Grupo Editorial Record: Lançamentos Novembro de 2017


O Grupo Editorial Record traz muitas novidades em dezembro! Tem a seleção de contos Criadores & Criaturas com uma releitura dos clássicos do terror, Nora Robert, Elizabeth Hoyt, romance histórico com Philippa Gregory, Audrey Carlan e muito mais.

Confira os destaques:

Da dama do romance histórico, uma trama de disputas, intrigas, paixão e traição na Era Tudor. Philippa Gregory é autora, entre outros, de A Rainha Branca, adaptado para uma série de TV pela BBC, e A irmã de Ana Bolena, que ganhou as telas do cinema como A outra, uma superprodução estrelada por Natalie Portman, Scarlett Johansson e Eric Bana.  

A autora já vendeu mais de 1 milhão de exemplares nos Estados Unidos, número extraordinário para uma escritora inglesa. Só no Brasil, a autora já vendeu quase 100 mil exemplares. 

A Princesa Branca, continuação de A Rainha Branca, será publicado em breve pela Editora Record e também deu origem a uma adaptação da BBC para a TV. 


Só o amor pode amansar a alma selvagem desse guerreiro. O segundo livro da série Highlanders.  

Direitos vendidos para onze países, entre eles Portugal, Espanha, Itália, França e Alemanha. 

Karen Marie Moning se formou em direito na Universidade de Purdue, onde também fez cursos de filosofia, escrita criativa e teatro. Seus quase vinte romances entraram nas listas de mais vendidos do New York Times e do USA Today e ganharam inúmeros prêmios, incluindo o prestigiado RITA Award

Uma mistura de suspense e romance em mais uma obra prima de Nora RobertsNaomi Bowes viu seu mundo ruir na noite em que resolveu seguir seu pai floresta adentro. Ao libertar uma garota presa no porão, Naomi revela a terrível extensão dos crimes cometidos por seu pai e, consequentemente, torna-o famoso. Agora uma fotógrafa bem-sucedida sob o nome de Naomi Carson, a jovem encontra um lugar para chamar de seu. Porém, ela sente suas defesas caírem e, mesmo certa de que o acolhimento que sua nova vida oferece é algo que sempre quis, os pecados do seu pai se tornam uma obsessão. E, como já aprendeu, seu passado está a um pesadelo de distância... 

Traduzida em mais de 40 idiomas, Nora Roberts já vendeu mais de meio bilhão de exemplares no mundo, acumulando mais de 1000 semanas entre os mais vendidos do New York Times – quase 200 vezes em primeiro lugar.

A Guerra Fria está de volta. John le Carré também. 

Um legado de espiões é o nono e último livro de John le Carré dentro da série de livros protagonizada por George Smiley. (Os títulos anteriores são: O morto ao telefone, Um crime entre cavalheiros, O espião que saiu do frio, A guerra no espelho, O espião que sabia demais, Sempre um colegial, A vingança de Smiley e O peregrino secreto.) A Record vai relançar os oito anteriores com capa nova e traduções revisadas gradativamente nos meses subsequentes a este lançamento inédito. 

A nossa edição em português chegará às livrarias com apenas 1 mês de diferença em relação ao lançamento do original, já estando disponível para pré-venda desde a primeira semana de setembro.  A jornalista Cláudia Sarmento, de O Globo, vai cobrir o evento “An evening with George Smiley”, em Londres, no dia 7 de setembro.

Palestina, 1947. Beit Daras é uma vila tranquila rodeada por oliveiras e lar da família Baraka. Quando forças israelenses surgem nos arredores, ninguém suspeita do terror que está prestes a acontecer. Logo a vila está em chamas. Entre fumaça e cinzas, famílias precisam abrir caminho até os campos de refugiados em Gaza, em uma viagem que testará seus limites. Após chegarem, nada mais é o mesmo. Em uma narrativa que vai do mágico ao terrivelmente real, percorrendo pontos no Oriente Médio e na América em diversas gerações de uma mesma família, O azul entre o céu e a água conta a história de mulheres imperfeitas, porém profundamente corajosas, de corações partidos, de resistência, de renovação. 

Susan Abulhawa é escritora, ativista dos direitos humanos e comentarista política. Seu romance de estreia, A cicatriz de David, foi um best-seller internacional, traduzido para 26 idiomas. No Brasil, o livro vendeu mais de 11 mil exemplares.


