha por manter a capa original, uma diagramação e escolha de fonte, que fazem com que a leitura seja bastante agradável. Além é claro, da tradução de Cecília Camargo Bartalotti, que conseguiu transmitir bem os sentimentos que acredito tenham sido intenção da autora. 


Por fim, não posso deixar de citar o amor de Posy pela literatura, especialmente pelos romances de época, que nos inspira a conhecer novas autoras do gênero, sejam elas contemporâneas ou clássicas, sendo que a maioria já é publicada no Brasil, com destaque para Georgette Heyer, também publicada pela Record, entre outras. 

A Pequena Livraria dos Corações Solitários tem tudo para agradar aos fãs de chick-lit e romance em geral, é fofo, divertido, tem um romance para gente torcer, e tudo isso escrito de forma leve e muito gostosa de ler, de forma que a gente nem vê o tempo passar. Agora um mistério que não sei se instigou outras pessoas além de mim, na orelha do livro não tem foto da autora, nem no Goodreads, o que me levou a questionar o motivo e se Annie e mesmo uma mulher. Fica a pergunta! Estou ansiosa para o segundo livro da série, True Love at the Lonely Hearts Bookshop, ainda sem título em português.

FICHA TÉCNICA

Título: A Pequena Livraria dos Corações Solitários 
Autora: Annie Darling
Onde Comprar: Amazon

Luciane Leite
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

19 comentários:

  1. Adorei a capa, achei super linda!! Gostei da dica!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha Luciane. Realmente parece ser um livro sensacional e pretendo lê-lo, caso tenha a oportunidade. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Quero muito ler este livro, tem um enredo ótimo, que chama muito a minha atenção, adoro o gênero. A capa é maravilhosa.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oii Lu!!
    Ah que bom que esse livro superou suas expectativas, pq qdo eu li esse, quis joga-lo pela janela apenas. Odiei o protagonista masculino. Entretanto eu me surpreendi com a escrita fluida da autora e só...
    Beijinhos!
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir
  5. Oi Luciane!!
    Eu nem havia terminado de ler sua resenha, e já adicionei o livro na estante. Que enredo lindo e fofo!!! Quero ler já. E a edição? Perfeita ♥
    Beijos
    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiee!

    Mas que capa mais lindinha! Eu tinha visto o livro, mas é a primeira vez que leio uma reseha. Bom saber que ele passa essa energia leve e cômica. Deu vontade de ler aqui haha Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lu!
    AAAAAAAA que resenha fofa <3 Super combinou com a capa do livro. Depois dessa resenha maravilhosa, com certeza vou dar uma chance, mesmo sendo série.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lu.
    Menina desde que vi essa capa rolando no facebook fiquei com vontade de conhecer a história, e agora sua resenha só confirmou que preciso.
    Amei a personagem, e amo um bom romance.
    Beijo

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Luciane, tudo bem?
    Eu fiquei encantada pelo livro quando vi a capa pela primeira vez, a premissa chamou muito minha atenção. Gostei demais da sua resenha, me deixou ainda mais curiosa pela leitura, apesar de ser uma série, com certeza ficaria feliz em ler o livro!

    Obrigada pelo carinho. Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  10. Oi Lu, tudo bem?
    Achei esse livro com uma premissa muito fofa, e amei muito essa capa. Acho que vou colocar na minha lista infinita de futuras leituras, hahaha

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
  11. Olá, Luciane.
    Eu me interessei nesse livro assim que vi ele nos lançamentos. Essa capa é linda e a história é bem o que gosto de ler. E diferente do que acontece outras vezes, fiquei feliz de saber que é série. Quando a história é boa, ficamos felizes de acompanhar.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oieee

    Esse livro já está na minha lista de queridinhos e estou louca para lê-lo.Sua resenha só intensificou essa vontade!AHHAHAAHAHAH...
    Parece ser um daqueles livros doces, engraçados e emocionantes, que ligam um botãozinho em nossos corações.

    Um super beijo

    Livros em Contexto

    ResponderExcluir
  13. Oi
    depois dessa resenha, fui correndo nos skoob antes de comentar para add ele como desejado.
    Super me interessei na história, desda descrição do tipo físico da protagonista, por se passar em uma livraria e como não gostar de um Chick-lit. Parece ser bem envolvente e engraçada, que bom que gostou de ler ele.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Compraria esse livro só pela capa, que apresentação mais linda. Adorei a história também! Excelente dica. ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, Lu! Se eu já estava animada para ler a história antes agora estou louca para começar logo. Amei a capa e pelo visto a história tem tudo para ser perfeita.
    Tenho certeza que vou adorar!
    Beijo
    http://leitoraencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Lu, eu também li esse livro e acho que você descreveu melhor do que eu o que foi ler esse livro haha Eu li para o Estante Diagonal e peguei ele com pouca expectativa. E simplesmente amei. Conheço algumas pessoas que não gostaram tanto, eu não consigo entendê-las!! Adorei a resenha, muito bem desenvolvida. Quero escrever assim um dia <3

    beijos
    Psicose da Nina | Instagram
    Colunista no Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  17. Oi! Eu amei este livro e os personagens já roubaram meu coração. Vi que muita gente não gostou do Sebastian, mas eu me diverti tanto com ele. Tomara que os outros saiam logo aqui.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  18. Nossa, parece ser um chick lit tão gostoso de ler! <3 E ainda com todas essas referências literárias, muito amor! Já está na minha listinha!
    Amei a resenha!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Lu,
    Eu quase comprei essa obra, quero muito tê-la em mãos <3
    Vou ler assim que possível! <3
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir