Sobrenatural: A Última Chave [Resenha do Filme]

Conferimos a cabine de imprensa de Sobrenatural: A Última Chave.

Sobrenatural: A Última Chave é o quarto filme da franquia que começou em 2011. O longa mostra alguns flashbacks que conseguem situar bem o espectador na história, mas é sempre bom lembrar que por ser continuação algumas cenas possuem referências aos filmes anteriores.

Elise Rainier (Lin Shaye) está de volta com seus dois fiéis escudeiros, Tucker (Angus Sampson) e Specs (Leigh Whannell) e dessa vez vai retornar para a casa em que cresceu, um lugar repleto de espíritos que a traumatizou bastante. O filme já começa com cenas bem fortes de Elise criança apanhando do pai por conta do seu dom. Uma garotinha que não tinha culpa de ver fantasmas na casa, que sem querer aterrorizava o irmão, mas que tinha na mãe seu porto seguro, até que ela abre uma porta que jamais deveria ter encontrado e as coisas que já eram ruins, se tornaram piores. Tempos depois temos Elise já uma senhora bem experiente e que ajuda as pessoas a lidarem com espíritos malignos, mas tudo que aconteceu no passado ainda a abala. No entanto, quando recebe uma ligação para ajudar o novo morador da casa em que morava, a protagonista parte com seus assistentes e começa a reviver seus traumas.


Aos poucos vamos entendendo o que acontece no lugar e os motivos de acontecerem e nisso o longa ganha alguns pontos, já que o enredo guarda muitas surpresas. O filme também acerta no ritmo porque consegue dar bons sustos, fugindo um pouco dos momentos já esperados. No entanto, o cenário é bem simples, sem uma grande produção e as atuações são bem rasas. O longa também acaba pecando na finalização por ter seus momentos clichês, mas destoa de muitos outros do gênero por apresentar mais drama no enredo e piadas que quebram a expectativa da trama, elementos que acabaram sendo bem positivos. Sem dúvida Tucker e Specs são o alívio cômico do filme, principalmente por tirar sarro da própria profissão, debochando de algumas situações vivenciadas por eles.

Elise é uma personagem com bastante carisma e é difícil não ter empatia pelo sofrimento dela na infância, aliás, essa parte do filme é mais intensa e mais assustadora também. E depois quando adulta a protagonista se torna uma senhora tão forte e destemida que torcemos para que consiga ter um pouco de paz na vida. O longa também aborda assuntos familiares da personagem fazendo com que tenha uma boa carga dramática.


Apesar da produção bem simples e atuações não tão marcantes, Sobrenatural: A Última Chave mescla bem a comédia, drama e terror e por isso mesmo acaba se destacando ao acrescentar elementos de outros gêneros. O longa assusta bastante em alguns momentos bem inesperados, de deixar o coração na boca de tantos sobressaltos e ainda acaba com um excelente gancho para mais uma continuação

Trailer:


FICHA TÉCNICA

Título:Sobrenatural: A Última Chave
Título original: Insidious: The Last Key
Diretor: Adam Robitel
Data de lançamento no Brasil: 18 de janeiro de 2018

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

6 comentários:

  1. Mais um filme que eu quero assistir, mas não tenho coragem hahahahha espero ter dessa vezz!

    Beijoss
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi! Tudo bom?
    A pessoa muito corajosa aqui passa bem longe de filmes assim, apesar da curiosidade HASUHASUHASUH talvez eu assista quando chegar na Netflix - ai coloco em tela mínima e deixo de fundo imagens de filhotes de cachorro :P

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi, tudo bem?
    Fiquei sabendo desse filme, mas nunca assisti, não é o tipo de filme que eu veria.
    Eu fiquei sabendo apenas por causa da vinda da Lin Shaye para a ccxp.

    bjs

    Say My Book

    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  4. Oi Michele,
    Acompanho o trabalho do Leigh e do James desde Jogos Mortais, então, mais um pra fangirl em mim, assistir com gosto. A Lin é maravilhosa interpretando a Elise. ♥

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  5. Oi Mi, tudo bem?
    Gostei muito da resenha do filme. O último me fez morrer de medo (acho que fica entre ele e It A coisa), acho que tenho um infarto se assistir esse filme. Vi todos os anteriores e faltou pouco pra eu me mijar de tanto medo, meus amigos se assustavam mais com meus gritos do que com o filme. Estou muito curiosa com o filme, mas ao mesmo tempo com muito medo de assistir ele :/ vou juntar as amigas e ver o que elas acham de assistir comigo kkkkk
    Um Abraço ❤

    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  6. Oi Mi! Tudo bem?

    To pirando aqui! Eu e minha família queremos muuuuito ir ver este, adorei a resenha me deu mais vontade ainda.

    Grande abraço!
    http://www.cafeidilico.com/

    ResponderExcluir