Origem [Resenha Literária]


Dan Brown sem dúvidas é um dos maiores escritores da atualidade e o mestre do suspense intelectual. Quando o autor lança um livro, pode esperar que será sucesso. Depois de quatro anos sem lançar nada, o autor volta com Origem protagonizado pelo seu famoso professor de Simbologia de Harvard, Robert Langdon

Origem tem a mesma pegada dos outros livros do autor, possui o mesmo ritmo ágil dos volumes anteriores e o mesmo protagonista. No entanto, Brown consegue trazer um enredo totalmente diferente e com cenários de tirar o fôlego do leitor e com isso faz que seja impossível de largá-lo. Além disso, é um livro independente, não é preciso ler as outras obras do autor para ler esse. 

Desta vez Robert Langdon está indo ao Museu Guggenheim de Bilbao, na Espanha, a convite do futurólogo e bilionário Edmond Kirsch, que se tornou conhecido por suas previsões e invenções de alta tecnologia. Edmond é um ex-aluno e amigo pessoal de Robert, por isso ele é o convidado de honra do futurólogo para assistir uma apresentação onde ele pretende a responder as duas perguntas feitas por todos nós: De onde viemos? Para onde vamos?


A princípio todos os convidados, inclusive Langdon, ficam hipnotizados pela apresentação, pois logo se percebe que ela será muito mais controversa do que poderia imaginar. Porém, algo acontece e a preciosa descoberta de Kirsch corre o risco de ser perdida para sempre. Para impedir que isso aconteça, Robert Langdon faz uma fuga desesperada de Bilbao ao lado da diretora do museu, Ambra Vidal. Juntos eles passam pelas principais obras de arte moderna da Espanha, à procura de uma senha que dá acesso a desvendar a descoberta do Edmond Kirsch.

De uma maneira incrível, Dan Brown aborda como assunto principal de seu livro a era tecnológica. Afinal de contas, hoje em dia não vivemos sem um smartphone ou internet, estamos sempre conectados. E em Origem o autor deixa bem claro como a tecnologia já é essencial na atualidade e que nós seres humanos estamos evoluindo cada vez mais rápido.
– No passado, os gregos precisavam olhar séculos atrás para estudar a cultura antiga, mas nós só precisamos voltar no tempo uma única geração para nos darmos conta de que as pessoas viviam sem as tecnologias que hoje consideramos comuns. A linha do tempo do desenvolvimento humano está se comprimindo, o espaço que separa o “antigo” do “moderno” vai se encolhendo até desaparecer. E por esse motivo eu lhes dou a minha palavra de que os próximos anos de desenvolvimento humano serão chocantes, perturbadores e totalmente inimagináveis!  Pág: 96
Quem não está familiarizado com autor e seus livros, ele deixa bem claro logo no início que todas obras de arte, toda a arquitetura, todos os locais, conceitos de ciência e organizações religiosas citadas são reais. Sua esposa Blythe Brown é pintora e historiadora da arte e colabora nas pesquisas de seus livros. Por isso toda vez que leio algo do Dan Brown sempre acabo abismada como ele consegue responder as todas as dúvidas de um leitor, sem deixar pontas soltas no enredo.


Origem tem todos os temas que Brown costuma abordar, a dicotomia religião/ciência, conspirações, muitas perseguições e surpresas, mas o fato de ter algo mais moderno e não tão clássico é um grande diferencial na obra. Além disso, a mudança de cenário foi algo bem positiva, já que consecutivamente muda também toda a parte cultural.

Na minha humilde opinião como leitora que acompanha o autor, posso dizer que Origem chega a ser melhor que Inferno e empata como O código da Vinci, principalmente na questão de suspense e polêmicas, já que aborda com perfeição o maior enigma da humanidade: De onde viemos?

FICHA TÉCNICA

Título: Origem
Autor: Dan Brown
Onde Comprar: Amazon

 

Ariane de Freitas
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

11 comentários:

  1. Eu adoro as histórias do autor, e quando saiu esse livro já fiquei super curiosa para conhecer. Essa é a primeira resenha que vejo sobre a história, e gostei :)

    http://www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que lindeza! O que mais adoro nas obras do Brown, é essa sagacidade e veia poética de formular entrelinhas críticas tão bem amarradas. É sempre tão deleitoso ler cada uma das resenhas daqui, e foi uma alegria saber que o autor fez a mesma proeza novamente. Fiquei louca para conferir!

    semquases.com/

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada do autor e não sabia deste livro dele, mas fiquei bem mais curiosa com este do que com os outros.
    Acho que trazer a realidade de como o ser humano já é parte da tecnologia e como evolui com, e trazer também religião para a história deve ser muito interessante.
    Vou colocar ele na lista e espero poder lê-lo em breve.
    Adorei a resenha!
    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  4. Olá, Ariane.
    O meu favorito do autor é Anjos e demônios e o mais fraco acho que é Inferno. Quero muito ler esse livro e pelo jeito vai ser mais um livro que vai gerar polemica religiosa como aconteceu com O Código da Vinci. Assim que der eu vou ler ele.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ariane!
    O último livro do Dan Brown que li foi O Símbolo Perdido e achei tão fraquinho que os outros eu nem li mais :( Mas está todo mundo falando de Origem que bate aquela vontade de ler.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe das promoções em andamento e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
  6. Oi Ariane, tudo bom?
    Cai da cadeira que já fazem quatro anos desde Inferno?! Parece que fazia tão menos!
    Eu AMO Dan Brown, foi um dos primeiros autores contemporâneos desse gênero com quem eu tive contato. Gosto muito dessa pegada de misturar tantas coisas reais com alguns poucos pontos fictícios, torna toda a trama muito mais imersiva e surpreendente.
    Tô bem curiosa pra ler Origem, vou ver se a BF me dá um desconto nesse livro :P

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi
    nunca li nada dele, mas já li resenhas positivas, não sei se leria esse, mas o que importa e que ele fez um bom livro para você, deve ser um livro um pouco polemico.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi
    Ainda não li, mas ele está na minha lista de desejados e de compras do natal :D
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ariane. Eu sou super curiosa para ler alguma obra do autor, acho ele um gênio e sempre quis entender melhor suas histórias, e até mesmo suas teorias. Eu tinha Anjos e Demônio mas fiz a burrice de emprestar pro meu pai e ele nunca me devolveu, e nem vai. Por isso tenho certeza que minha primeira experiência com o autor vai demorar acontecer, mas espero que dê certo!
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
  10. Gostei da resenha Ariane. Amo os livros do Dan Brown, bem como os temas intrigantes abordados pelo autor. Achei a proposta de Origem bem interessante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Ari,
    Gosto muito do Dan Brow e estou curiosa em conhecer esse novo livro dele, principalmente pelo tema abordado. Fiquei mais feliz ainda por você falar que é melhor que Inferno e eu gostei bastante desse.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir