O Labirinto dos Espíritos [Resenha Literária]


O labirinto dos espíritos é o quarto livro da série O Cemitério dos Livros Esquecidos e recomendamos a leitura dos volumes anteriores para maior entendimento de alguns personagens que são bem aprofundados por Carlos Ruiz Zafón, além de serem também incríveis histórias.

Ler Zafón é como viajar para longe e sem nenhuma mala nem data para retorno e voltar pra casa com bagagem suficiente para ser barrado na alfândega e não ser reconhecido pela família. O autor não narra simples fatos, ele constrói um mundo paralelo à realidade e joga o leitor com tanta força dentro deste mundo que fica impossível dizer onde começa e onde termina um personagem, onde é ficção, onde é realidade e fica fácil encontrar a mágica pulsante nas páginas que desenham Barcelona quase que como uma poesia.

Alicia, a pedido de seu chefe, Leandro Montalvo, volta a Barcelona, depois de três anos ausente, para descobrir pistas que levem ao paradeiro do Ministro da Educação Nacional, Dom Mauricio Valls Y Echevarría. Junto com ela vai o policial Vargas e ao chegarem na mansão de Valls, eles encontram sua filha Mercedes e um exemplar da série de livros Labirinto dos Espíritos de Victor Mataix e uma lista de números que eles não sabem o que significa. Com estas únicas pistas em mãos, Alicia e Vargas descobrem que o desaparecimento do Ministro pode estar relacionado com o cargo de diretor da prisão de Montjuic, cargo este que ele exerceu no princípio de carreira e descobrem que Sebástian Salgado, um dos prisioneiros de Montjuic, foi solto pelo Ministro para que com sua liberdade conseguissem descobrir quem estava ameaçando Valls através de cartas anônimas. 


Todas as investigações levam ao livro de Mataix, já que alguém está comprando todos os exemplares disponíveis e David Martín, amigo de Mataix dos tempos de Montjuic, também pode estar envolvido. Como eles são escritores, a linha de investigação acaba na livraria Sempere e Filhos, assim, velhos personagens estão presentes, como Fermín e Daniel, agora com seu filho Julián. Daniel tem grande interesse em descobrir onde está Valls, ele acredita que o personagem é o culpado da morte de sua mãe Isabella.

Alicia e Vargas percorrem os caminhos mais obscuros de Barcelona tentando descobrir o que aconteceu com o Ministro. Vargas já não conta com os bons tempos de tenra idade e Alicia sofre com dores constantes resultantes de uma ferida adquirida nos tempos de guerra. Entre lugares estranhos com imagens perdidas no tempo, taças de vinho e analgésicos, Alicia é destemida e esforçada, já que acredita que este é o último trabalho que fará para Leandro, depois ela quer sua liberdade para decidir o que fazer com sua vida. Enquanto Alicia e Vargas tentam descobrir onde está o Ministro, eles são seguidos por um policial chamado Rovira que implora a eles que o deixem fazer seu serviço para que não seja demitido e do outro lado tem o policial Hendaya que pode de uma forma brutal fazer com que o desaparecimento do Ministro Valls sejam de terror puro.


Uma história envolvente, tem mistério, suspense, terror, em um cenário sombrio com personagens impactantes, alguns cativantes outros extremamente asquerosos, não há limites para as atrocidades que estão sendo cometidas em nome dos poderosos de Barcelona. Alicia é a única capaz de descobrir toda a verdade por trás do desaparecimento, não só do Ministro Valls como também dos escritores e amigos que quando presos em Montjuic prometeram cuidar um do outro. Alicia pode, se conseguir encontrar Valls dar a Daniel as respostas que ele precisa sobre sua mãe.

O Labirinto dos Espíritos é um livro pra se ler com tempo e paciência, tem uma trama muito bem elaborada e complexa. O autor não poupa palavras para envolver o leitor e dar vida aos seus personagens e não é uma leitura mecânica, cada personagem demanda uma análise para que seja reconhecido exatamente como é a intenção do autor. Carlos Ruiz Zafón é mestre em fazer quebra-cabeças com palavras, vale a leitura de cada uma delas.

