Entre quatro paredes [Resenha Literária]


Quando eu peguei Entre Quatro Paredes da B.A. Paris, eu estava preparada para enfrentar uma leitura sobre violência/agressão doméstica, mas eu realmente não estava preparada para o que veio, eu não consegui alcançar a perversidade tramada pela mente de Jack, um homem perto dos 40 anos, bonito, charmoso, advogado bem sucedido defendendo casos de agressão que conhece Grace, uma também bem sucedida funcionária da Harrolds que trabalhava comprando frutas no mundo inteiro. Grace logo fica encantada por Jack Angel e quando ele a pede em casamento ela não tem como recusar. Grace se sente acolhida por Jack principalmente porque não nutri um bom relacionamento com seus pais, por isso e por mais alguns tristes motivos, Millie, irmã de Grace que estuda em um internato vai morar com eles quando fizer 18 anos. 

Na lua de mel na Tailândia, Grace descobre quem é Jack e ela tem um ano para conseguir fugir dele, antes que Millie venha morar com eles, pois se a realidade de estar casada com um monstro já é terrível, fica pior ainda quando ela descobre que Jack se casou com ela por causa da irmã, ele considera Grace a esposa perfeita com os atributos certos para alimentar sua crueldade.


A protagonista precisa representar a esposa perfeita para os amigos de Jack, Diane e Adam, Esther e Rufus. Ela sabe que se disser uma palavra errada ou se servir um prato que não esteja perfeito pra Jack, ele vai fazer com que ela pague um preço alto demais, às vezes tão alto que ela fica dias sem comer.

Enquanto interpreta a esposa perfeita, Grace precisa introduzir Millie na vida dos amigos de Jack sem que ele perceba que a intenção dela é salvar sua irmã, já que as intenções de Jack são ruins, muito ruins.


São 264 páginas de um terror doméstico! É impossível pensar como Grace pode se livrar de Jack, já que ele planejou tudo com detalhes e quanto mais se aproxima da data da vinda de Millie para a casa, mais a protagonista se desespera e muitas vezes, ao perder o equilíbrio emocional, ela perde mais um benefício. Ninguém faz ideia de quem é Jack, ninguém sabe o que Grace vive e ela não sabe como fazer para livrar sua irmã das mãos dele. Tudo se torna mais terrível quando a personagem percebe que é quase impossível que alguém acredite que Jack é um psicopata. Nada, nenhuma atitude de Jack pode ajudar Grace a fugir dele.

Eu achei uma leitura fascinante e me fiquei presa no livro do princípio ao fim. Não é apenas um relato de um relacionamento doentio, é muito, muito mais, é intenso e insano! E ao terminar a leitura eu entendi Millie perfeitamente e sou obrigada a concordar com os motivos que ela tem para odiar George Clooney.


Leitura perfeita pra quem quer administrar o medo e se surpreender com os detalhes finais da trama.

FICHA TÉCNICA

Título: Entre quatro paredes
Autor: B.A. Paris
Onde Comprar: Amazon

 

 Marise Ferreira
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

14 comentários:

  1. Oiii Marise

    Quando vi o titulo pela primeira vez não me chamou tanto a atenção mas a quantidade de resenha super positivas que tem saído do livro começaram a me empolgar bastante. Não sei quando vou ler, porque agora mesmo tenho já muitos pendentes na frente, mas quero ler em algum momento.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. OK, adorei a resenha porque gosto muito desses dramas psicológicos.
    Mas sabe o que realmente me fez querer realmente ler esse livro? Saber que a personagem tem motivos para odiar George Clooney. Agora eu preciso saber quais são esses motivos urgentemente. kkk

    ResponderExcluir
  3. Oi, Marise!
    Eu já vi ótimos comentários desse livro, mas é a primeira vez que vejo dizendo que a personagem tem motivos para odiar o George Clooney. Como pode isso?
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Olá, Marise.
    Eu já tinha lido uma outra resenha desse livro e mesmo ela não tendo sido tão positiva me interessei bastante. É o tipo de enredo que gosto de ler. E agora fiquei curiosa com esse negócio do Clooney hehe

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oie Marise =)

    Eis um tipo de livro que não chama a minha atenção. Não gosto de tramas "pesadas" assim. A premissa até é interessante, em especial pelas motivações dos personagens, mas infelizmente vou deixar a dica passar dessa vez.

    Beijos e uma ótima semana para você;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  6. Oi Marise,

    Parece ser um livro bem pesado. Confesso que não é algo que me chama atenção no momento.
    Mas fico feliz que tenha sido uma leitura interessante.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Confesso que achei a trama sensacional, mas o que realmente me atrai mais a atenção é essa capa hahaha adorei!! Bem misteriosa e assustadora. Não posso nem imaginar o terror vivido pela protagonista na mão do marido, ainda mais sabendo que a segurança da irmã está em jogo. Já estou torcendo muito pra que ela consiga se livrar dele! Livros sempre nos ensinando como as aparências enganam...

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Deu para ver que esse é daqueles livros que fazem a gente pirar.. parece bem maluca e intensa a história..

    http://www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, Marise!
    Eu senti que faltou alguma coisa com esse livro! Tinha ficado tão animada quando ele chegou aqui e acabei me decepcionando um pouco.
    Apesar disso, também fiquei presa nele do começo ao fim.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Marise. Tudo bem?
    Menina tenho lido tanta coisa boa sobre esse livro, que estou bem curioso. O enredo me convida muito, gostaria de encontrar uma brecha para encaixar nas minhas leituras.
    Sobre suas fotos, eu amei. Essa capa é linda, e você organizou o livro de modo que ficou real: vi várias vezes uma porta com uma fechadura, nunca percebi um livro nas imagens.

    XOXO, Di
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Completamente impressionada com o enredo deste livro. Fiquei passada com tamanha violência que se encontra na vida desta mulher. Quanto mais leio algo deste tipo, mais acredito que não conhecemos o coração de ninguém e as pessoas sempre vão nos surpreender de maneira positiva ou negativa. Esta resenha mexeu comigo e coloquei este livro na minha lista de desejados, porque quero conhecer esta história. Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Gostei da resenha Marise. Não conhecia o livro e achei a proposta bem interessante, apesar de um pouco indigesta. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Marise!
    uma amiga me emprestou esse livro e, assim que terminar minha atual leitura, vou pegar esse! Ela já havia me dito que ele é ótimo mas, pela sua resenha, parece que é sensacional!
    bjs

    Amor por Livros

    ResponderExcluir
  14. Oi Marise!
    Eu gostei bastante da leitura. Assim como você, fui envolvida da primeira à ultima página. Mas achei que a trama deixou a desejar em muitos aspectos...muitas coisas forçadas. Ainda assim, uma boa leitura.
    Beijos,
    Alem da Contracapa

    ResponderExcluir