Clássicos do medo reinventados por quatro escritores brasileiros, para noites de sustos, terror e gritos. 

Raphael Montes tem quatro livros publicados e seu romance Dias Perfeitos teve os direitos de tradução vendidos para 22 países e foi escolhido como Livro do Mês na Amazon norte-americana. Raphael Draccon escreveu a trilogia best-seller Dragões de Éter. Foi premiado pela American Screenwriter Association e considerado pela Revista Isto É como um dos dez escritores mais influentes do atual mercado literário brasileiro. 

Frini Georgakopoulos é jornalista e autora do livro Sou fã! E agora?. Criou o Clube do Livro Saraiva e também atua como colunista literária da rádio Roquette Pinto (94,1 FM).  Carolina Munhoz é jornalista, roteirista e romancista, eleita “melhor escritora” pelo Prêmio Jovem Brasileiro e “best author” pelo Vox Populi do prêmio Shorty Awards. Atualmente trabalha como roteirista de duas séries televisas em Los Angeles, Califórnia.

O terceiro livro da aguardada série de romances de época com uma forte pitada de erotismo.

Lucy Craddock-Hayes está satisfeita com a vida tranquila no interior. Até o dia em que tropeça num homem inconsciente — e nu — e perde para sempre sua inocência. O visconde Simon Iddesleigh apanhou de seus inimigos até quase morrer. Agora ele está determinado a se vingar. Mas quando Lucy cuida dele para restaurar sua saúde, a sinceridade da jovem desperta um desejo que ameaça consumir os dois. 

Elizabeth Hoyt é a autora de romance de época mais querida das americanas e best-seller do New York Times, do USA Today, e da Publishers Weekly.  O príncipe serpente recebeu avaliação 4.00 no Goodreads e 4.1 na Amazon e é o terceiro livro da Trilogia dos Príncipes.  Autora de O Príncipe Corvo e O Príncipe Leopardo.

Um bebê nascido nas barracas de Auschwitz-Birkenau em outubro de 1944 e uma sonata composta por um jovem oficial alemão, na mesma data, também em Auschwitz, dão origem a duas histórias que se cruzam e se completam. 

Ninguém ficará indiferente ao ouvir esta Sonata em Auschwitz: aqui estão os sons do amor, do perdão e da solidariedade - sons que calaram a barulheira de uma época insana e enfurecida. 

Luize Valente é escritora e jornalista. Estreou na literatura com o romance O segredo do oratório (Record, 2012), finalista do Prêmio São Paulo de Literatura. Em 2015, lançou, também pela Record, o romance Uma praça em Antuérpia. É autora, com Elaine Eiger, do livro Israel: rotas e raízes (2000) e dos documentários Caminhos da memória: a trajetória dos judeus em Portugal (2002) e A estrela oculta do Sertão (2005).

Nova edição com novo projeto gráfico do centésimo livro de Nora Roberts

Com livros traduzidos em mais de 40 idiomas, Nora Roberts já vendeu mais de meio bilhão de exemplares no mundo, acumulando mais de mil semanas entre os mais vendidos do The New York Times – quase duzentas vezes em primeiro lugar. 

Publicado originalmente em 1996, O testamento foi o centésimo livro de Nora Roberts. Adaptado para a TV em 2007, traz no elenco Charlotte Ross (de Glee), Ashley Williams (de How I Met Your Mother) e Laura Mennell (de Lendas do Amanhã).

A autobiografia de uma das cantoras mais queridas do Brasil. 

Relembrando desde a infância em Minas Gerais e o sucesso ainda muito jovem até a consagração como ícone da música brasileira, a “mistura de cigana e teenager centenária” conta histórias inéditas de sua carreira, de inúmeros sucessos e grandes adversidades. Wanderléa é uma das cantoras mais populares do Brasil. Com seu talento e carisma, a eterna Ternurinha, ícone da Jovem Guarda, tem uma trajetória surpreendente que marcou época, impôs novos estilos e contribuiu para uma mudança comportamental significativa nas décadas de 60 e 70, sobretudo dos jovens. Assim como aconteceu com os amigos e parceiros Roberto e Erasmo Carlos, ela se renovou, despertando o interesse das novas gerações.  No papel dela mesma, Wanderléa é a estrela do musical 60! Década de Arromba. Sucesso de crítica e público, o espetáculo terá nova temporada no Rio de Janeiro em novembro.

