Além da Morte [Resenha do Filme]

Conferimos a Cabine de Imprensa de Além da Morte.

Uma das perguntas mais constantes da humanidade é sobre o pós-morte. O que acontece com a gente quando morre? Para onde vamos? Existe uma vida depois da morte? E esse é um assunto muito tratado pela religião, mas o longa do diretor Niels Arden Oplev aborda o tema pelo ponto de vista científico: o que acontece com o cérebro quando o coração para?

No começo do filme temos Courtney (Ellen Page) dirigindo e por negligência se envolve em um acidente de carro que causa a morte de sua irmã. Tempos depois, ainda muito culpada, a jovem estudante de medicina resolve fazer um experimento, induz uma parada cardíaca a si mesma e com a ajuda de seus amigos, analisa o próprio cérebro. Bastante ousado! Em seguida a sua experiência, Courtney começa ter acesso a várias coisas aprendidas no passado, se tornando uma excelente aluna, como se estivesse em plena atividade cerebral. Obviamente, isso ativa a curiosidade de seus amigos que um a um resolve ter a mesma experiência e assim se tornar um estudante melhor. Menos Ray (Diego Luna), o único do grupo com maturidade o suficiente para achar tudo uma grande loucura.


O que parecia um filme científico, acaba se tornando um suspense com direito a dar alguns sustos no espectador. Courtney começa a ver a irmã morta, Jamie (James Norton (VIII)) é assombrado por uma ex-namorada que abortou, Marlo (Nina Dobrev) por um paciente que ela matou por erro médico, e Sophia (Kiersey Clemons) por uma antiga colega de escola em que ela vazou fotos íntimas apenas por inveja. Nem todas as assombrações estão mortas. A ex-noiva de Jamie e a colega de Sophia estão vivas, mas ainda assim aparecem para seus personagens, deixando todos bem transtornados.

A temática do longa é bem interessante, apesar dos furos médicos que séries como Grey’s Anatomy não cometeria, a ambientação da rotina dos estudantes é bem interessante, bem como o aspecto científico de se investigar o cérebro, afinal, temos várias experiências pós-morte relatadas por pessoas que voltam a vida depois de minutos mortos. No entanto, Além da morte acaba caindo em muitos clichês de terror e ao mesclar os gêneros acaba não se aprofundando em nenhum. O roteiro ainda que original acaba ficando bem raso.


Ainda assim se eu disser que não gostei estaria mentindo. Levei alguns sustos, me questionei o final dos personagens que não foi previsível e ainda achei as atuações boas. Não é um longa que vai aprofundar bastante o tema, acaba sendo mais uma história de perdão do que qualquer outra coisa, mas assusta em alguns momentos e tem um assunto que instiga. A química do elenco é boa e quem quiser algo de entretenimento, sem muitas pretensões, pode acabar gostando.

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Além da morte
Título original: Flatliners
Diretor: Niels Arden Oplev
Data de lançamento: 19 de outubro de 2017

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. OI!!! Nossa, apesar de ter dito que o enredo não se aprofunda muito, achei a história bem interessante e da para se entreter bastante. Fiquei curiosa para saber o final não previsível dos personagens. Bjos <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
  2. Olá
    adoreeeei
    assisti o trailer outro dia.
    Queria assistir mais pela Nina Dobrev (sou fã dela)
    agora quero assistir também por causa da sinopse
    beijão
    Karina Pinheiro

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mi. Eu vi o trailer ontem do filme e levei uns bons sustos com a história, mas não sabia do que realmente era. Não sei se assistiria agora pelos pontos que citou, mas porque a vida é muito curta pra perder tempo com filmes rasos </3
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi!
    Estou curiosa pra assistir esse filme, gostei muito de ler sua opinião, vou sem grandes expectativas ;) Mas o tema realmente parece ser interessante!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir