Fala sério, mãe! [Resenha do Filme]


Fala sério, mãe! é um filme nacional baseado no livro homônimo de  Thalita Rebouças

O longa é divido em duas narrações: a da mãe, Ângela (Ingrid Guimarães) e da filha, Malu (Larissa Manoela). O filme começa com Ângela grávida nos mostrando todas as expectativas positivas de ter uma filha e logo depois o desencanto que começa no seu sofrimento na amamentação. Nada é tão lindo e maravilhoso como as pessoas costumam pintar na maternidade. Aos poucos vamos vendo Ângela enfrentando diversas fases da sua filha quando bebê, criança e então adolescente. E nesse meio tempo a protagonista ainda passa por duas gravidez, mas é com a primogênita que a relação do longa aborda.


Na segunda parte do filme temos a narração pelo ponto de vista de Malu, adolescente com problemas na escola, preocupada com as aparências, não querendo passar mico com a mãe, embora Ângela faça isso o tempo todo: desde um mico no mercado até invadir o ônibus de viagem da filha. Percebemos que as separações são inevitáveis e ainda assim dolorosas: não é fácil para mãe o primeiro dia de aula da filha, a primeira viagem, saber do primeiro beijo, do namoro, do sexo, enfim, quanto mais Malu vai se tornando adulta, mas insegura Ângela vai ficando.

Achei que Malu seria uma adolescente chata, mas na verdade, ela bem que aguenta as loucuras da mãe e ainda a apoia em diversos momentos, mostrando ser uma garota bem consciente de todo o amor que recebe, é bem bonito ver a filha cuidado da mãe e também dos irmãos no momento de brigas dos pais. Malu acaba sendo carismática mais do que imaginava, e Ângela é uma mãe mega protetora que lembrou bastante a minha em diversos momentos. Na verdade, acho que as mães e as filhas vão se identificar bastante durante o longa e vi no cinema várias mães se emocionando.


Fala sério, mãe! é um filme simples, sem complexidade, mas é bastante divertido, sendo uma comédia de situações familiares e que emociona em alguns momentos. Ingrid Guimarães está excepcional no papel de mãe, engraçada e emotiva! E Larissa Manoela me pareceu bem melhor do que em Meus 15 anos, mais madura em cena, mas segura também.

Enfim, com uma trilha sonora muito boa, o longa diverte, encanta e é bem familiar, cumpre bem com sua proposta e quem já leu qualquer livro da Thalita Rebouças vai conseguir identificar a escrita da autora no roteiro, o que me agradou bastante.

Trailer:

FICHA TÉCNICA

Título: Fala sério, mãe!
Direção: Pedro Vasconcelos
Data de lançamento: 28 de dezembro de 2017.

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

12 comentários:

  1. Oi, Mi
    Não sou a maior fã da Larissa Manoela, mas imagino que esse filme possa vir me encantar. Ultimamente estou vendo tantos filmes que abordam relações familiares que fico tentada a ver esse. Espero muito poder gostar e me divertir.
    Beijo!
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
  2. Não costumo assistir a esse tipo de filme, mas parece ser bem bonitinho =D

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Eu li Fala sério, mãe há muuuuuuuito tempo e ver vir filme agora é muito legal! Deve dar uma sensação incrível de volta a infância para quem acompanhou a série da Thalita antigamente. Amei sua resenha, ainda não tive oportunidade de ver como o filme ficou, mas me deu vontade de assistir mesmo não sendo o estilo de filme que gosto.

    Beijo grande e amargo de café,
    Café, Vodka e Literatura

    ResponderExcluir
  5. Oi
    que bom saber que gostou de assistir, eu quero assistir parece ser um bom filme para assistir junto com a familia e que bom que a Larissa está melhor em cena, ontem assisti dela Meus 15 anos.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá! Tudo bem?
    Primeiramente, feliz ano novo!
    Pretendo assistir esse filme em breve.
    Desculpe a demora em responder seu comentário.
    Volte sempre, que será bem vindo!

    Abraço,
    miiistoquente~

    ResponderExcluir
  7. Oie Mi =)

    Esse filme me lembra muito os filmes gringos que assistia na Sessão da Tarde quando eu era adolescente rs... Confesso que atualmente não é o tipo de filme que me desperta a curiosidade de ir ao cinema assistir, mas se tiver passando na TV e eu estou de boa assisto para passar o tempo e me divertir.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  8. Parece ser bem divertido vou tentar assistir

    Bjim...
    ♡Blog
    ♡Instagram

    ResponderExcluir
  9. Oi Mi! Tudo bem?

    Apesar de não gostar muito da Larissa Manoela, confesso que estou interessado em ver este filme, pois me remete ser um bom filme, com um enredo típico adolescente. Adorei sua resenha!

    Grande abraço!
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  10. Tô louca pra assistir esse filme :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá Michele, aaaaaah todo mundo assistindo o filme e eu ainda nem vi, isso me dá uma bad!
    Parabéns pela resenha!
    Beijos <3
    https://estanteclassica.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi Mi!
    Me lembro que qnd li esse livro na adolescência n curti tanto, mas o filme parece estar bem engraçado msm, quero ver sim!
    Bjs, te indiquei num prêmio lá no blog <3
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir