Tempestade: Planeta em Fúria [Resenha do Filme]

Conferimos a Cabine de Imprensa de Tempestade: Planeta em Fúria.

Tempestade: Planeta em Fúria
mistura ficção científica, conspiração e ação com leves pitadas de humor! Já adianto que o filme me surpreendeu muito e que o enredo me deixou grudada à tela e apesar de tratar de catástrofes climáticas globais, não é  tãooo “fim dos dias” assim! 

Em um futuro não tão distante os principais governos do mundo, liderados pelos Estados Unidos, se uniram para criar a Dutch Boy, um programa global no qual seria possível controlar todo e qualquer desastre climático através de uma teia de satélites espalhados pelo espaço. Jake Lawson (Gerard Butler) é a cabeça por trás do programa e conhece cada detalhe do projeto. Porém, após um desentendimento com o secretário de segurança, Jake é demitido do cargo pelo seu próprio irmão, Max Lawson (Jim Sturdess), que também possui um cargo de confiança e diretamente ligado à alta cúpula do governo. Brigado com o irmão mais novo e afastado do projeto da sua vida, Jake se isola e se afasta da Nasa.


Três anos mais tarde, falhas começam a ocorrer ao redor do globo, um vilarejo inteiro é congelado em pleno Afeganistão e crateras de lava destroem parte de Hong Kong, há algo errado com a estação espacial e Jake é a pessoa mais indicada para descobrir o que está acontecendo, antes que Dutch Boy entre em colapso. Porém, para isso terá que quebrar a barreira que criou com seu irmão mais novo e aceitar sua subordinação.

Ao chegar na estação, Jake se junta a uma equipe bem diversificada e logo descobre que Dutch Boy está infectada e que, provavelmente, há uma grande conspiração dentro do governo para causar uma geotempestade global avassaladora. Enquanto Jake desvenda os mistérios do espaço, seu irmão Max junta os quebra-cabeças na Terra para descobrir quem está liderando essa ação e os irmãos Lawson são a última esperança para impedir esse desastre climático-tecnológico.


Sempre que assisto filmes com desastres naturais tenho a impressão que é um “mais do mesmo” e que há pouca inovação, parece que querem esgotar as possibilidades de fim do mundo - o que quase sempre acaba não acontecendo. Então fui assistir ao filme neutra, mas me surpreendi positivamente com a trama, as cenas são dinâmicas e rápidas, misturando o suspense de desvendar que está por trás da conspiração e as cenas de destruição que fogem do convencional, já que cada região foi afetada de uma forma diferente devido ao bug do sistema de controle dos satélites.

A relação entre os irmãos foi um tanto rápida, mas que passa sua mensagem e tem sua evolução. Gostei muito da personagem da Abbie Cornish, a Sarah, e AMEI a cena de fuga/perseguição, fiquei de queixo caído! Não posso deixar de citar minha surpresa ao ver Eugenio Derbez, como Al Hernanez, ele nos proporciona alguns leves momentos de humor, para quebrar toda a tensão que permeia boa parte do filme - e, com certeza, ele conseguiu ganhar uma fã aqui! A presença imponente de Dakkon (Ed Harris) é evidente. Suspeitamos de todos por uma boa parte do filme e não chegamos a nenhum veredito. 


As cenas de destruição estão incríveis e a trilha sonora contribui para uma experiência angustiante e adorooo quando lembram de destruir o Brasil! rsrs O 3D não é essencial, mas eu particularmente gosto do efeito no espaço e em explosões, assisti em IMAX e o som não foi ensurdecedor (Amém!). Eu tive a impressão que tudo se desenrolou muito rápido, mas acredito que deve ter sido justamente pela dinâmica do filme. E até me emocionei numa das cenas finais, grata surpresa! Tá super recomendado para quem curte o gênero. \o/

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: Tempestade - Planeta em Fúria
Título original: Geostorm
Diretor: Dean Devlin
Data de lançamento: 19 de Outubro de 2017

Denise Rodrigues (também autora do blog Entrelinhas Fantásticas)

Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

3 comentários:

  1. Olá Denise, tudo bem?

    Eu sou muito fã desses filmes de catástrofe/fim do mundo, desde que vi o trailer desse aqui fiquei empolgado. E é bom saber também que o filme traz um "algo a mais", porque realmente esse gênero já foi bastante batido, tem alguns que foram meio decepcionantes, é legal quando tem uma trama por traz do fim do mundo, alguém interessado em que isso aconteça.

    Esse é um que quero conferir no cinema!

    Abraço!
    Marcelo Brinker
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Parece interessante, já está anotado pra conferir :)

    Beijos,
    Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oiiii Denise!
    Adoro filme assim, sempre tem um suspense e ação. Vou dar uma conferida nele sim. Ameiiiiiii sua resenha.
    Beijos
    Ari

    ResponderExcluir