Designated Survivor - Primeira temporada


Designated Survivor é uma série exibida pela ABC e tem toda a primeira temporada com 21 episódios disponível na Netflix.

Na noite do discurso do Estado da União, uma explosão no Capitólio (o local de reunião do Congresso estadunidense) mata o presidente e todos os membros do Gabinete, exceto o Secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano dos Estados Unidos, Tom Kirkman (Kiefer Sutherland), que foi nomeado o sobrevivente designado. 

Kirkman é imediatamente empossado como presidente e precisa enfrentar diversas crises, a primeira é o fato de não ser exatamente um político, mas sim um acadêmico que precisa ser líder de uma nação que não tem a menor confiança nele. E que se não bastasse as próprias provações individuais que o protagonista vai ter que passar, tudo indica que existe uma conspiração que arquitetou a explosão para matar os políticos.


A série mostra toda uma trama bem elaborada em que o espectador vai desvendando os mistérios da explosão junto com a agente do FBI, Hannah Wells (Maggie Q) que se encarga de ser a maior heroína da história: forte, honesta, inteligente e persistente. Hannah é a responsável por descobrir que um dos membros da câmera, Peter MacLeish (Ashley Zukerman) não sobrevive a explosão por mero acaso e a partir de então um enorme suspense é criado em torno da pergunta que acompanha a série: quem explodiu o Capitólio e por qual motivo.

Paralelamente a investigação de Hannah vamos acompanhando Kirkman passar de um homem tímido, raso e simples pai de família para um verdadeiro político sem perder sua honestidade, honra e transparência, um verdadeiro herói. Kirkman enfrenta muitos problemas ao longo da série, inclusive familiares, já que a vida da esposa e de seus filhos mudam drasticamente, mas é bacana perceber que a primeira-dama, Alex (Natascha McElhone) fica ao lado do marido o tempo todo. Só esperava que a série explorasse um pouco mais os filhos, principalmente o mais velho.


E falando em desenvolvimento, a série é extremamente empolgante até mais da metade dos episódios, mas depois, infelizmente, o óbvio prevaleceu e não fui surpreendida com a conspiração. Confesso que esperava mais, esperava alguém que ninguém imaginava traindo o presidente, algo que realmente causasse um grande impacto na trama, mas não foi o que aconteceu. 

De qualquer forma destaque para a simpática Emily Rhodes (Italia Ricci que é a cara da Monica Iozzi), Aaron Shore (Adan Canto) e o sempre talentoso Kal Penn como Seth Wright. O trio foi de extrema importância para o presidente na trama e confesso que também esperei um desenvolvimento amoroso entre eles, quem sabe na próxima temporada.


Designated Survivor, apesar das ressalvas, é uma boa série sobre política, com um toque bem americano como já esperado e com boas atuações como a de Kiefer Sutherland. A série termina com um excelente gancho para uma segunda temporada, mas finaliza bem a trama principal o que me deixou satisfeita.

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

3 comentários:

  1. Oi Mi! Eu vi metade da temporada e gostei bastante, até então não estava nada óbvio, pena que depois fique mais simples. Preciso retomar a série. Bjos!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu não assistia séries que entram tanto neste estilos, mas realmente fiquei curiosa, até porque umas que comecei a assistir e parecem seguir o mesmo rumo são fascinantes.
    Adorei a dica.
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir