O Rei do Show [Resenha do Filme]

Conferimos a Cabine de Imprensa de O rei do Show.

Histórias reais às vezes são menos mágicas do que as contadas no cinema e eu tenho certeza que nem o verdadeiro PT Barnum poderia mostrar a sua vida de modo tão empolgante, porque empolgação é o que define O Rei do Show. Com uma trama de superação simples, mas com batidas musicais fortes e agitadas, o filme nos deixa mais leve com todo o encantamento que um bom musical deve ter. 

PT Barnum (Hugh Jackman) foi o showman no século 19, nasceu pobre, enfrentou diversas dificuldades na vida e usou um grande momento de crise para expressar toda a sua criatividade. Esperto e com um ótimo faro para negócios e marketing, o protagonista faz uma grande aposta ao comprar um teatro antigo e usar aquilo que era considerado feio e bizarro como atração. É o nascimento do circo, das atrações com animais, mágica e com pessoas de todas as cores, formas e tamanho. E o grande mérito de PT Barnum foi colocá-los como iguais no palco, onde ao menos lá eles não precisavam ter vergonha de quem eram. No entanto, a obsessão do protagonista pela aceitação na sociedade o leva a ter problemas, já que as luzes da fama também cega até mesmo os melhores intencionados.


As canções marcam às vezes as passagens de tempo, o que deixa o longa bem ágil e dinâmico, vemos PT Barnum criança se apaixonar pela filha de um homem rico para logo depois o personagem aparecer adulto, buscando o grande amor de sua vida. Charity Barnum (Michelle Williams) larga todo o conforto da sua família para viver com o marido e mesmo nas horas mais difíceis esteve ao seu lado e foi ela, assim como Phillip Carlyle (Zac Efron), que alertaram PT da sua obsessão em ser aceito por todos, algo muito difícil numa sociedade preconceituosa. Quanto mais fama e sucesso o protagonista tinha, mais críticas negativas também apareciam, bem como manifestação daqueles que achavam que o bizarro deveria ser escondido, como se mostrar a diferença fosse uma verdadeira ofensa. 

O enredo não se aprofunda muito em outros personagens que não seja o protagonista, exceto talvez por Phillip que abandona a mordomia da família e o conforto do trabalho para seguir os passos de PT Barnum e se apaixona por uma das integrantes do grupo, Anne Wheeler (Zendaya). Um amor complicado não só devido ao fato de pertencerem a classes sociais diferentes, mas também por Anne ser negra. Entretanto, de modo geral, os personagens secundários que são bem carismáticos, servem apenas de apoio para o desenvolvimento principal da trama que também é bem simples, não muito profunda e sem grandes dramas.


Nem sempre ao ver grandes musicais temos vontade de escutar as músicas em casa ou o tempo todo e com o Rei do Show foi bem diferente. As canções são animadas e as baladas emocionam. Destaque para This is Me, The Greatest Show, Rewrite The Stars, em que vemos Zac Efron arrasando musicalmente mais uma vez, e minha preferida A Million Dreams. O som forte das músicas ao estilo pop, facilmente comercializadas, deixam o espectador bem animado e casam perfeitamente com o clima de show do longa.


Se alguém ainda tinha alguma dúvida sobre o talento de Hugh Jackman com certeza não terá mais depois desse filme. O ator canta, dança e representa muito bem um PT bem mais romantizado do que de fato foi o verdadeiro. Zac Efron (oremos para que ele tenha agora um rumo melhor na sua carreira) também está muito bem no papel, bem como o elenco infantil e os talentos do circo, como Keala Settle de mulher barbada e Sam Humphrey como o anão.


Apesar do roteiro singelo e de fácil resolução de Jenny Bicks e Bill Condon (Chicago), o longa é encantador e toca em temas bem relevantes como o valor em dar dignidade àqueles que são diferentes e que não se encaixam no padrão da sociedade. Também não deixa de ser uma boa aula sobre a industria do entretenimento, publicidade, superação de vida e a importância de não desistir de seus sonhos. O Rei do Show é mágico e o entretenimento é garantido.

