Top 5: filmes guilty pleasures


Todo mundo tem um guilty pleasure guardado a sete chaves com vergonha de dizer! Mas nós não, tanto que fiz um top de filme ruins, ruins de doer, mas que eu adoro mesmo assim!

Fome Animal (esse filme é podre, amo!)


Acreditem se quiser, mas esse filme trash e escatológico ao extremo foi dirigido pelo Peter Jackson nos primórdios de sua carreira e conta praticamente com a mesma equipe que trabalhou com ele em O Senhor dos Anéis! A trama é absurda e, apesar do sangue jorrar solto, é um bocado divertida. A mãe possessiva de um rapaz (em excelente e premiada atuação da atriz Elizabeth Moody) é mordida por um perigoso macaco da Sumatra ao perseguir o filho num zoológico enquanto ele passeia com a namorada. Aos poucos ela se transforma em zumbi e passa a morder as pessoas e espalhar o caos. O “herói” contará com a ajuda de sua amada, um padre mestre em artes marciais e de um cortador de grama para enfrentar a horda dos famintos. Em uma das melhores cenas, ele é perseguido por um intestino humano! O divertido roteiro ainda reserva espaço para um mal resolvido complexo de Édipo. Prepare o estômago e divirta-se!

O contador


Enquanto rolava a novela “Ben Affleck será ou não será o Batman?”, Ben fez deste filme um ensaio pro seu futuro (ou não) filme do Batman. Duvida? Então repare bem: O personagem do Ben é o próprio Batman (guardada as devidas proporções), sedento por justiça e mestre em lidar com a bandidagem.Anna Kendrick, sua parceira em cena, interpreta a Robin Tatá Werneck e ajuda atrapalhando o tempo todo – fora a tensão sexual constante entre os dois, que também acontece com Batman e Robin kkkkkk. O ótimo J. K. Simmons é o próprio comissário Gordon da estória (fica a dica) e, a exemplo de todos os filmes do Homem Morcego, temos ótimos coadjuvantes em cena: Jon Bernthal, Jeffrey Tambor, John Lithgow e Cynthia Addai-Robinson. O filme também guarda semelhanças com o Gênio Indomável, pelo qual Ben levou o Oscar de roteiro e as cenas de ação lembram as do também ótimo John Wick. E com tantas qualidades, por que o filme está nesse Top 5? Bem, a estória é pra lá de absurda e algumas passagens (como a da garrafa térmica amassada) são difíceis de engolir. Mesmo assim, vem continuação aí!

Mamãezinha querida 


Esse filme era pra ter sido a cinebiografia da atriz Joan Crawford, mas...virou uma comédia involuntária constrangedora, tamanho os absurdos das situações. Nunca mais Faye Dunaway, que era uma das estrelas de Hollywood nos anos 70, se recuperou desse fiasco. A péssima direção e as atuações canastronas fazem com que as situações sérias adquiram um tom cômico inusitado, e só nos resta rir dos “momentos dramáticos”, como a famosa cena da surra de cabide. Todos nós sabemos que Joan era uma figura difícil e isso a fez sobreviver durante anos na indústria cinematográfica, mas o roteiro baseado no livro da própria filha adotiva da Joan, parece tirado de algum tabloide e escrito pela Sônia Abrão! Não percam essa pérola!

Diabolique


Refilmagem do clássico francês Les Diaboliques, um filme de terror sério estrelado pela francesa Simone Signoret e a brasileira Vera Amado, esposa do diretor. Pra se ter uma ideia, a cena em que as duas tentam afogar marido/amante na banheira, só perde pra cena do chuveiro de Psicose e geralmente é cortada quando o filme é exibido na TV. Essa refilmagem é tão ruim, que é boa. No lugar de Simone, temos Sharon Stone usando roupas coladas de oncinha e no lugar de Vera, Isabelle Adjani na pior (e mais divertida) atuação da sua carreira. Chazz Palminteri dá um show de canastrice no papel do marido/amante e a detetive (que no original francês era homem) ficou a cargo da sempre ótima Kathy Bates, que suga qualquer um que apareça em cena. O filme força algumas cenas “engraçadinhas” quando tudo deveria ser sério, tirando assim qualquer tentativa de defende-lo. Mesmo assim é um bom passatempo, mesmo que você passe as próximas horas se perguntando por que permitiram a refilmagem...

IT – Uma obra-prima do medo


Aproveitando que a refilmagem já estreou, vou falar um pouco dessa primeira adaptação da lista telefônica chamada It. Nunca li o livro (mas vou comprar quando baratear mais um pouco rs), porém foi apontado na época como uma boa adaptação de uma obra do Stephen King... Ah vá! Tirando a brilhante caracterização e atuação do Tim Curry no papel do palhaço, o que temos aqui é uma mistura de Conta Comigo com Carrossel e, apesar de alguns poucos momentos dramáticos até que bem feitos, faltou um diretor um pouco mais ousado e outro veículo de exibição, já que o fato de ter sido feito pra TV, (foram 2 episódios num total de 192 minutos) limitou e muito o fator terror que é a essência da obra. Levando em consideração tudo isso, pelo menos há que se elogiar o fato de terem tirado o filme do papel e, como demorou 27 anos pra se fazer outro, esse tem um lugar especial na minha memória afetiva. Podem me internar se quiserem, mas o visual deste Pennywise é insuperável, o novo não chega nem perto.

Italo Morelli


Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

12 comentários:

  1. Olá, Italo.
    Não assisti a nenhum dos filmes citados na postagem. E acho que só lembro de ter visto alguma coisa sobre O Contador. Se gostei do filme eu considero ele bom, por isso não tenho esse tipo de lista hehe

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi Ítalo, tudo bom?
    Não assisti nenhum dos filmes que tu citou, mas tô penando a anos pra encontrar coragem e ver It de uma vez - inclusive quero assistir a refilmagem no cinema, oremos pra ver se surge bravura aqui :P

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, não curto muito esses filmes os primeiros sai correndo da sala ou se não tenho pesadelos.

    www.mundofantasticodoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Confesso que nunca assisti nenhum desses que você citou.. eu pretendo assistir ao It novo que lançou agora..
    Beijos,
    Meise Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie,

    Desses filmes da lista eu nunca assisti, It que saiu agora fiquei com vontade de ver, mas sou meio medrosa hahaha.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  6. Não assisti nenhum dos filmes citados, mas também tenho uma lista de filmes "ruins" que amo e é bem grande essa lista.
    Adorei o post.
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  7. Oi Italo, tudo bem?
    Adorei o post, mas não vi nenhum dos filmes hahaha!
    Acho que todo mundo tem seus guilty pleasures. :P
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  8. Oi, Italo!
    Acho que meu medo de palhaço começou mesmo com esse visual do Pennywise.
    Eu tenho também uns guilty pleasures, mas quem nunca ne non?
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio de aniversário do Balaio de Babados e O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi Italo! Não vi nenhum dos filmes citados, mas depois de ter visto ontem a adaptação de IT, fiquei com vontade de conferir esta versão mais antiga.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  10. Oi, Italo!
    Até eu que não tenho medo de palhaços acho esse primeiro Pennywise bem assustador!
    Ah, nossos guilty pleasures... <3

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  11. Oi Ítalo!
    Como assim o novo Pennywise não chega nem perto?! Foi aquela caracterização que me fez ficar com vontade de assistir o filme. Dá medo só olhar para aquele palhaço. Esse aí..não faz nada por mim hehe.
    Todo mundo tem seus guilty pleasures. Fato! hehe. Dos seus, eu conheço Diabolique, mas não assisti. Quanto ao original, já ouvi falar e tenho curiosidade de conferir há anos, mas nunca encontrei.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Italo
    Eu morri de rir com as suas tiradas sobre os flimes. Não vi nenhum deles mas no mínimo fiquei bem curiosa para conhecer suas "pérolas". O importante é que mesmo com todos os pontos negativos que você mesmo citou, acabou te agradando.
    abraços
    Gisela
    www.lerparadivertir.com

    ResponderExcluir