As paixões, lutas e segredos da família Trueba abrangem três gerações e um século de transformações violentas, que culminaram em uma crise que levam o patriarca e sua amada neta para lados opostos das barricadas. Em um pano de fundo de revolução e contrarrevolução, Isabel Allende traz à vida uma família cujos laços privados de amor e ódio são mais complexos e duradouros do que as lealdades políticas que os colocam uns contra os outros.  A casa dos espíritos já vendeu mais de 70 mil exemplares no Brasil. 

“Espetacular... Um trabalho cativante e singular... Uma história de paz e reconciliação.” — The New York Times 

“Poucas viagens são mais emocionantes do que aquelas feitas na imaginação de um romancista brilhante. Embora o país e os tempos sejam outros, os personagens de A casa dos espíritos, com suas alegrias e angústias, não poderiam ser mais contemporâneos ou imediatos.” — Cosmopolitan

Romance impactante e à frente de seu tempo, de uma das grandes escritoras inglesas do século XIX, Elizabeth Gaskell. 

Elizabeth Gaskell foi uma romancista britânica de grande importância no século XIX. Tornou-se popular especialmente por suas histórias de fantasmas. Teve algumas destas publicadas por Charles Dickens na revista Household Words. Ainda que se mantivesse dentro das convenções vitorianas, sempre enfatizou o papel das mulheres, apresentando protagonistas femininas fortes e dinâmicas. 

“Leitura imprescindível para os admiradores de romances de época e, principalmente, para os que são fãs de grandes escritoras inglesas.” – The Guardian 

“As grandes escritoras do século XIX – Elizabeth Gaskell é uma delas – têm um domínio narrativo impressionante, não deixam espaços frouxos, desconexos, inúteis. Conhecem como poucos a arte de contar uma história e parecem ter sempre as rédeas na mão enquanto nos conduzem nessa viagem pelo tempo e pelo espaço.” – Heloisa Seixas

Um livro que fará as crianças rirem como hienas! O Sr. e a Sra. Bold são como você e eu: moram em uma casa agradável (em Teddington), têm empregos (como escrever adivinhas para biscoitos natalinos) e adoram dar boas gargalhadas. Uma ligeira diferença: eles são hienas. Sim, estou falando sério — são peludos, escondem as caudas em suas calças e gostam muito, muito, de rir. 

Julian Clary é um famoso comediante inglês, além de ser autor de livros, ator, radialista e cantor. Em 2012, venceu a 10ª edição do Celebrity Big Brother na TV britânica.  David Roberts venceu o Nestlé Children’s Book Prize Gold Award em 2006 por suas ilustrações no livro Mouse noses on toast. 

35º livro infantil mais vendido no ranking da Amazon do Reino Unido.  Importantes veículos, como Publishers Weekly, Kirkus e The Guardian, avaliaram Os Bolds com notas altas.

Este segundo volume da série Trinity mergulha mais fundo no coração e na mente de Gillian e de seu assediador, por meio de ambos os pontos de vista. 

Com flashbacks perturbadores do passado de Gillian e a tragédia que esse homem misterioso traz para o presente, o leitor será cada vez mais atraído por esta história sombria, erótica e eletrizante.  Da mesma autora da série A Garota do Calendário, que já vendeu mais de 550 mil exemplares no Brasil. 

250 mil cópias vendidas nos EUA em todos os formatos disponíveis; Direitos vendidos para Alemanha.



Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

3 comentários:

  1. adorei as primeiras capas e da casa dos espíritos q li e adorei. adoro a isabel allende. gostei do filme que se inspirou no primeiro livro. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi!
    Quero demais o Criaturas e Criadores,só tem autores sensacionais que gosto bastante.
    Sem falar que tem recontagem do Fantasma da Ópera que eu simplesmente amo!
    Curioso pra ler algo da Isabel Allende,falam muito bem principalmente da Casa dos Espíritos,quem sabe pego pra ler.
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi
    Preciso de sete vidas para ler tudo que gostaria. Nesta news tem uns 6 livros que anaria ler, mas vou tentar ler 3. O que mais quero é Mary Barton pois já li Norte e Sul da autora e amei.
    abraços
    Gisela
    www.lerparadivertir.com.br

    ResponderExcluir