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título: O Rei do Show
Título Original: The Greatest Showman
Diretor: Michael Gracey
Data de lançamento No Brasil: 25 de dezembro de 2017.

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

19 comentários:

  1. Oiiiii Mi!
    Estou loucaaaaa pra ver esse filme. Quero muito. Estou fascinada pela trilha sonora.
    Beijos
    Ari

    ResponderExcluir
  2. Oi mi
    Adoro esse ator e so por o filme ter ele ja me chama atenção. Com certeza vou querer assistir e apesar de nao ser muito fa de musicais acredito que vou gostar deste.
    Beijo
    Raquel Machado
    Leitura kriativa
    Http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oiii Mi!
    Vi o trailer esses dias no cinema e achei tão legal a história e diferente também. Gosto muito dos atores 🙂
    Beijos!

    Books & Impressions
    Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
  4. Oi Michele!
    Adoro o Hugh Jackman e o Zac Efron, adoro musicais e tenho curiosidade de conhecer a história do P.T. Barnum. Ou seja, é um filme que vou precisar assistir!!

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  5. Oi Mi, tudo bem?
    Eu ouvi sobre esse filme ontem, e assisti o trailer dele, ele parece ser bem divertido.
    Pela sua critica dá para ver que ele é um excelente filme, vou assistir ele com certeza!

    Beijão,
    Vinicius
    refugiolitxrario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Desde que vi o trailer desse filme fiquei com muita vontade de assistir. Adoro musicais, e a chance de ver Hugh atuando num papel assim me pareceu fantástica.
    Vou ver se convenço alguns amigos a assistirem comigo, se não, vou sozinha mesmo rs'

    ResponderExcluir
  7. Oi Mi, sua linda, tudo bem?
    Estava louca para ver esse filme. Eu vi uma chamada como se fosse um filme para ver no Natal. Pela sua crítica entendi errado, pois é totalmente diferente. Eu adoro o Hugh Jackman. Sua crítica ficou perfeita, adoro seus textos.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adoro um bom filme e este parece ter todos os ingredientes. Já anotei na minha listinha!

    Passei para desejar um ótimo final de ano!

    Um abraço!
    https://meuslivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Mi, tudo bem?
    Esse filme promete hein, acho que vai ser bem legal!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  10. Oi Mi, tudo bem?
    Confesso que não tava dando muito pelo filme logo no começo, pq não sou muito desse lance circense e tal, mas nossa o trailer me conquistou!

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
  11. Preciso assistir esse filme porque Jack não entra na minha cabeça interpretando algum personagem diferente que Wolverine kkkkkk adorei suas impressões e com certeza irei assistir <3

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu vi o trailer no dia que fui assistir extraordinário no cinema, e me apaixonei.. o filme parece ser contagiante, e apesar da história "simples" como você falou, deve encantar com as cores e fotografia. Quero assistir.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oba! Que delícia! Também fui para a cabine aqui em Salvador e lancei ontem o vídeo com a crítica. Fiquei super empolgada por perceber que foram por uma linha tão semelhante ao que também pude captar da trama. As entrelinhas são deleitosas e importantes! Quantas mensagens gostosas e fundamentais transmitidas de uma forma nada clichê, não é? <3

    semquases.com

    ResponderExcluir
  14. Olá, Michele.
    Eu não sou muito fã de musicais. as acho que assistiria pelo Hugh. Nunca vi nada dele fora do Wolverine e sei que ele deve estar incrível.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  15. Oi Mi,

    Quando vi o trailer do filme e soube que o Hugh e o Zac estariam nele, logo me interessei, ainda pela trama parece ser um filme muito bom mesmo pelo tema que ele trás.
    Está na lista.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Preciso ver <3

    óÓtima resenha, beijão =D

    ResponderExcluir
  17. Oi, Mi! Tudo bem? Estou muito feliz por ver meu Zac entrando nos trilhos novamente! <3 A premissa do filme é muito boa e já vejo o filme concorrendo algumas categorias no Oscar ano que vem rs

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Mi adorei a dica, ainda não conhecia o filme, e lendo um pouco a resenha fiquei curiosa para assistir.
    Beijos bom natal
    www.bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir