Gaga: Five Foot Two [Documentário]


Adoro assistir a documentários e ler biografias, principalmente de famosos. Sempre acho que os bastidores costumam ser bem mais divertidos e realistas. Por isso e por gostar das músicas da Lady Gaga, que resolvi assistir ao documentário da cantora que já está liberado na Netflix.

Gaga: Five Foot Two mostra os bastidores da vida da artista durante o lançamento de seu último álbum, nos preparativos do show do Super Bowl e mostra a luta da cantora para vencer as dores. Além disso, de uma maneira bem clara e crua mostra seu dia a dia e posso dizer que me surpreendi bastante com o conteúdo, já que não esperava uma Lady Gaga tão verdadeira e simples ao mesmo tempo. 

Em vários momentos assistindo ao documentário, pude ter empatia com a cantora e adorei o seu jeito de pensar. Logo no início, ela fala que já não é mais uma menina e que chegou em um momento de sua vida que ela não precisa tolerar muitas coisas e acima de tudo, ela se sente mais feliz e sexy por mostrar o seu eu verdadeiro. E que nem por isso ela deixou de ser Lady Gaga que seus fãs tanto amam.


Lógico que tivemos várias polêmicas, uma delas é envolvendo o nome de Madonna e o que ela acha da cantora. A outra polêmica é que nesse meio que ela vive, existem muitas pessoas aproveitadoras e que muitas cantoras/atrizes acabam passando por vários tipos de abusos pelos seus empresários e produtores. Na verdade, eu não considero isso polêmica, considero esse assunto um fato. Existem mesmo muitas mulheres que passam por isso para chegarem ao sucesso, e às vezes até depois do sucesso essas artistas são submetidas a várias loucuras para se manterem na mídia. Ela mesma reconhece que seu jeito excêntrico de alguns anos atrás foi seu modo de dizer e mostrar que ainda estava no controle de seu trabalho e vida. E acima de tudo, ela é assim. 

Outra coisa bem legal que eu achei, foi ela mostrar sua convivência com sua família e amigos. Nessas partes podemos ver o quanto ela se importa com eles e como eles apoiam suas decisões. Mas o foco mesmo do documentário foi o seu processo criativo para o seu último álbum e a divulgação dele. Portanto, temos uma cantora liderando e mostrando o quanto o seu trabalho exige fisicamente e emocionalmente dela. Lógico que no documentário ela nos mostra a sua luta diária para vencer as dores que são consequências de suas doenças. 


Para quem não sabe, a cantora tem Lúpus e Fibromialgia, sendo que a última citada foi o motivo de vários cancelamentos de seus shows pelo mundo. Nesses momentos que ela fala mais sobre suas doenças que pude sentir empatia por ela, não por ela ter as doenças em si e sim por reconhecer que existem muitas pessoas que não possuem o mesmo recurso que ela e sofrem com as dores. Ela mesma chega a dizer que se sente envergonhada por estar gritando de dor enquanto outras pessoas já passaram ou passam por dor ainda pior que a dela. Foi vendo esse depoimento que pude valorizar ainda mais o seu trabalho como artista.

Em suma, achei que o Gaga: Five Foot Two foi muito bem dirigido pelo Chris Moukarbel, nem percebi a hora passar. Além disso o documentário é um prato cheio para o fã da cantora e até quem nem é fã de Lady Gaga (como eu) irá gostar de ver da forma que ele foi produzido.

Vale lembrar que esse documentário foi uma parceria da cantora com a Netflix.

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Gaga: Five Foot Two
Diretor: Chris Moukarbel
Data de estreia: 22 de setembro de 2017
Netflix

Ariane de Freitas
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Nossa, que legal, não sabia que tinha documentário dela na Netflix. Não sou fã dela, mas para quem gosta, é uma ótima dica! ;)

    Beijos,
    Duas Livreiras / SORTEIO de vários kits de livros

    ResponderExcluir
  2. Oi
    que bom que gostou do documentário, não sou muito de assistir, mas é interessante para que possamos conhecer um pouco mais afundo um famosos e até suas fragilidades, espero que ela tenha forças contra suas doenças.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Ari,
    Eu quero muito ver esse documentário.
    Está na minha lista da Netflix, mas ainda não tive tempo :(
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ari!
    Confesso que julgava muito a Gaga na época antes do Joanne. Eu achava ela muuuuuito exagerada em certas coisas, mas sempre gostei das músicas dela.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe das promoções em andamento e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
  5. AAH. Toda vez que entro na Netflix e a capa desse documentário aparece bem na minha cara, mais um pedaço de mim morre porque eu ainda não assisti.
    Não costumo assistir documentários muito frequentemente, mas esse tem uma questão pessoal, sabe? Tipo o da Frida ou o da Amy por exemplo.

    Saleta de Leitura
    meu canal: AnaCarolina

    ResponderExcluir