FICHA TÉCNICA

Título: O Labirinto dos Espíritos  - O Cemitério dos Livros Esquecidos # 4
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Onde Comprar: Amazon

 

Marise Ferreira
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

19 comentários:

  1. Olá, Marise.
    Eu estou com esse livro aqui para ler mas vou reler os outros primeiro. Como você disse o autor é um que tem que ser lido devagar, degustando a história. E ela é tão boa que a gente quer que dure hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Olá Marise!
    Ainda não conheço os outros livros, mas fiquei bem curiosa lendo sua resenha! É uma boa pedida para as férias :)
    Beijinho e Feliz Ano novo!
    eventualobradeficcao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi!! Não conhecia o livro, mas sua resenha foi bem positiva. Tenho que ler as outras resenhas para entender melhor. Bjos <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
  4. Oi, Marise

    Eu nunca li nada do autor e até pouco tempo nem sabia da pegada investigativa dessa série. Acho que é a primeira vez que vejo alguma resenha falando que a história tem uma dose de terror...
    Um dia vou me aventurar nas obras de Zafón, vamos ver se será em 2018.

    Feliz Ano Novo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    não conhecia esse livro ainda, mas gostei muito da história, aparenta ser bem envolvente!
    Beijos, já curti sua página!
    Pequeno Mundo Das Resenhas / Fan Page

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Já vi muitas vezes esse livro, mas nunca parei para ver do que se tratava
    Pelo jeito parece ser muito bom!
    Adorei sua resenha.

    bjs
    Say My Book

    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  7. Tenho ouvido muito falar de Carlos Ruiz Zafón esse ano e fiquei bastante curiosa para conhecer melhor. Adorei a resenha =D

    Beijão
    https://atocadalebre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Marise,
    me sinto estranha por nunca ter lido nada do autor e mesmo assim "não ir com a cara dele", e eu nem faço ideia do porquê. Uma vez peguei um livro dele na biblioteca, mas acho que nem cheguei a iniciar a leitura direito. Juro que não entendo, porque só vejo todo mundo falando bem...

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
  9. Oi Marise,
    Eu amei esse livro e fiquei apaixonada pela Alicia.
    Quero ser ela quando eu crescer haha. E super verdade, não tem como ler Zafón na pressa. Só degustando aos poucos! Ótima resenha.

    Tenha um próspero 2018!
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  10. Oi, Marise!
    Nunca li nada do Záfon, mas ele é bem elogiado que bate até aquela vergonha hahhahaha
    Pulei a primeira foto porque minha tripofobia atacou só de olhar de relance hahahahhah
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  11. Oi Marise,
    Tenho um livro do autor aqui, mas não consigo me apegar a ele.
    Vejo tantos elogios e fico pensando: será que só eu não gosto dele? HAHAHAHAHA
    Beijos e feliz ano novo!!!
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Marise, tudo bem?
    Nunca entendi se essa série tem um quê real ou se é só ficção. Mas elogiam tanto esse autor que fico com muita vontade de conhecer!
    Feliz Ano Novo! Que 2018 seja incrível. =D
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Priscilla, é uma ficção, mas usa uma Barcelona bem real como cenário e até uma bala que um personagem adora e que na época ainda não existia. rsrsrsrs

      Excluir
  13. Que caveira caverosa é essa! AMEI! Kkkkkkkkkkkkkk

    Sou louca pra ler os livros do autor, mas ainda não tive a oportunidade
    de comprar.

    Beijos
    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir
  14. Oiii Marise

    Zafón é uma das minhas metas para 2018, quero ler essa tetralogia e tb quero ler Marina, enfim, descobrir esse autor tão elogiado. Certamente são livros mais complexos, que quero ler com paciência, degustando mesmo, por isso mesmo esse novo ano quero estar mais focada em ler por ler e menos em prazos ou desafios.

    Beijokas e Feliz Ano Novo

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Marise!
    É minha leitura do momento. Comecei hoje então ainda não consegui ler muito, mas estou amando. Zafón é maravilhoso, não é mesmo?
    Beijos,
    Alem da Contracapa

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pela resenha Marise! Já li O Prisioneiro do Céu e curti bastante. Estou ansiosa para ler A Sombra do Vento, O Jogo dos Anjos e O Labirinto dos Espíritos! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  17. Oie Marise.
    Coloquei essa série na minha lista de livros para ler em 2018.
    Espero amar Zafón assim como a maioria dos leitores.
    Beijos

    Divagando Palavras
    www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir