Entre irmãs [Resenha do Filme]

Conferimos a cabine e coletiva de imprensa de Entre Irmãs

Entre irmãs é dirigido por Breno Silveira que intitula seu filme de épico feminista e não poderia ter uma definição melhor. Com um roteiro forte e brilhantes interpretações, o longa até poderia estar facilmente na corrida ao Oscar por contar a história de duas irmãs separadas pela vida e que percorrem caminhos difíceis e tortuosos.

O filme começa em Taquaritinga, sertão pernambucano anos 20, onde um acidente numa árvore marca a vida de duas irmãs, Emília (Marjorie Estiano), 13 anos, e Luzia (Nanda Costa), um ano mais nova. Luzia, provocadora, destemida, cai da árvore, sobrevive, mas fica com problemas no braço. As irmãs crescem sob cuidados da tia Sofia (Cyria Coentro), que lhes ensina a ser costureiras. Isoladas na caatinga, um ambiente hostil, Emília sonha com um príncipe e viver na Capital e Luzia, mais realista, não acredita no amor. No entanto, a chegada de um bando de cangaceiros muda por completo a vida das irmãs. Visivelmente interessado em Luzia, o chefe do líder, Carcará (Júlio Machado), a leva, deixando para trás sua pequena família.


Curiosamente, com a separação das irmãs as duas acabam encontrando seus destinos e o amor. Emília, encantada com Degas (Romulo Estrela), amigo de seu vizinho fazendeiro, acaba se casando e realizando seu sonho, mas o casamento mostra que contos de fadas não existem e ela terá que enfrentar o grande vazio do seu relacionamento. Já Luzia, aparentemente aquela que deveria ter a pior das vidas ao lado de um grupo de cangaceiros, encontra um grande amor que a leva ter mais forças do que imaginava.

Ainda que Emília e Luzia protagonizem a trama, a mais velha, fortemente baseada em Maria Bonita, é que tem a história mais intensa e difícil de ser contada. Seu relacionamento com Carcará não acontece de imediato e o cangaceiro também não a força, embora a mantenha no grupo. Luzia modifica Carcará e o cangaço, com sua força e perseverança conquista o respeito de boa parte do bando e fica ao lado de sua grande paixão até o final. 


Já o núcleo de Emília se passa boa parte em Recife e aborda um tema tão atual quanto agora, o amor entre pessoas do mesmo sexo. Discursos que seriam antiquados ainda se mostram atuais, o preconceito, a incompreensão de tais sentimentos. Tudo abordado com uma grande delicadeza e força que impressionam. Emília de Marjorie é uma mulher incrível que embora enfrente batalhas diferentes de sua irmã, tem um caminho difícil a percorrer.

A fotografia de Entre Irmãs é um show à parte, a ambientação do sertão o faz um personagem na própria história. Trilha sonora excelente e atuações incríveis não só de Marjorie Estiano, como principalmente de Nanda Costa por ter uma personagem que com certeza exigiu muito fisicamente dela. Destaque também para Júlio Machado como o intenso, resoluto e ao mesmo tempo amável Carcará. A exemplo do que muito traficante significa para sua comunidade, os cangaceiros também eram vistos como um grupo de ajuda por muitos desfavorecidos. E isto nos leva ao excelente trabalho de pesquisa da autora do livro em que o roteiro foi baseado. Carcará não é Lampião, mas é impossível não se lembrar do lendário cangaceiro, bem como Luzia de Nanda Costa como Maria Bonita, mulher forte como todas do filme.


Com mais de 2h30 de duração, Entre Irmãs apresenta um roteiro detalhado, com ótimo desenvolvimento de personagens, com linhas narrativas coerentes que nos prendem apesar da longa duração. Em nenhum momento me senti cansada ou entediada em acompanhar a histórias da irmãs, pelo contrário, o longa é instigante com personagens femininas marcantes. Vale muito a pena conferir e se emocionar com essa história.

Sobre a Coletiva


O diretor Breno Silveira, a autora do livro, Frances de Pontes Peebles, a roteirista Patrícia Andrade, o atores Júlio Machado e Romulo Estrela e a atrizes Letícia Colin, Marjorie Estiano e Nanda Costa estiveram presentes na coletiva de imprensa.

Tanto Marjorie Estiano como Nanda Costa comentaram sobre a emoção ao ler o roteiro. Nanda comentou da força e coragem de sua personagem e Marjorie sobre a inteligência emocional de Emília.

A autora contou um pouco sobre sua pesquisa e a roteirista Patrícia sobre algumas diferenças de seu roteiro para o livro, como o acréscimo da personagem Lindalva de Letícia Colin ao longa.


Já o diretor Breno comentou sobre a importância da fotografia do longa, uma vez que é fotógrafo, também sobre a trilha sonora e da dificuldade de gravar no sertão, com o calor, a vegetação e com problemas de saúde de alguns membros da equipe devido ao clima.

Entre Irmãs estréia dia 12 de outubro nos cinemas nacionais e super recomendo! Quem quiser saber um pouco mais sobre o livro publicado pela Editora Arqueiro CLIQUE AQUI.


FICHA TÉCNICA

Título: Entre Irmãs
Diretor: Bruno Silveira
Data de Lançamento: 12 de outubro de 2017

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

14 comentários:

  1. Michele, esse filme parece sensacional mesmo! Quero muito vê-lo!
    Devem valer as mais 2h30 de filme, sem duvida!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  2. estou muito ansiosa por ver esse filme. acompanhando todas as matérias. adorei a postagem. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi
    tô bem curiosa qt a esse filme!
    O elenco por si só já dá vontade de conferir, e a história parece ser bem interessante
    Ainda mais p mim que moro em Pernambuco e minha família é daqui tb!

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Mi,

    Parece ser um filme bem interessante, mas, confesso que não me chamou atenção a ponto de assistir.
    Fico feliz que tenha gostado.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oii Mi!!
    Eu não ouvi falar desse filme até agora, faz tanto tempo que eu não ligo a tv. A história de duas irmãs separadas, uma vivendo o amor, e a outra encontrando um vazio no relacionamento me da a impressão que o filme deve ser lindo. Não posso prometer que vou assistir tão logo, mas quero sim conhecer o longa!

    Beijinhos!
    Amanhecer Literário

    ResponderExcluir
  6. Oi Mi, tudo bem?
    Esses dias eu vi o trailer desse filme e fiquei bem curioso para conferir!
    Já quero assistir... ainda mais pela Marjorie, que é incrível!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  7. Olá, Mi!
    Eu não conhecia muito bem o filme antes desse post, mas já estou louca para ver agora. A história parece realmente ser muito bacana e ter essa pegado do feminismo me interessa demais.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  8. Oi, Mi!
    Eu não sou muito de assistir filme nacional, mas esse conseguiu despertar meu interesse.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe das promoções em andamento e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
  9. Olá, adorei a proposta do filme, foge muito da minha zona de conforto. Ótima dica.
    Estou seguindo o blog.

    Amor Literário

    ResponderExcluir
  10. Já estou louca para assistir! E fiquei muito feliz em saber da existência do livro, definitivamente vai para a lista de leitura <3 E sobre as dificuldades em gravar no sertão, eu bem entendo xD Sai do litoral para estudar num sertãozão lindo, mas a adaptação não é fácil.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Não sabia do lançamento desse filme. Achei curioso.
    Por mais que muita gente menospreze o que o Brasil produz, temos muita coisa boa!
    Beijos
    5 O'clock Tea

    ResponderExcluir
  12. Eu vi o trailer no youtube a uns dias atrás e achei a história bem interessante..
    Nem sabia que existia um livro sobre o mesmo..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  13. Miiiiiiiiiiiiiii esse post foi um presente pra mim!
    Estou louca para assistir esse filme, amo todos os atores, Marjorie, Nanda, Julio, Romulo, Cyria, Letícia Colin a inesquecível a adorável princesa Leo <3
    E esse roteiro então, sou apaixonada por cangaceiros desde aquela novela Cordel Encantado <3
    Simplesmente preciso assistir e logoooooooooo
    Obrigada por compartilhar flor, excelente feriado pra ti Mi
    Bjs Luli
    Café com Leitura na Rede

    ResponderExcluir
  14. Oi Mi!
    Eu estou muito curiosa pra assistir o filme, principalmente por se passar aqui em Pernambuco. Estou bem curiosa também pelo livro que deu origem a esse filme. Quero tudo! haha
    Beijos

    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir