Cartas Para um Ladrão de Livros


Inusitado e surpreendente é o que podemos dizer do documentário sobre Laéssio Rodrigues de Oliveira, um rapaz obcecado por livros raros e...Carmen Miranda! Isso mesmo! Laéssio era tão obcecado pela cantora que não media esforços para adquirir os mais raros materiais sobre ela. Fascinava-lhe a raridade das fotos e revistas e também a adrenalina de poder roubá-las. Fascínio este também que tinha por livros tão raros que chegavam a valer milhares de reais em leilões.

Cartas Para um Ladrão de Livros tem como base as correspondências trocadas entre um dos diretores do filme e o próprio Laéssio na época em que ele estava preso em penitenciárias de São Paulo e do Rio de Janeiro.


Personagem carismático, Laéssio narra tão bem a própria história que seus 94 minutos passam voando. Os diretores Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros (Entre os Homens de Bem, Carne Osso) fizeram um raro documentário ambíguo: ao mesmo tempo em que temos acesso a todos os crimes cometidos por Laéssio, nos pegamos admirados pela sua inteligência e sagacidade. Outros fatos interessantes ocorrem durante a projeção, enriquecendo ainda mais o resultado final. 

Esse personagem escrito pela vida realmente mereceu esse registro e longe da glamourização do crime (nos perguntamos por que ele não usa o seu conhecimento em prol do seu crescimento pessoal), estamos diante de uma história muito bem contada, que deixa o espectador a vontade para fazer o seu julgamento moral.


Vale lembrar que o documentário passou pelo Festival do Rio 2017 e pela 41ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e terá lançamento nacional no dia 01 de março. Cartas Para um Ladrão de Livros é produzido e distribuído pela Boutique Filmes, responsável pela primeira produção original da Netflix no Brasil, a série 3%. Vale a pena conferir.

Para conferir o trailer CLIQUE AQUI!

FICHA TÉCNICA

Título: Cartas Para um Ladrão de Livros
Direção: Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros
Data de lançamento: 01 de março de 2018
Nota:4/5

Italo Morelli
Compartilhe no Google Plus

Sobre O Que Tem Na Nossa Estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

9 comentários:

  1. Oi, Italo!
    Nossa, que interessante esse documentário. Não sou muito de assistir esse formato, mas vou ver se dou uma chance a esse.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da Folia Literária 2018: cinco kits, cinco sortudos.

    ResponderExcluir
  2. Eu amo assistir documentários, sério. Ainda não conhecia esse, mas já vou procurar! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. NOOSSAAAAAAAAAAAAAA!
    Que bacana, cara!
    Não conhecia esse documentário!
    Vou querer ver!
    Valeu demais a dica ;)

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  4. Olá, Italo

    Não assisto documentários, mas essa ambiguidade me pareceu interessante. Achei a "vertente criminosa" do Laéssio um tanto quanto peculiar. Haahhaha

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Italo
    Eu nunca ouvi falar desse cara mas achei a ideia dele um pouco genial demais e meio louca kkk eu adoraria ver esse documentário.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Achei interessante um filme assim. Acho legal que não tem essa glamourização do roubo, mas sim foca na construção do personagem Título anotado.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  8. Oi Italo!
    Eu não assisto muitos documentários, mas interessante. Quando o filme/livro foca em um bom personagem, não tem erro.
    Beijos,
    Alem da Contracapa

    ResponderExcluir
  9. A história é linda, mas o desempenho de Jacob Tremblay fez a diferença. Ele é um grande ator, que pode lidar com todos os tipos de gêneros. O papel que realizo em a Refém Do Medo é uma das suas melhores atuações,Na minha opinião, este foi um dos mehores filmes de terror que foi lançado. O ritmo é bom e consegue nos prender desde o princípio O filme superou as minhas expectativas, o ritmo da historia nos captura a todo o momento. Jacob Tremblay esta impecável. Ele sempre surpreende com os seus papeis, pois se mete de cabeça nas suas atuações e contagia profundamente a todos com as suas emoções.

    ResponderExcluir