A vilã [Resenha do Filme]

Conferimos a cabine de imprensa de A vilã.

Sempre gostei de produções orientais e quem é fã de dorama conhece a qualidade dos trabalhos sul-coreanos, por isso, meu enorme interesse em A vilã e encontrei um excelente filme com boa ação, lutas e uma protagonista incrível.

A sequência inicial do longa é de tirar o fôlego, lembra os jogos de tiro em primeira pessoa em que vamos acompanhando a protagonista em um cenário que parece um labirinto, atacando incansavelmente todos que entram em seu caminho. Até que enfim, vemos seu rosto pela primeira vez. Muito sangue jorrando, cenas com armas, facas para então Sook-hee (Ok-bin Kim) ser presa. No entanto, a protagonista vai parar numa espécie de sociedade em que várias mulheres como ela são treinadas para realizar missões, como assassinas. Grávida, Sook-hee resolve ficar no lugar com a promessa da líder de um dia ela voltar a ter uma vida normal.


O filme não tem uma sequência cronológica e o roteiro usa bastante de flashbacks. Dessa forma, aos poucos o espectador vai montando o quebra-cabeça da história de Sook-hee, que perdeu o pai quando criança e viveu na expectativa de vingança, já que foi criada por um homem que a ensinou a ser uma verdadeira assassina, mas a cena inicial só é explicada quase no final, o que é uma enorme surpresa. Aliás, a trama é repleta de reviravoltas!

O longa é claramente divididos em três partes. Na primeira temos a protagonista vivendo com outras mulheres e se destacando por suas habilidades, depois a sua tentativa de ter uma vida normal e se relacionar com seu vizinho, que na verdade é um agente infiltrado, neste ponto o romance lembra bastante os doramas do gênero e há uma enorme quebra de ritmo. Por fim, a terceira em que boa parte da narrativa é explicada com muitas surpresas.


O elenco está muito bem nas atuações, Ok-bin Kim está impecável nas cenas de ação e se sai muito bem nas partes mais dramáticas também. O filme tem personagens carismáticos como o vizinho de Sook-hee, Hyun-soo (Jun Sung), e a filha da protagonista que é uma graça em cena. 

A enorme quantidade de lutas deixam o ritmo do filme muitas vezes acelerado e o uso da câmera subjetiva nesses momentos nos coloca na perspectiva da protagonista. E vale destacar que o longa tem muitos elementos de filmes como Kill Bill em que o uso das facas e espadas são mais comuns do que as armas de tiro.


Apesar do excesso de sangue jorrando, A vilã apresenta uma boa trama com máfia, boas atuações e um dos melhores filmes com cenas de lutas dos últimos anos, além disso, a trama de Sook-hee tem um bom mistério e uma boa carga dramática que acaba surpreendendo. 

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: A vilã
Título Original: Ak-Nyeo
Direção: Byung-gil Jung
Data de lançamento: 23 de novembro de 2017

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

9 comentários:

  1. Não sou muito fã do gênero por demorar a entender as cenas hahhaa, mas confesso que fico toda animada pra assistir esses filmes assim!

    Beijoss
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  2. Olá Mi! Tudo bem?
    Não sabia desse filme, mas sabe que me interessei? Nunca assisti a nenhum dorama, mas tenho muita vontade! acho que por isso fiquei interessada no filme! ^^
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bom?
    Eu adoro filmes de países diferentes dos EUA. Acho incrível!
    Certamente, procurarei sobre essa dica.
    Beijos
    5 O'clock Tea

    ResponderExcluir
  4. Gostei da sua resenha, mas acho que não assistiria por não ser meu gênero preferido de filmes, rs Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Michele,
    Ainda não tinha ouvido falar do filme, mas ele me lembrou Nikita. Não é um gênero que eu assista com frequência, mas a proposta parece interessante.

    *bye*
    loucaporromances.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Mi, tudo bem??
    Eu particularmente não curto Doramas, mas confesso que o enredo deste filme chamou minha atenção, acho que pela cenas de ação que foram colocadas e a sua empolgação haha. Xero!!!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu não sou grande consumidora de filmes asiáticos, mas esse me chamou bastante atenção. Gosto de filmes de ação e quando tem um bom desenvolvimento é ainda melhor.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  8. Oi Mi!

    Parece ótimo esse filme! Não sou fã de doramas, mas gosto de filmes orientais com muita luta e sangue hahahaha Gostei da dica! Ótima resenha!

    Beijos

    Vivian

    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Nossa, tenho pouca (nenhuma, praticamente) experiência com Doramas, mas A Vilã me fisgou já na sinopse. Como amo lutas, com certeza irei assisti-lo o quanto antes haha
    Adorei sua resenha!

    Abraço,
    Lupi Literatus
    Participe do sorteio de "Selene e o Dragão" e concorra á um livro físico + brindes!

    ResponderExcluir